???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11552
Tipo do documento: Dissertação
Título: Aspectos morais e religiosos da ação política, em Maquiavel
Autor: Amorim, Edson Luis de 
Primeiro orientador: Valverde, Antonio Jose Romera
Resumo: A dissertação ASPECTOS MORAIS E RELIGIOSOS DA AÇÃO POLÍTICA, EM MAQUIAVEL, apresenta Maquiavel como um autor que se dedicou a aprofundar a ação política, no início do século XVI, quando a cultura humanista do Renascimento atingiu seu apogeu, ao testemunhar uma Itália acentuada pela crise política, moral e religiosa. A história da Itália e das Repúblicas do Norte, especialmente Florença, cidade natal de Maquiavel, constitui o ponto de partida deste trabalho, para uma compreensão dos aspectos do seu pensamento, que auxiliaram suas idéias a respeito da esfera da moral com a política e o caráter político da religião e a natureza humana, especialmente nas obras Discorsi e o Príncipe. O jogo político, que se desenrola no pensamento maquiaveliano, acontece essencialmente no terreno indeterminado das ações humanas, em que nem sempre é fácil precisar o bom e o mau desejo, mas apenas as ações que são nocivas e das que colaboram para a manutenção da liberdade, seu maior interesse. Esta pesquisa se destinou a mostrar que, mesmo não sendo moralista, ele foi capaz de estabelecer princípios fundamentais da conduta humana no sentido filosófico, ao analisar o aspecto da techné política, conseguindo inaugurar um olhar novo e diferente, na busca do que é possível, eficaz, no universo das possibilidades aos que procuram êxito nas suas ações. Ele percebeu que o discurso ético clássico, das normas absolutas, não conseguia dar conta da significação da ação humana, especialmente na esfera política. No aspecto religioso, o Florentino exalta a potência romana, mediante seus usos [constituioni] e ritos sacrificais, atua e mostra as razões de sua grandeza, sendo fortes ao combaterem com energia, demonstrando do que dependia aos povos antigos para que fossem amantes da liberdade e da tolerância. Constata que a religião pode permitir a exaltação e a defesa da pátria, quer que amemos e honremos, devendo todos estar bem preparados, ou seja, educados no amor à liberdade, como tantas repúblicas da antiguidade, sempre prontas para defendê-la. Em Maquiavel, a religião assume um duplo significado: é instrumentum regni, o meio pelo qual, em nome de Deus, um legislador pode conduzir os grandes, e é também extraordinário empreendimento. Mas, diante da excessiva ambição e corrupção, a solução para manter a ordem civil na república corrupta, o Florentino indica o remédio para as mãos régias
Abstract: The dissertation MORAL AND RELIGIOUS ASPECTS OF THE POLITICAL ACTION IN MACHIAVELLI, presents Machiavelli as an author who worked on deepening the political action in the early 1600 s, when the Renaissance humanist culture reached its peak, witnessing an Italy affected by a political, moral and religious crisis. The history of Italy and of the North Republics, especially Florence, Machiavelli s birthplace, is the basis for this research, seeking to understand some aspects of his way of thinking which helped his ideas about the moral sphere with the political one and the political character of religion and human nature, especially in Discorsi and The Prince. The political game that unfolds in the Machiavellian thought takes place essentially in the undetermined land of human actions, in which the good and the evil are easily needed in these actions, but only the actions that are harmful and the ones that corroborate to the maintenance of liberty interest him most. This research aims at showing that even though he was not a moralist, he was able to establish fundamental principles of human conduct in a philosophical sense, when he analyzed the aspect of the political techné, being able to launch a new and different view in the search for what is possible, effective, in a universe of possibilities for those who seek to be successful in their actions. He noticed that the classical ethical discourse, of the absolute norms, could not explain human action, especially in the political sphere. In the religious aspect, the Florentine praises the Roman potency through their uses [constituioni] and sacrifice rituals, acts and shows the reasons for their greatness by being strong combating with energy, showing which the ancient people depended on to be advocates of freedom and tolerance. He confirms that religion may allow for exaltation and defense of a country, it wants us to love and honor, so everybody must be well prepared, that is to say, educated in the love for liberty, as many republics in ancient times, always ready to defend it. Thus, In Machiavelli, religion has a double meaning: it is an instrumentum regni , the means by which, in the name of God, an accorded legislator can lead the great, and also an extraordinary enterprise. Nevertheless, facing excessive ambition and corruption, the solution to keep the civil order in the corrupted republic suggested by the Florentine is noble hands
Palavras-chave: Maquiavel
Política
Humanismo
Liberdade
Moral
Religião
Machiavelli
Politics
Humanism
Liberty
Religion
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Amorim, Edson Luis de. Aspectos morais e religiosos da ação política, em Maquiavel. 2010. 123 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11552
Data de defesa: 5-Nov-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Edson Luis de Amorim.pdf1,19 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.