???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11788
Tipo do documento: Tese
Título: O 'conceito' de paradoxo (constantemente referido a Hegel): fé, história e linguagem em S. Kierkegaard
Autor: Amaral, Ilana Viana do 
Primeiro orientador: Gagnebin, Jeanne Marie
Resumo: A presente pesquisa investiga o conceito de paradoxo na obra de S. A. Kierkegaard a partir do dialogo crítico presente na apreensão kierkegaardiana do esforço filosófico de Hegel. Esta investigação busca mostrar as conexões apresentadas no conceito de paradoxo entre a fé, a linguagem e a história, tendo como pano de fundo o diálogo de Kierkegaard com as categorias hegelianas. Considerando que o centro da oposição teórica de Kierkegaard a Hegel é uma crítica à formalização da liberdade histórica a partir de critérios objetivistas, explicitaremos, por meio do diálogo de Hegel e Kierkegaard com Hans Georg Hamann, a apreensão da linguagem como experiência de exteriorização da liberdade. O ponto de partida desta oposição kierkegaardiana está ancorado numa leitura incompatível com uma objetivação tornada autônoma, cujo elemento histórico-referencial é o Estado: ele se mostrará nucleado nas distintas apreensões do espírito realizadas pelos dois autores
Abstract: This present research investigates the concept of paradox in S.A. Kierkegaard´s work, starting from the critical dialogue present in the kierkegaardian apprehension of Hegel´s philosophical effort. This investigation searches to show the connections presented in the concept of paradox between faith, language and history, having as a background Kierkegaard´s dialogue with the hegelian categories. Considering that the center of Kierkegaard´s theorical opposition to Hegel is a critique to historical freedom´s formalization from objectivist criterions, we intend to explicit, by means of Hegel and Kierkegaard´s dialogue with Hans Georg Hamann, that the language´s apprehension is an experience of freedom´s exteriorization. The starting point of this Kierkegaard´s opposition is grounded in a lecture incompatible with an objectivation turned out to be autonomous, whose historical-referencial element is the State: this starting point will show itself nucleated in the spirit´s distinct apprehensions realized by both authors
Palavras-chave: Linguagem
Negatividade
Language
Negativity
Dialectics
Paradox
Kierkegaard, Soren -- 1813-1855 -- Critica e interpretacao
Dialetica
Paradoxos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Amaral, Ilana Viana do. O 'conceito' de paradoxo (constantemente referido a Hegel): fé, história e linguagem em S. Kierkegaard. 2008. 247 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11788
Data de defesa: 21-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ilana Viana do Amaral.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.