Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11561
Tipo do documento: Tese
Título: Foucault e Deleuze: deserções, micropolíticas, resistências
Título(s) alternativo(s): Foucalt and Deleuze: desertion, micropolitics, resistances
Autor: Alvim, Davis Moreira 
Primeiro orientador: Pelbart, Peter Pál
Resumo: A lista de hipóteses sobre a pós-modernidade é extensa. De forma geral, aqueles que a pensam como um período histórico e não apenas uma tendência estética indicam ao menos dois traços importantes: primeiro, a vitória do efêmero e da banalidade sobre a potência crítica e contestatória existente na modernidade e, segundo, a nova modulação ou mutação do capitalismo do período pós-guerra. Outra direção tomada pelo debate contemporâneo caracteriza nossos tempos pela emergência de um novo poder soberano, que faz do estado de exceção uma regra e transforma o campo de concentração em um paradigma de governo. Em um caso como no outro, as resistências foram submetidas ao silêncio ou colocadas em segundo plano. Para começar a enfrentar o problema, propõe-se a seguinte questão: como se dão as resistências no pós-moderno? Contudo, seria preciso acrescentar ao problema certa inflexão inspirada em Deleuze: como pensar uma resistência em si mesma, independente das categorias do negativo? Assim, foi preciso investigar a noção de resistência, especialmente em alguns escritos de Michel Foucault e Gilles Deleuze e, dessa maneira, averiguar suas contribuições, divergências e encontros em torno do conceito. Busca-se pensar as resistências em si mesmas, livrando-as de condicionantes externos que determinem sua dinâmica, observando sua potência afirmativa, sua força ativa e criadora. Concluímos que as resistências possuem, por um lado, aspectos desertores e micropolíticos que são primordiais em relação ao poder e, por outro, características conectivas e inventivas
Abstract: The inventory of hypotheses about the post-modernity is extensive. Generally, those who think it like a historical period and not only an aesthetic tendency indicates at least two important features: first, the victory of the ephemeral and the banality against the critical power of the modernity and, second, the new modulation or mutation of the postwar capitalism. Another direction taken by contemporary debate characterizes our times by the emergence of a new sovereign power, which makes the state of emergency a rule and turns the concentration camp into to a paradigm of government. In both cases, the resistances were subjected to silence or placed in the background. To approach the problem we propose the following question: how the resistances occur in the post-modern times? However, we must add to the problem an inflection inspired by Deleuze: how to think a resistance in itself, apart of the categories of negative? It was necessary to investigate the notion of resistance, especially in the writings of Michel Foucault and Gilles Deleuze and, in this way, determine his contributions, disagreements and meetings around the concept. We attempt to think the resistance in themselves, freeing them from exogenous factors that determine their dynamics and observing its affirmative power. We conclude that the resistances contain, by one hand, defectors and micropolitical aspects, which are primary in relation to power, and, by another hand, connectives and inventive characteristics
Palavras-chave: Deleuze
Foucault
Resistências
Micropolíticas
Resistance
Micropolitics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Alvim, Davis Moreira. Foucalt and Deleuze: desertion, micropolitics, resistances. 2011. 159 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11561
Data de defesa: 13-Mai-2011
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Davis Moreira Alvim.pdf850,61 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.