???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12066
Tipo do documento: Dissertação
Título: A voz e hábitos de vida em frequentadores do Parque do Ibirapuera
Autor: Chaves, Alessandra Franco 
Primeiro orientador: Fiorini, Ana Claudia
Resumo: Objetivo: O uso da voz e suas possíveis relações com os hábitos de vida têm despertado interesse na comunidade científica. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi estudar as relações entre a voz e os hábitos de vida em freqüentadores de um parque público do município de São Paulo, SP. Métodos: Tratou-se de um estudo epidemiológico do tipo transversal, realizado com 400 freqüentadores do Parque Ibirapuera, por meio da aplicação de um protocolo composto de 32 questões referentes a dados de identificação, hábitos de vida, saúde geral e percepção vocal. Resultados: Dos 400 sujeitos, 295 (51,2%) eram homens e 195 (48,8%), mulheres. Metade dos participantes (50%) declarou-se praticante de atividade física e a maioria (65%) mencionou freqüentar o parque durante a semana. Apenas 87 (21,8%) eram profissionais da voz. O hábito de fumar foi mencionado por 74 (18,5%) dos participantes; o consumo de álcool, por 146 (36,5%) e o de drogas ilícitas, 19 (4,8%). 72 (18%) sujeitos relataram problemas de saúde. A maioria, 252 (63%), achou que a voz estava boa; 119 (29,8%), regular e 29 (7,2%), ruim. Em relação à voz hoje , 220 (55%) referiram que a mesma estava boa; 141 (35,3%), regular e 39 (9,7%), ruim. O problema de voz foi referido por 107 (26,8%). A análise de regressão logística múltipla indicou as seguintes chances para problemas de voz: 1,64 para o sexo feminino, 2,24 para auto-avaliação de voz regular , 2,45 para voz ruim , 1,77 para profissionais da voz, 1,67 para os que freqüentam o parque nos finais de semana e 2,55 para os que tinham ou têm problema de saúde que possam afetar a voz. Conclusões: Nesta pesquisa, o problema de voz apresentou relação com as seguintes variáveis: sexo feminino, ser profissional da voz, auto-percepção da voz, freqüentar o parque aos finais de semana e ter problemas de saúde
Abstract: Objective: The scientific community has studied the voice s use and it s possible relation with the life habits. Therefore, this paper s objective was to study the relations between voice and life habits of visitors in a public park in the city of São Paulo, Brazil. Methods: The research is about an epidemiological study that was made with 400 Ibirapuera s Park visitors. A protocol with 32 questions about identification, life habits, general health and vocal perception was applied. Results: Among the 400 visitors, 295 (51.2%) were males and 195 (48.8%) were females. Half of the participants (50%) are used to practicing exercises and the majority (65%) goes to the park during the week. Just 87 (21.8%) were voice professionals. The smoking habit was mentioned by 74 (18.5%) of the participants, the use of alcohol by 146 (36.5%) and the use of illicit drugs by 19 (4.8%). 72 (18%) visitors referred to health problems. The majority, 252 (63%), mentioned that their voice was good, 119 (29.8 %) regular and 29 (7.2%) bad. Regarding the present voice, 220 (55%) referred that it was good, 141 (35.3%) regular and 39 (9.7%) bad. A voice problem was referred by 107 (26.8%). The logistic regression analysis pointed the following chances for voice problems: 1.64 for female, 2.24 for voice self valuation as regular , 2.45 as bad voice, 1.77 for voice professionals and 1.67 for the weekend park s visitors and 2.55 for people that had or have health problems that could affect voice. Conclusions: At the present research, the voice problem presented relation with the following variants: female gender, being a voice professional, voice self-valuation, frequent the park on weekends and health problems
Palavras-chave: Voz
Estilos de vida
Disturbios da voz
Doencas profissionais
Epidemiologia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Chaves, Alessandra Franco. A voz e hábitos de vida em frequentadores do Parque do Ibirapuera. 2005. 107 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12066
Data de defesa: 30-Mar-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File SizeFormat 
DISSERTACAO EM PDF .pdf1,22 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.