???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11878
Tipo do documento: Dissertação
Título: Linguagem e alimentação em casos de Prader-Willi e Kabuki: trabalho fonoaudiológico em oficina de cozinha
Título(s) alternativo(s): Language and food in cases of Prader-Willi and Kabuki syndromes: hearing works in kitchen workshops
Autor: Zambotti, Nathalia 
Primeiro orientador: Souza, Luiz Augusto de Paula
Resumo: Estudos recentes da clínica fonoaudiológica infantil têm apontado coocorrência sistemática de problemas de linguagem e de alimentação, tratando as questões fonoaudiológicas ligadas a zona oral sob o conceito de oralidade (GOLSE; GUINOT, 2004). Supõe-se que a boca é território de alimentação, linguagem e afetos (PALLADINO; CUNHA; SOUZA, 2007). O dispositivo terapêutico proposto, a Oficina de Cozinha, tem se mostrado pertinente para crianças com problemas de linguagem, pois remonta cenas simbólicas e inaugurais importantes (BOM et al, 2009). O mesmo dispositivo terapêutico parece ser adequado também ao tratamento fonoaudiológico de crianças portadoras das síndromes de Prader-Willi e Kabuki, por várias razões, entre as quais se destaca a valorização da singularidade biopsíquica dos casos, por meio da implicação entre o falar e o comer, como vigas constitutivas do psiquismo. Objetivo: Descrever e analisar os efeitos do trabalho fonoaudiológico em Oficina de Cozinha nos processos terapêuticos de dois pacientes portadores, respectivamente, das síndromes de Prader-Willi e Kabuki. Método: A pesquisa é um estudo de caso clínico de duas crianças (de 5 anos e de 4 anos) portadoras, respectivamente, da Síndrome de Prader-Willi e de Kabuki, ambas com atraso de linguagem e transtornos alimentares. As crianças participaram durante sete meses de processo terapêutico em Oficina de Cozinha, além de receberem atendimento fonoaudiológico individual. O registro do material clínico foi realizado sistematicamente por escrito, ao longo de cada uma das sessões. Foi realizada a aplicação do PROC Protocolo de Observação Comportamental (ZORZI; HAGE, 2004) para definição do perfil comunicativo-lingüístico de cada criança, antes do início da pesquisa e após sete meses, quando o protocolo foi reaplicado com a finalidade de identificar e elencar possíveis diferenças entre um momento e outro. Resultados: Durante o processo terapêutico foi possível observar que os dois casos modificaram seu funcionamento miofuncional oral e de linguagem. Assumindo a indissociabilidade entre o orgânico e o psíquico, as duas crianças, que apresentam marcas orgânicas irrecusáveis, puderam usufruir de potencialidades da Oficina de Cozinha, por meio das quais a dimensão simbólica atuou na estrutura subjetiva e, por meio dela, também na sobredeterminação das condições orgânicas dos sujeitos estudados. Houve o derrame simbólico que se espera para que as crianças entrem mais efetivamente no funcionamento da linguagem. Conclusão: As Oficinas de Cozinha, na condição de dispositivo terapêutico fonoaudiológico, mostrou-se pertinente à articulação biopsíquica no tratamento de pacientes cujas marcas orgânicas determinam limites e especificidades à aquisição e à circulação na linguagem, como são os casos das síndromes de Prader-Willi e Kabuki
Abstract: Recent studies in children´s hearing clinics have shown the systematic cooccurrence of language and feeding problems, dealing with speech-language questions related to the oral zone under the concept of orality (GOLSE; GUINOT, 2004). It is assumed that the mouth is the territory of feeding, language and emotions (PALLADINO; CUNHA; SOUZA, 2007). The therapeutic method proposed, the Kitchen Workshop, has been shown to be relevant for children with language problems, because it resembles important symbolic and inaugural scenes (ZAMBOTTI, 2008). The same therapeutic method also appears to be suitable for the speech-language treatment of children with Prader-Willi and Kabuki syndromes, for several reasons, amongst which stand out the appreciation of the biopsychic uniqueness of the cases, by means of the relationship between speaking and eating, as constitutive beams of the psyche. Objective: Describe and analyze the effects of the speech-language work in the Kitchen Workshop on the therapeutic processes of two patients with, respectively, Prader-Willi and Kabuki syndromes. Method: The research is a clinical case study of two children (5years old and 4 years old) with, respectively, Prader-Willi and Kabuki Syndrome, both with a delay in speech and eating problems. The children participated in the therapeutic process for seven months in a Kitchen Workshop, as well as receiving individual speech-language treatment. The clinical material was recorded systematically in writing throughout each one of the sessions. The application of the PROC Behavioral Observation Protocol (ZORZI; HAGE, 2004) was done for the definition of the communicative linguistic profile of each child, before the start of the research and after seven months, when the protocol was reapplied with the purpose of identifying and choosing listing possible differences between the one time and the other. Results: During the therapeutic process it was possible to observe that the two cases modified their myo-functional oral functioning and language. Assuming the inseparability between the organ and the psychic, the two children, that showed definite organic marks, could benefit from the potential of the Kitchen Workshop, by means of which the symbolic dimension acted on the subjective structure and, by means of it, also on the domination of the organic conditions of the studied subjects. There was the symbolic stroke that was expected so that the children could more effectively enter into the language functioning. Conclusion: The Kitchen Workshops, in the position of a therapeutic speechlanguage method, showed the relevance of the biopsychic articulation in the treatment of patients whose organic marks determined limits and specifics to acquisition and circulation in language, as in the cases of Prader-Willi and Kabuki syndromes
Palavras-chave: Linguagem
Alimentação
Criança
Language
Feeding
Child
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Zambotti, Nathalia. Language and food in cases of Prader-Willi and Kabuki syndromes: hearing works in kitchen workshops. 2011. 95 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11878
Data de defesa: 21-Feb-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nathalia Zambotti.pdf2,26 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.