???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12037
Tipo do documento: Dissertação
Título: O incômodo em relação ao ruído urbano em taxistas do município de São Paulo-SP
Título(s) alternativo(s): Annoyance related about noise among taxi drivers in the city of São Paulo-SP
Autor: Grüdtner, Marjorie Juliana Silva 
Primeiro orientador: Fiorini, Ana Claudia
Resumo: A exposição ao ruído pode causar alterações tanto auditivas como não auditivas. Dentre os efeitos mais preocupantes desta exposição na saúde está o incômodo. O incômodo causado pelo ruído pode levar a diversas respostas negativas como a ansiedade, agitação, decepção, depressão, distração, exaustão, insatisfação, raiva. Objetivo: Verificar o incômodo e outras queixas de saúde relacionados ao ruído urbano em taxistas do município de São Paulo. Método: A amostra foi constituída por 153 taxistas. A investigação do incômodo provocado pelo ruído e outros efeitos, foi realizado por meio do questionário adaptado, baseado em Ferreira (2013). A análise estatística foi realizada pra verificar as associações entre as variáveis do estudo e os quatro desfechos (incômodo, estresse, dificuldade de comunicação e autopercepção da perda auditiva). Para a análise de confiabilidade do questionário foi utilizado do teste de Alpha de Cronbach. Resultados: A maioria dos taxistas (73,86%) não faz nenhuma menção à quietude ou tranqüilidade quanto ao seu local de trabalho e 83% considera o barulho de moderado a intenso. 58,48%acha que contribui para o ruído existente. As principais fontes de ruído externas ao veículo citadas pelos taxistas foram o tráfego de veículos, construção civil e o comércio. Quanto aos efeitos adversos do ruído, os mais observados foram: estresse, incômodo, dificuldade para se comunicar e entender o que os outros falam, mau humor, irritação, cansaço e o zumbido. 60% dos taxistas acham que o ruído pode prejudicá-los de alguma forma, sendo o estresse (11,11%) e a perda auditiva (9,15%) os mais citados. Para diminuir o ruído 43,14% sugeriram a educação e a conscientização dos indivíduos. Em relação à audição, somente 32,68% acha que ouve da mesma forma que ouvia antes. Foram encontradas associações significativas com os quatro desfechos com as seguintes variáveis: a falta de atenção, tontura, mau humor, incômodo, aumento de pressão, zumbido, cansaço, falta de apetite, interferência na eficiência do trabalho e na execução de tarefas. Enquanto para os três primeiros desfechos (incômodo, estresse e a dificuldade de comunicação) a variável com significância foi à autopercepção de alteração da audição. As variáveis: irritação, eficiência no trabalho, incômodo com sons fortes, desatenção, entender o que os outros falam apareceram associadas somente aos desfechos de estresse e dificuldade de comunicação com os outros. Conclusão: Incômodo, o estresse, a dificuldade de se comunicar e a autopercepção da perda auditiva foram estatisticamente associados com o ruído urbano e com vários efeitos adversos na saúde, decorrentes desta exposição. A consistência interna (confiabilidade) do questionário utilizado na pesquisa foi excelente
Abstract: Continuous noise exposure can cause hearing effects and non-hearing. The annoyance is the one of the most important effect of noise exposure. The annoyance of exposure of noise can cause several negative responses such as anxiety, restlessness, disappointment, depression, distraction, exhaustion, dissatisfaction, anger. Purpose: To evaluate the annoyance and the others complaints by noise among taxi drivers in the city of São Paulo-SP. Method: The sample size was 153 taxi drivers. Auditory and non auditory noise effects was conducted through a questionnaire adapted, based on Ferreira (2013). Statistical analysis was performed using the chi-square test to assess the association between the study variables and four outcomes (annoyance, stress, communication disorders and hearing loss). Cronbach s Alpha Test was used to analyze the questionnaire reliability. Results: Most taxi drivers (73.86%) makes no mention of quiet or tranquility as their place of work and 83% consider the noise of moderate to intense. 58.48% think that adds to the existing noise. The main sources of noise outside the vehicle taxi drivers were cited by the vehicle traffic, construction and trade. The adverse effects of noise, the most observed were: stress, discomfort, difficulty communicating and understanding what others say, moodiness, irritability, fatigue and tinnitus. 60% of taxi drivers think the noise can harm them in some way, and the stress (11.11%) and hearing loss (9.15%) were the most cited. To decrease the 43.14% noise suggested education and awareness of individuals. Regarding the hearing, only 32.68% think that hears the same way he heard before. Significant associations were found with the four outcomes with the following variables: the lack of attention, dizziness, moodiness, annoyance, pressure rise, tinnitus, fatigue, lack of appetite, interference with work efficiency and implementation tasks. As for the first three outcomes (annoyance, stress and communication difficulties) the variable with significance was the hearing of the change in self-perception. Variables: irritation, work efficiency, uncomfortable with loud sounds, inattention, understand what others say appeared related only to stress outcomes and difficulty communicating with others. Conclusion: annoyance, stress, difficulty communicating and self-perception of hearing loss were statistically associated with urban noise and several adverse health effects resulting from this exposure. The internal consistency (reliability) of the questionnaire used in the survey was excellent
Palavras-chave: Ruído
Incômodo
Poluição sonora
Questionários
Noise
Annoyance
Noise pollution
Questionnaires
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Grüdtner, Marjorie Juliana Silva. Annoyance related about noise among taxi drivers in the city of São Paulo-SP. 2015. 103 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12037
Data de defesa: 17-Nov-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marjorie Juliana Silva Grudtner.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.