???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12061
Tipo do documento: Dissertação
Título: Teste de detecção de intervalos aleatórios de silêncio em crianças com história de otite média recorrente
Título(s) alternativo(s): Random gap detection test in children with recorrent otitis media
Autor: Lapertosa, Claudia Zanforlin
Primeiro orientador: Santos, Teresa Maria Momensohn dos
Resumo: Introdução: A otite média é um processo inflamatório da orelha média de grande ocorrência na população infantil, sendo considerada um problema de saúde de caráter mundial. A presença de perda auditiva periférica e flutuante observada em alguns casos de otite média pode ocasionar alteração da percepção dos estímulos auditivos complexos, inclusive a fala. Esta alteração na percepção do sinal acústico pode causar prejuízo na representação de sons e nas habilidades auditivas que envolvem o reconhecimento da fala em ambientes ruidosos, memória auditiva, interação binaural e processos temporais. Objetivo: investigar o processamento auditivo temporal através do teste de detecção de intervalos de silêncio em crianças que tiveram otite média recorrente nos primeiros anos de vida. Método: Foram selecionadas 26 crianças com idade entre 7 e 8 anos que obedeciam aos seguintes critérios: ter histórico de 3 a 4 episódios de otite média/ano nos primeiros anos de vida, ter histórico de 3 a 4 episódios no primeiro anos de vida, ou ter timpanometria do tipo B ou C no momento da avaliação. As crianças foram submetidas à audiometria tonal, logoaudiometria, medida da imitância acústica e à pesquisa do limiar de intervalo de silêncio - RGDT (Random gap detection test). Resultado: Foi observado um aumento dos limiares do RGDT na freqüência de 1000 Hz nas crianças que tinham curva tipo B na timpanometria, assim como em relação ao reflexo do músculo estapédio contralateral alterado na mesma freqüência. Não houve correlação entre os valores do limiar do RGDT e o número de episódios de otite média. Os valores de média encontrados foram de 10 ms, desvio-padrão (dp)=2,7 ms, mediana=10 ms, moda=10ms, e valor mínimo encontrado igual a 5 ms e máximo igual a 15 ms. Comparados estes resultados com os de Dias (2004) estes valores foram maiores que os encontrados em crianças sem histórico de problema de ouvido ou de aprendizagem. Conclusão: a otite média recorrente nos primeiros anos de vida pode acarretar aumento na detecção de intervalos de silêncio o que pode explicar algumas das dificuldades de discriminação de ponto e modo articulatório encontradas nestas crianças
Abstract: Introduction: otitis media is an inflammatory disease of middle ear that has greater occurrence on pediatric population, being considered a helth public problem all around the world. Peripheral ans fluctuanting hearing loss may be observed and this may cause a disturbance on the complex auditory stimuli perception, including speech. This altered auditory perception may cause difficulties on sound acoustics representation and on the auditory abilities related to speech in noise recognition, auditory memory, binaural interaction and temporal processing. Objective: to investigate the temporal auditory processing throug random gap detection test in a group of children with recurrent otitis media history on the early year of life. Method: 26 children, aged from 7 of 8 years old, according to one these criteria: otological history of 3 to 4 episodes of otitis media/year on the early years of life; 3 to 4 episodes of otitis media on their first moment life; type B ou C tympanometry at the moment of audiological evaluation. All the children were submited to the following procedures pure tone audiometry, speech audiometry, acoustic immitance measurement and to randm gap detection test (RGDT). Results: data showed RGDT hreshold longer for the frequency of 1000 Hz on the group of children with a type B timpanometry; the same happens with the group that showed abnormal acoustc reflex for 1000 Hz. Averange values for RGDT threshold ere 10 ms, sd of 2,7 ms, median of 10 ms, mode of 10 ms, minimum value was 5 ms an maximum was 15 ms. Compared to Dias (2004) values, the otitis media group showed longer threshold values. Conclusion: recurrent otitis media on early life years may produce a enlargement on the detection of silent intervals threshold
Palavras-chave: Processamento temporal auditivo
RGDT
Random gap
Otitis media
Temporal auditory processing
RGDT
Audiologia
Otite media
Aquisicao de linguagem
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Lapertosa, Claudia Zanforlin. Teste de detecção de intervalos aleatórios de silêncio em crianças com história de otite média recorrente. 2006. 71 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12061
Data de defesa: 31-Jul-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ClaudiaLapertosa.pdf405,63 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.