???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11962
Tipo do documento: Dissertação
Título: Desempenho fonológico de um grupo de crianças brasileiras que frequentam escola bilíngue
Título(s) alternativo(s): Phonological performance of a group of children attending bilingual school
Autor: Genaro, Karin Luzia Ximenes de
Primeiro orientador: Cunha, Maria Claudia
Resumo: A aquisição de linguagem oral de crianças expostas a duas ou mais línguas, além de uma demanda clínica, justifica-se como problema de investigação científica. Objetivo: analisar comparativamente o desempenho fonológico de crianças brasileiras, na faixa etária de 3;3 a 6;0 anos, que frequentam escolas bilíngues ou monolíngues. Método: Pesquisa de natureza quantitativa desenvolvida por meio de estudo exploratório. Casuística: 120 crianças brasileiras, filhas de pai e mãe brasileiros falantes da língua portuguesa que frequentam escola bilíngue (Grupo pesquisa/GP) e 51 crianças também brasileiras que frequentam escola monolíngue (Grupo controle/GC). Procedimento: Os sujeitos do GP e GC foram avaliados individualmente pela pesquisadora por meio do instrumento para avaliação da Fonologia do Teste ABFW (Wertzner, 2000). Critérios de interpretação dos resultados: Foi realizada a análise descritiva dos dados por meio de frequências absolutas e relativas, medidas de tendência central (média e mediana) e dispersão (desvio-padrão, mínimo e máximo). Para variável idade, utilizou- se o teste não paramétrico Mann-Whitney. Para a análise da associação entre as variáveis independentes qualitativas e o desfecho dicotômico crianças sem disfunção fonológica e com disfunção fonológica, utilizou-se o teste do qui-quadrado. Resultados e discussão: a maioria dos sujeitos desta pesquisa (83,6%) não apresentou alterações fonológicas e, quando estas estiveram presentes, somente a variável sexo não se mostrou associada a presença da alteração fonológica. Quanto à idade, também observou-se associação com alterações fonológicas. Foi possível afirmar que os bilíngues apresentaram menor probabilidade de alterações fonológicas quando comparados aos monolíngues, independentemente das variações nas respectivas medianas de idade. Conclusão: Na população estudada, a aquisição simultânea de duas línguas por crianças brasileiras inseridas em ambiente linguístico coincidente com a sua língua materna, não prejudicou a aquisição fonológica do português
Abstract: The oral language acquisition of children exposed to two or more languages in addition to a clinical demand is justified as a problem of scientific research. Objective: To comparatively analyze the phonological performance of Brazilian children aged 3; 3-6; 0 years, attending monolingual or bilingual schools. Method: A quantitative research developed through exploratory study. Casuistry: 120 Brazilian children, children of father and mother Brazilian Portuguese speakers who attend bilingual school (Research group / GP) and 51 children who attend school also Brazilian monolingual (control group / GC). Procedure: The subjects of GP and GC were evaluated individually by the researcher through the instrument to assess the ABFW Phonology Test (Wertzner, 2000). Criteria for interpretation of results: We performed a descriptive analysis of the data by means of absolute and relative frequencies, measures of central tendency (mean and median) and dispersion (standard deviation, minimum and maximum). For the age variable, we used the nonparametric Mann-Whitney test. To analyze the association between the independent variables and the qualitative dichotomous outcome children without phonological impairment and phonological dysfunction, we used the chi-square test. Results and discussion: the majority of subjects in this study (83.6%) had no change phonological and when they were present, only the gender variable was not associated with the presence of phonological change. Regarding age, also showed an association with phonological disorders. It can be said that bilinguals were less likely to phonological disorders when compared to monolinguals, regardless of variations in their median age. Conclusion: In this population, the simultaneous acquisition of two languages by Brazilian children inserted into linguistic environment coincident with their mother tongue, did not impair the acquisition of phonological Portuguese
Palavras-chave: Bilinguismo
Multilinguismo
Avaliação
Desenvolvimento infantil
Linguagem infantil
Desenvolvimento da linguagem
Bilingualism
Multilingualism
Evaluation
Child development
Child language
Language development
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Genaro, Karin Luzia Ximenes de. Phonological performance of a group of children attending bilingual school. 2013. 65 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11962
Data de defesa: 11-Jul-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Karin Luzia Ximenes de Genaro.pdf416,61 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.