???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11577
Tipo do documento: Dissertação
Título: O conceito de tempo em Aristóteles e sua ressignificação como momento oportuno no âmbito da ação humana
Autor: Trevisan, Fred Carlos 
Primeiro orientador: Perine, Marcelo
Resumo: Em toda a obra Aristotélica, o texto denominado pelos especialistas como o 'tratado do tempo', que corresponde do capitulo 10 ao capitulo 14 do livro IV da Física, é onde se encontra a análise mais fecunda e mais precisa de Aristóteles acerca da definição do tempo em seu sentido físico. E, nesse sentido, os primeiros dois capitulas do tratado do tempo, o capitulo 10 e o capitulo 11, são decisivos e constituem uma seqüência argumentativa e coesa que culminará com a definição do conceito de tempo no âmbito físico. Tendo em vista que para se compreender o modo pelo qual o conceito de tempo, utilizado por Aristóteles, eminentemente em sua acepção física, aparece ressignificado corno momento oportuno no âmbito da ética e da política, torna-se primordial e talvez essencial, antes de mais nada, examinar e definir o conceito de tempo no ambito físico. Tendo em vista a ênfase que cada conceito adquire e as especificidades contidas na relação entre os termos da definição do tempo, cabe pois, analisar detalhadamente cada um dos termos a fim de que se possa compreender com maior exatidão o conceito de tempo em sua acepção física. No âmbito da esfera humana, a dimensão prática do homem sete analisar o modo pelo qual o tempo, um conceito eminentemente físico, é apreendido pelo homem. A investigação se voltará para o âmbito da ação humana, procurando compreender sua dimensão axiológica e sua finalidade. Por fim, procurando completar o estudo acerca do conceito de tempo em Aristóteles e sua ressignificação como momento oportuno no âmbito da ação humana cabe ainda saber como o tempo se apresenta no âmbito da ação humana e adquire uma nova ressignificação. Para tanto, esta análise será dividida em três partes: primeiro, se faz necessário compreender o conceito de ação voluntária, de escolha e de deliberação, conceitos essenciais para a prática da ação virtuosa. Após a análise e compreensão destes conceitos, é importante o estudo sobre a phrónesis, conceito imprescindível para o entendimento da ação virtuosa e que servirá de base para a análise da ressignificação do conceito de tempo como momento oportuno, que acontecerá na terceira e última parte do terceiro capitulo
Abstract: The aristotelic text entitled "treat of time", which corresponds from chapter 10 tc chapter 14 in Physics book 4, is where Aristotle's analysis regarding the definition of time in its physical sense is found. According to this purpose, the first two chapters of "treat of time", chapters 10 and 11, are decisive and constitute an argumentative and cohesive sequence that will culminate with the definition of the concept of time concerning its physical bounds. Taking into consideration that to undestand the way in which the concept of time used by Aristotle, mainly in its physical conveyance. comes up with a restructured meaning as the suitable moment in the bounds of ethics and politics, it is fundamental, if not essential, to primarily examine and define the concept of time in the physical bounds. Regarding the emphasis that each concept acquires and the specific qualities contained in the relationship between the terms that define time, it was therefore suitable to analyze in details each one of the terms in order to understand exactly the concept of time in its physical meaning. In the bounds of the human field, the practical dimension of man was analyzed according to the way time, an eminently physical concept, is understood by man. The investigation focuses the bounds of human action by trying tounderstand the dimension of its axiology and its purpose. Finally, trying to complete the study concerning the concept of time in Aristotle and its restructured meaning as the suitable moment in the bounds of human action, it was still the purpose to understand how time is shown in the bounds of human action and acquires a new restructured meaning. Therefore, this analysis was divided in theree parts: first, it was necessary to understand the concept of voluntary action, of choice and deliberation, which are essential concepts to the practice of the virtuous action. After the analysis and understanding of such concepts, it is important to focus on the study about phrónesis,: a fundamental concept for the understanding of the virtuous action and serves as. the basis for the analysis of the restructured meaning of the concept of time as the suitable moment, which takes place in the third and last part of the third chapter
Palavras-chave: Tempo
Momento oportuno
Ressignificação
Time
Suitable moment
Restructured meaning
Aristoteles -- Critica e interpretacao
Tempo -- Filosofia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Trevisan, Fred Carlos. O conceito de tempo em Aristóteles e sua ressignificação como momento oportuno no âmbito da ação humana. 2005. 122 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11577
Data de defesa: 30-Oct-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fred Carlos Trevisan.pdf8,52 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.