???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11798
Tipo do documento: Dissertação
Título: Descartes: da ciência à sabedoria
Título(s) alternativo(s): Descartes: from science to wisdom
Autor: Duarte, Sérgio Pedro 
Primeiro orientador: Perine, Marcelo
Resumo: A dissertação Descartes: Da Ciência à Sabedoria será uma tentativa de compreender que, em Descartes, há uma disposição interior de forçar a inteligência a buscar certezas na subjetividade, que pudessem engendrar um sistema de conhecimentos formando uma ciência. A escolha do método matemático foi a opção que o filósofo encontrou para forçar a inteligência, o espírito, a voltar-se, em primeiro lugar, para conhecer a si próprio, afim de posteriormente pronunciar juízos sólidos e verdadeiros. A preocupação do filósofo em buscar conhecimentos verdadeiros esboça uma idéia de conjunto de seu pensamento, demonstrando que a busca da sabedoria deve levar em consideração os princípios iniciais muito verdadeiros e precisos, cuja certeza passa por uma rigorosa dedução. Descartes comenta que, para quem deseja buscar a sabedoria, é necessário começar pela busca das causas primeiras, isto é, dos princípios, e adianta que o conhecimento dos princípios deve ser igualado ao soberano bem. O entendimento de que em Descartes o mundo recriado é o da autoconsciência, que se manifesta de forma imediata na intuição eu penso, abre possibilidade para a compreensão de que, no ato da recriação, a razão que busca o conhecimento verdadeiro também se manifesta como liberdade, no sentido de livre-arbítrio, pois o sujeito, além de recriar o mundo a partir de suas interpretações, pode fazer julgamentos a partir de princípios construídos na subjetividade ou, até mesmo, tomar decisões no campo da ação. Nessa direção, queremos entender que, em Descartes, há uma necessidade antropológica de criar um espaço interior em que habitualmente o homem possa estar presente, como em sua morada. Esse novo espaço é o da razão, é o espaço da alma humana. A mesma razão que é fundamento para a ciência pode ser o espaço apropriado para o homem que quer aprender a viver no mundo como um sábio
Abstract: The dissertation Descartes: From science to wisdom is an attempt of understanding that, in Descartes, there is an inner disposition in forcing the intelligence in searching certainties in the subjectivity which could build a system of knowledge making a science. The choice of the mathematical method was the option the philosopher found to force the intelligence, the spirit to go back, firstly to get to know himself to pronounce tough and true judgement. The concern of the philosopher in searching true kmowledge partrays an idea of the totality of his thinking, demonstrating that the search for wisdom must take into account the very true and precise initial principies whose certainty faces a hard dedution. Descartes comments that for those seeking for wisdom it is necessary to start from the search of first causes, or , the principies, and adds that the awareness of the principies must be equalized to the sovereign goodness. Understanding that the recreated world in Descartes is the auto conciousness, which manifests in the immediate manner of the intuition, I think, opens the possibility to the understanding that, in the act of recreating the reason that seeks the real knowledge also manifests itself as freedom, in the meaning of free will, because the individual, besides recreating the world from his interpretations, is able to make judgements from principies built on his individuality, or even, making decisions in the area of action. Following, we would accomplish that in Descartes there is an Antropologycal need of creating an inner space where man may be commonly be present, as his dwelling. This new space is the reason space, is the space of the human sou!. The sarna reason that is the base for the science may be the appropriate extent for the man who is willing to learn to live in the world as a wise person
Palavras-chave: Descartes, Rene 1596-1650 -- Conhecimento -- Ciencia -- Critica e interpretacao
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Duarte, Sérgio Pedro. Descartes: da ciência à sabedoria. 2005. 104 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11798
Data de defesa: 30-Nov-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sergio Pedro Duarte.pdf6,16 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.