???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10832
Tipo do documento: Dissertação
Título: A literatura infantil e a matemática: um estudo com alunos de 5 e 6 anos de idade da educação infantil
Autor: Carvalho, Regiane Perea 
Primeiro orientador: Manrique, Ana Lucia
Resumo: A presente pesquisa procurou mostrar como o educador pode trabalhar com a literatura e a matemática, criando momentos na prática de sala de aula que propiciam a compreensão e a familiarização com a linguagem matemática em crianças de 5 e 6 anos da Educação Infantil de uma escola municipal de São Paulo. Para estabelecer ligações cognitivas entre a linguagem materna, conceitos da vida real e a linguagem matemática, os momentos propostos foram norteados pela teoria de Vygotsky. Entendemos que a linguagem matemática consiste de símbolos bem definidos que representam conceitos fundamentais, mas também que, para expressá-los oralmente, tomamos emprestados termos da língua materna que podem ter diferentes significados dentro e fora da matemática. Foram desenvolvidos seis momentos compostos por atividades que envolviam expressão corporal, brincadeiras, jogos, músicas, histórias, registros escritos e desenhos. Os conceitos matemáticos trabalhados foram: lateralidade e contagem. Para cada novo momento apresentado foram priorizadas a linguagem oral e pictórica e as expressões corporais e musicais para aquisição de novos conceitos matemáticos, os quais foram sistematizados e inter-relacionados. Entendemos que os educadores da educação infantil, de crianças de 5 e 6 anos de idade, necessitam compreender o desenvolvimento no qual a criança se encontra, percebendo que o raciocínio lógico e a construção de conceitos matemáticos precisam focar atividades práticas, envolvendo movimentos, musicas, desenhos, manipulação e jogos. E os conceitos devem ser trabalhados na medida em que há manifestações, curiosidades e desejo de conhecimento. Entendemos, também, que relações estabelecidas com crianças de 5 e 6 anos de idade necessitam priorizar relações sociais, sempre considerando as vivências da criança, suas necessidades afetivas e sociais, propiciando uma visão de mundo do qual faz parte e compreendendo-se como ser humano
Abstract: This study sought to show how educators can work with the literature and mathematics, creating moments in the practice of the classroom that promote understanding and familiarity with mathematical language in children aged 5 and 6 years of early childhood education in a school hall of St. Paul. To establish cognitive links between the maternal language, concepts of real life and mathematical language, the proposed moments were guided by the theory of Vygotsky. We understand that mathematics is the language of symbols that represent well-defined concepts, but also to express them orally, we borrowed terms of language that may have different meanings within and outside mathematics. Moments were developed consisting of six activities involving body language, jokes, games, songs, stories, drawings and written records. Mathematical concepts worked were: laterality and counting. For each new moment appears to have been prioritized oral and pictorial language and body language and music for the acquisition of new mathematical concepts, which were organized and interrelated. We believe that teachers of kindergarten, children 5 and 6 years old, need to understand the development in which the child is, realizing that the logical construction of mathematical concepts and the need to focus on practical activities involving movement, music, drawings, manipulation and gaming. The concepts must be worked to the extent that there are demonstrations, curiosities and desire for knowledge. We also understand that relationships with children 5 and 6 years of age need to prioritize social relations, always taking into account the experiences of the child, emotional and social needs, providing a view of the world he belongs to, it being understood as a human being
Palavras-chave: Educação infantil
Literatura infantil
Prática pedagógica
Matemática
Early childhood education
Literature
Pedagogical practice
Mathematics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática
Citação: Carvalho, Regiane Perea. A literatura infantil e a matemática: um estudo com alunos de 5 e 6 anos de idade da educação infantil. 2010. 117 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10832
Data de defesa: 3-Nov-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Regiane Perea Carvalho.pdf4,88 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.