???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11100
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um estudo do uso de padrões figurativos na aprendizagem de álgebra por alunos sem acuidade visual
Título(s) alternativo(s): A study of the use of figurative patterns in the learning of algebra by visually-impaired students.
Autor: Andrezzo, Karina Laguna
Primeiro orientador: Healy, Siobhan Victoria
Resumo: Nesta pesquisa, buscamos identificar fatores que contribuíram na apreensão de expressões algébricas por alunos sem acuidade visual. Para isto elaboramos atividades que facilitassem sua participação em atividades de generalização. O estudo se desenvolveu com alunos do Ensino Médio e tem como ponto de partida a posição de Vygotsky referente à integração social do aluno portador de alguma deficiência e seu potencial para um desenvolvimento normal. A sugestão de abordagem algébrica através de generalizações de padrões figurativos teve suporte de vários pesquisadores em educação Matemática, em particular, os estudos e considerações de Küchemann (1981), Booth (1988) e Mason (1996). A primeira fase da pesquisa envolveu a elaboração das atividades e dos materiais manipulativos, através dos quais os alunos s.a.v. poderiam ter acesso às seqüências de padrões figurativos. A segunda fase constituiu-se de uma Atividade de Sondagem composta por itens que envolviam noções algébricas e cinco entrevistas onde foram trabalhadas sete seqüências cujos padrões eram representados por ímãs de formas geométricas. A análise da Atividade de Sondagem possibilitou que identificássemos as dificuldades dos alunos em lidar com três das seis categorias descritas por Küchemann (1981), letra como uma incógnita específica , letra como número generalizado e letra como variável ; e alguns erros cometidos pelos alunos durante as simplificações. Quanto à análise das tarefas, esta, procedeu das estratégias usadas na evolução das generalizações matemáticas. Nossas análises indicaram um processo gradual de internalização das marcas externas (os imãs e suas organizações) através das manipulações , articulações e na tentativa de atribuir significado algébrico às letras em expressões algébricas ( constituindo um sentido para ).
Abstract: ABSTRACT This study aimed to identify factors that contribute to the understandings of algebraic expressions constructed by blind students. To this end, it involved the design of situations that would enable the participation of blind high-school students (Brazilian Ensino Médio) in generalizing activities. The research was inspired by Vygotsky s visions of the social integration and intellectual development of learners with special needs. The use of an approach to algebra emphasizing generalizations based on the patterns underlying sequences presented as spatial arrangements has been supported by various researchers in Mathematics Education, this study was informed particularly by the work of Küchemann (1981), Booth (1988) and Mason (1996). In the first phase of the research, materials based on the use of magnets to represent dynamic elements of sequences were designed and tested. The second phase involved five blind students in completing a preliminary activity, elaborated to obtain data about their performance on traditional algebra exercises followed by a series of interviews, during which each students worked through a set of seven generalizing activities. The analysis of the students responses to the preliminary activities indicated that the students had difficulties in dealing with three of six categories for interpreting letters in algebraic expressions described by Küchemann (1981), letter as specific unknown , letter as generalized number and letter as variable ; and identified errors committed during the simplification of expressions. Analysis of the interview data was based on the strategies the students used to construct mathematical generalizations. These analyses highlighted a process by which the external marks (the magnets and their organizations) were gradually internalized through the manipulations and articulations by which the learners strived to get a sense of algebraic expressions.
Palavras-chave: Algebraic expressions
blind students
generalization
sequences
Educação matemática
Matemática - Estudo e ensino
expressões algébricas
alunos sem acuidade visual
sequências
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA DA COMPUTACAO::MATEMATICA DA COMPUTACAO::MATEMATICA SIMBOLICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática
Citação: Andrezzo, Karina Laguna. A study of the use of figurative patterns in the learning of algebra by visually-impaired students.. 2005. 230 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11100
Data de defesa: 8-Apr-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao karina andrezzo.pdf1,11 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.