???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11645
Tipo do documento: Dissertação
Título: Liberdade cívica, o sonho maquiaveliano
Autor: Andrade, Erlan Rodrigues 
Primeiro orientador: Valverde, Antonio Jose Romera
Resumo: Niccolò di Bernardo dei Machiavelli contribuiu decisivamente para a elaboração das ideias de liberdade política, sob o viés cívico e republicano. Maquiavel ao reler e comentar Tito Lívio exaltou a Roma republicana e os conflitos entre os grandes, que dominavam, e o povo que lutava para não ser dominado, que foram a causa da liberdade de Roma. E a partir disso causou uma ruptura com o pensamento político da Antiguidade e de sua época, ao proclamar o realismo político e inaugurar a moderna análise política. Maquiavel é um autor ímpar na análise da liberdade cívica ao proclamar que o melhor governo é o Republicano, que o povo é o principal defensor da liberdade, que a institucionalização dos conflitos, e não a busca ideal da paz, pode oportunizar a liberdade cívica, dentre outros argumentos. A análise da liberdade cívica maquiaveliana se concentra no Livro Primeiro dos Discursos sobre a Primeira Década de Tito Lívio, principalmente nos primeiros 18 capítulos, haja vista formarem um conjunto teórico sobre as repúblicas. Para inserir o Florentino no debate republicano, do qual fazia parte, busca-se compreender algumas de suas principais categorias: a desunião, tumultos, corrupção, povo, grandes, teoria dos humores, república, verità effetualle, filosofia da história, virtù, fortuna, 'natureza humana', matéria e forma. Muito embora Maquiavel seja um pensador do século XVI, sua contribuição encontra assento em uma sociedade em que o pensamento liberal alcança sua hegemonia, sob uma nova configuração, a qual denomina-se neoliberal, que somada a globalização e às demais práticas hegemônicas geram uma série de medidas econômicas, sociais, jurídicas, políticas e educacionais que minimizam, invalidam e impedem os conflitos através da construção de identidades e suas respectivas justificação e legitimação. Maquiavel foi o autor que através de um sonho de liberdade defendeu o diálogo, o conflito, o dissenso, que muitos condenam sem ponderar e sendo que aquele que examinar bem descobrirá que eles deram origem a boas leis, a ordenações benéficas e a liberdade cívica
Abstract: Niccolò di Bernardo dei Machiavelli contributed decisively to the development of the ideas of political freedom, under the civic and republican bias. Machiavelli reading and commenting Livy exalted republican Rome and conflicts among the Greats, who dominated , and the people who struggled not to be dominated, which were the cause of freedom in Rome. And from that caused a rupture with the political thought of antiquity and his time, in proclaiming political realism in the modern political analysis. Machiavelli is a unique author in the analysis of civic freedom in proclaiming that the best government is the Republican, the people is the main defender of freedom, that the institutionalization of conflict, not the pursuit peace ideal, can propitiate the civic freedom, among other arguments. The analysis of machiavellian civic freedom focuses on the First Book of the Discourses on the First Decade of Livy, especially in the first 18 chapters, considering forming a theoretical set over the republics. To enter in the Florentine in republican debate, which was a part, seeks to understand some of its main categories: disunity, riots, corruption, people, Greats, theory of humors, republic, verità effetualle, philosophy of history, virtù , fortune , 'human nature', matter and form. Although Machiavelli is a thinker of the sixteenth century, its contribution is sitting in a society where liberal thought achieves its hegemony under a new configuration, which is called neoliberal, that added to globalization and others hegemonic practices generate a series of economic, social, legal, politics and educational measures that minimize, invalidate and prevent conflicts by constructing identities and their justification and legitimation. Machiavelli was the author who through a dream of freedom advocated dialogue, conflict, dissent, that many condemn without pondering and someone that examine well, will discover that they gave rise to good laws, the ordinances beneficial and civic freedom
Palavras-chave: Maquiavel
Liberdade cívica
Povo
Corrupção
Machiavelli
Civic freedom
People
Corruption
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Andrade, Erlan Rodrigues. Liberdade cívica, o sonho maquiaveliano. 2013. 132 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11645
Data de defesa: 8-Nov-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Erlan Rodrigues Andrade.pdf894,04 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.