???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11879
Tipo do documento: Dissertação
Título: Indicadores de qualidade de um programa de triagem auditiva neonatal seletiva
Título(s) alternativo(s): Quality indicators of a selective newborn hearing screening program
Autor: Barbosa, Laysa Nathália Favacho 
Primeiro orientador: Lewis, Doris Ruthy
Resumo: Introdução: O uso de indicadores tem sido observado como uma prática constante na avaliação e monitoramento dos programas e serviços de saúde, que visam, principalmente, oferecer qualidade aos seus usuários. Esse mecanismo promove a transparência do sistema e permite que novas ações sejam implementadas para que ocorra um melhor desempenho, direcionando, dessa forma, os serviços para níveis de excelência. Objetivo: Analisar os indicadores de qualidade de um programa de triagem auditiva neonatal seletiva em um hospital filantrópico do município de São Paulo. Método: O programa de TAN foi realizado durante o período de quatro meses consecutivos. Participaram 310 neonatos com indicadores de risco para deficiência auditiva. A análise do estudo consistiu na comparação dos resultados encontrados com os indicadores de qualidade propostos pelo Joint Committee on Infant Hearing (2007). Os dados foram analisados tanto mensalmente quanto após os quatro meses, sendo descritos todos os índices encontrados, para melhor compreensão dos resultados. Resultados: A TAN foi realizada em 95,8% (297/310) dos neonatos, sendo que destes, 20,9% (62/297) falharam no exame com o Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico Automático. Um neonato foi encaminhado diretamente para avaliação diagnóstica, pois este apresentou malformação do meato acústico externo na orelha esquerda. Deste modo, foram encaminhados para o retorno, em um período de até 30 dias, 61 neonatos, cujo comparecimento foi de 77,1% (47/61), com idade média de 21,6 dias. Após 30 dias, 17% (8/47) permaneceram apresentando resultados alterados e receberam encaminhamento para avaliação diagnóstica. A taxa de encaminhamento diagnóstico foi de 3% (9/297), sendo que cinco neonatos confirmaram a presença de perda auditiva. A ocorrência de perda auditiva neurossensorial (Espectro da Neuropatia Auditiva) foi de 0,3% (1/297) e perda auditiva condutiva, 1,3% (4/297). A média de idade no início e ao final do diagnóstico foi de 64,9 (2,1 meses) e 82,1 dias (2,7 meses). Conclusão: Todos os indicadores de qualidade propostos pelo JCIH (2007), exceto um indicador referente à confirmação de perda auditiva, foram alcançados em um período de três meses, sendo, desta forma, o programa de TAN seletiva considerado satisfatório
Abstract: Introduction: The use of indicators has been observed as a constant practice in the assessment and monitoring of programs and health services, which aim primarily to provide quality to its users. This mechanism promotes the transparency of the system and allows that new actions can be implemented. In this way, a better performance, leads to quality assurance. Objective: To analyze the quality indicators of a selective newborn hearing screening program in a philanthropic hospital in São Paulo. Method: During the period of four consecutive months, the NHS program was performed. The study included 310 neonates with risk indicators for hearing loss. The analysis of the study aimed to compare the results found to the quality indicators proposed by the Joint Committee on Infant Hearing (2007). The data were analyzed monthly and after four months. Results: The NHS was performed in 95.8% (297/310) of neonates, and of these, 20.9% (62/297) referred the test with Automatic Auditory Brainstem Response. One neonate was referred directly to diagnostic evaluation because he presented external auditory canal malformation in the left ear. Thus, 61 neonates were referred and had the need to the return in a period of 30 days. The attendance for retest was 77.1% (47/61), with a mean age of 21.6 days. After 30 days, 17% (8/47) still referred and needed diagnostic evaluation. The rate for diagnosis attendance was 3% (9/297), and five newborns have confirmed the presence of hearing loss. The occurrence of sensorineural hearing loss (Auditory Neuropathy Spectrum Disorder) was 0.3% (1/297) and conductive hearing loss was 1.3% (4/297). The mean age at the beginning and end of diagnosis was 64.9 (2.1 months) and 82.1 days (2.7 months). Conclusion: All of quality indicators proposed by JCIH (2007), except for one indicator relating to the confirmation of hearing loss, were achieved in three months, and thus the selective NHS program was considered satisfactory
Palavras-chave: Indicadores
Triagem
Recém-nascido
Audição
Indicators
Screening
Newborn
Hearing
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Barbosa, Laysa Nathália Favacho. Quality indicators of a selective newborn hearing screening program. 2011. 114 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11879
Data de defesa: 23-Feb-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Laysa Nathalia Favacho Barbosa.pdf2,06 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.