???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11998
Tipo do documento: Dissertação
Título: Relação entre a presença de sinais videolaringoscópicos sugestivos de refluxo laringofaríngeo e distúrbio de voz em professoras
Autor: Andrade, Bruna Mateus Rocha de 
Primeiro orientador: Ferreira, Léslie Piccolloto
Resumo: No Brasil a profissão de professor é considerada de alto risco para a presença do distúrbio de voz. Dentre os diferentes fatores patológicos responsáveis por isso, o refluxo laringofaríngeo (RLF) tem sido registrado em professores com distúrbio de voz. Objetivo: Analisar a relação entre a presença de sinais videolaringoscópicos sugestivos de refluxo laringofaríngeo e o distúrbio de voz em professoras que buscam por atendimento. Método: pesquisa, de natureza transversal, com amostra por conveniência que teve como critérios de inclusão, ser maior de 18 anos, procurar atendimento em um Setor de otorrinolaringologia de um hospital público de São Paulo, no período compreendido entre agosto de 2013 a maio de 2014 (total de 10 meses), ser professor do sexo feminino (uma vez que mulheres procuram em maior número o referido Setor), com queixa de distúrbio de voz (DV) ou de RLF. Os fatores de exclusão foram: ser fumante e apresentar alterações respiratórias. Nessa direção, a amostra inicial foi de 158 professoras e após exclusão de sujeitos, 121 professoras compuseram a amostra final. Todos os sujeitos foram submetidos aos seguintes instrumentos: Condição de Produção Vocal Professor (CPV-P), incluindo o Índice de Triagem para Distúrbio de Voz (ITDV); e Índice de Desvantagem Vocal (IDV). Foi feita coleta de amostra de fala para avaliação da qualidade vocal, realizada por fonoaudiólogas, por meio a escala GRBASI. Todas as participantes foram submetidos a avaliação médica otorrinolaringológica. Foi realizada a análise descritiva e análise de diferenças de médias. Para verificar a associação entre as variáveis independentes à variável desfecho RLF foi utilizado o teste do Qui-Quadrado, ou teste Exato de Fisher. Resultados: Foram avaliadas 121 professoras, com média de idade de 43 anos, e média de 7,8 horas/aula por dia. Somente 24,0% (n=29) das professoras não apresentaram lesões em pregas vocais (PPVV) e 42,1% (n=51) apresentaram sinais videolaringoscópicos sugestivos de RLF. No total, verificou-se que o sintoma rouquidão do ITDV obteve maior registro de ocorrência. No grupo com presença de sinais de RLF, os sintomas mais relatados foram: garganta seca, rouquidão e pigarro; e média do IDV foi de 17,9. No grupo de professoras que não apresentaram sinais sugestivos de RLF os sintomas foram rouquidão, falha na voz e cansaço ao falar; e média do IDV foi de 16,4. Não houve associação entre sinais de RLF e distúrbio de voz. Na análise de regressão logística binária múltipla, os fatores independentes para o RLF foram idade, presença de fenda em pregas vocais e escore do IDV (13-20). Conclusão: A presença de sinais videolaringoscópicos sugestivos de RLF registrado em quase metade das professoras estudadas não esteve associado a presença de DV. A relação foi registrada nas professoras: mais velhas; nas que apresentavam presença de fenda em pregas vocais; e nas que faziam autorreferência a desvantagem vocal em escore do IDV
Abstract: In Brazil, the teaching profession is considered at high risk for the presence of the voice disorder. Among the different pathological factors responsible for this, laryngopharyngeal reflux (LPR) has been registered teachers with voice disorders. Objective: To analyze the relationship between the presence of videolaryngoscopic signs suggestive of laryngopharyngeal reflux and voice disorders in teachers looking for care. Method: research, transversal, convenience sample that had as inclusion criteria, be 18 years old, seeking care in a sector of Otorhinolaryngology of a public hospital in São Paulo, in the period from August 2013 to May 2014 (total of 10 months), being a teacher female (once women seek a greater number said Sector) with voice disorders (VD) or LPR. The exclusion criteria were: smoking, and provide respiratory changes. In this sense, the initial sample of 158 teachers and after exclusion of subjects, 121 teachers were included in the final sample. All subjects underwent the following instruments: Vocal Production Condition - Teacher (VPC-T), including the Screening Index for Voice Disorder (SIVD); and Voice Handicap Index (VHI). Sample collection was made speech for assessing voice quality, made by speech therapists through the GRBASI scale. All participants underwent otorhinolaryngologic medical evaluation. Descriptive analysis and analysis of mean differences was performed. The relationship between the independent variables to the variable LPR outcome we used the chi-square or Fisher's exact test. Results: A total of 121 teachers, mean age of 43 years and a mean of 7.8 hours / class per day. Only 24.0% (n = 29) of the teachers no lesions on the vocal folds and 42.1% (n = 51) had videolaryngoscopic signs suggestive of LPR. In total, it was found that the symptom of hoarseness SIVD got higher occurrence record. In the group with presence of LPR signals, the most common symptoms were: dry throat, hoarseness and throat clearing; VHI and mean was 17.9. In the group of teachers who did not show signs suggestive of LPR symptoms were hoarseness, failure in voice and vocal fatigue; VHI and mean was 16.4. There was no association between LPR signals and voice disorder. In the multiple binary logistic regression analysis, the independent factors for the LPR were age, presence of vocal slot and VHI score (13-20). Conclusion: The presence of videolaryngoscopic signs suggestive of LPR registered in almost half of the studied teachers was not associated with presence of VD. The relationship was recorded in teachers: older; in presenting the presence of vocal slot; and those who were self-reference vocal handicap VHI score
Palavras-chave: Refluxo laringofaríngeo
Distúrbios da voz
Docentes
Laryngopharyngeal reflux
Voice disorders
Faculty
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Andrade, Bruna Mateus Rocha de. Relação entre a presença de sinais videolaringoscópicos sugestivos de refluxo laringofaríngeo e distúrbio de voz em professoras. 2015. 56 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11998
Data de defesa: 26-Jan-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruna Mateus Rocha de Andrade.pdf769,56 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.