???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11975
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise das características da voz falada de mulheres idosas com prática de canto coral
Título(s) alternativo(s): Analysis of the spoken voice characteristics of elderly women with choir singing practice
Autor: Aquino, Fernanda Salvatico de 
Primeiro orientador: Ferreira, Léslie Piccolloto
Resumo: Objetivo: Analisar as características da voz falada de mulheres idosas com prática de canto coral. Métodos: Fizeram parte deste estudo 75 idosas de 63 a 82 anos, sendo 50 participantes de corais de terceira idade (grupo de coristas GC) e 25 participantes de atividades que não envolvessem o uso da voz cantada (grupo de não coristas GNC). Os grupos foram pareados quanto à idade, com média de 71 anos (desvio padrão de 5,22). Para caracterização das idosas, foi aplicado um questionário com perguntas sobre dados sociodemográficos (idade, atividade profissional realizada anteriormente e atualmente), hábitos de vida e referentes ao bem estar vocal (hidratação, prática de atividades físicas, etilismo, tossir, pigarrear, falar alto e gritar) e aspectos vocais (dificuldades, cansaço e modificação ao longo do tempo), além da solicitação para definir a própria voz em uma palavra. Em especial para o GC, foram apresentadas ainda perguntas referentes ao tempo que canta, às horas de prática semanal e às dificuldades percebidas. A seguir, foi coletada dos dois grupos a amostra de fala (emissão da vogal /a/ sustentada, repetições de sentenças e um trecho de fala espontânea), que foram avaliadas por três fonoaudiólogas com experiência na área de voz pelo instrumento de análise perceptivo-auditiva denominado CAPE-V. Foram utilizados os resultados apontados pela juíza que apresentou maior concordância entre as respostas. Resultados: 90% das idosas coristas e 88% das não coristas relataram ter exercido profissões no passado e 24% de ambos os grupos ainda as realizam. Especificamente para o GC, o tempo de participação em coros variou entre cinco anos e oito meses a 58 anos (dp=8,7), com média de prática semanal de três horas e meia, variando entre duas e dez horas (dp=1,9) e 16% delas referiram dificuldades em relação à prática do canto. Quanto aos hábitos, apresentaram diferença significativa na comparação dos grupos a ingestão de água e a prática de atividades físicas, em maior número para o GC. Não foram observadas diferenças nos aspectos vocais e na percepção de modificação ao longo do tempo. Na definição da própria voz em uma palavra o termo grave foi significativamente mais referido pelo grupo de coristas. Na análise perceptivo-auditiva, o GNC apresentou diferenças significativas nos escores relacionados a alteração do grau geral e presença de rugosidade e tensão. Conclusão: A análise das características da voz falada de idosas com prática de canto coral, quando comparada àquelas que não a realizam, apontou para melhor qualidade vocal no aspecto geral, em decorrência de menor grau de rugosidade e tensão. Na caracterização dos sujeitos, o registro de hábitos de maior consumo de água e prática de atividade física diferenciou os grupos, a favor das idosas coristas. Descritores: Envelhecimento; Voz; Idoso
Abstract: Purpose: To analyze the spoken voice characteristics of elderly women with choir singing practice. Methods: The subjects of this study were 75 elderly women aged in between 63 and 82 years, 50 of which participated in senior choirs (choir group CG) and 25 participated in activities that did not involve singing (non-choir group NCG). The groups were paired according to age, with a mean age of 71 (standard deviation of 5.22). A questionnaire with questions on sociodemographic data (age, past and present professional activity), daily life habits and vocal well-being (hydration, physical activities alcohol intake, cough, phlegm, speaking loudly and yelling) and vocal aspects (difficulties, tiredness and changes throughout time) was used in order to characterize the subjects, who were also asked to define their own voices in one word. In addition, the CG answered questions regarding for how long they had been singing, hours of weekly practice and difficulties perceived. Then, both groups had speech samples collected (sustained vowel /a/, sentence repetition and spontaneous speech), that were evaluated by three Speech- Language Pathologists, experienced in the field of voice using the CAPE-V auditory perceptive analysis tool. The assessment results considered were those from the judge that had the greatest agreement among the answers. Results: 90% of the choir singing subjects and 88% of the non-singing subjects reported having worked in the past, and 24% in both groups still work. Specifically for the CG, the time of choir participation varied between five years and eight months and 58 years (sd=8.7), with mean weekly practice of three and a half hours, varying between two and tem hours (sd = 1.9) and 16% of them reported difficulties in their singing practices. As far as habits, there was a significant difference in the comparison of the groups in regard to water intake and physical activity practice, both in greater numbers in the CG. There were no differences in the vocal aspects and perception of changes over time. In the definition of their own voice in one word, the term low-pitched was significantly more reported by the group of choir singers. In the auditory perceptive analysis, the NCG had significant differences in the scores related to the general grade and presence of roughness and tension. Conclusion: The analysis of the spoken voice characteristics of elderly women with choir singing practice, when compared to those who do not have it, showed better voice quality in general due to lower degrees of roughness and tension. In subject characteristics, the reports of higher water intake and physical activity practices differentiated the groups, in favor of the choir singing elderly women
Palavras-chave: Voz falada
Canto coral
Spoken voice
Choir singing
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Aquino, Fernanda Salvatico de. Analysis of the spoken voice characteristics of elderly women with choir singing practice. 2013. 64 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11975
Data de defesa: 16-Dec-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernanda Salvatico de Aquino.pdf476,03 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.