Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13131
Tipo do documento: Tese
Título: O Brasil descortinado por Caio Prado Jr.: gênese e reiteração do círculo vicioso
Autor: Souza, Ângela Maria 
Primeiro orientador: Rago Filho, Antonio
Resumo: Este trabalho objetiva clarificar a análise desenvolvida pelo intelectual-militante marxista Caio Prado Júnior (1907-1990) sobre a história do Brasil, da colônia aos anos 60 do século XX, a partir do eixo do círculo vicioso, em suas especificidades históricas, sobre o qual se erigiu e se repôs a sociabilidade brasileira. Trata-se da ampliação necessária do estudo iniciado no mestrado (O Brasil de Caio Prado Jr. nas páginas da Revista Brasiliense 1955-64, Dissertação defendida em 2004), de vez que, embora considerado um clássico, o historiador paulistano é pouco conhecido por sua própria letra. Ademais, a sua vasta produção intelectual acerca da realidade nacional pode oferecer amplos elementos de pesquisa, ainda não esgotados. Para a execução desse trabalho adotou-se como parâmetro analítico a análise imanente de seus escritos, que implica a apreensão dos nexos centrais que sustentam o pensamento do autor, procurando respeitar a natureza mesma de sua produção, ou seja, como ele a concebeu e a manifestou. Na investigação de suas obras sobre Brasil, constatou-se um traço marcante que as perpassa: a reiteração do círculo vicioso correntemente denunciado, a saber, tratava-se de uma economia exógena, que não atendia prioritariamente aos interesses internos. Produto do estatuto colonial já em sua gênese e que foi se cristalizando com o tempo, conformando um crescimento desigual e subordinado, o que comprometeu um desenvolvimento auto-sustentado e impediu que o país transitasse de uma economia colonial para uma economia nacional. Círculo vicioso este que, ao longo da história, foi composto de elementos e situações diversos, mas que manteve sua base essencial, a exclusão das classes trabalhadoras dos resultados da riqueza produzida e dos processos políticos, o baixo padrão de vida das classes populares e a violência costumeira desencadeada contra elas. É a constatação da presença funesta do passado ainda no nosso presente que, iniciado na colônia, não foi rompido no processo de independência e foi reiterado na república
Abstract: This work intends to clarify the analysis developed by the marxist, militant and intellectual Caio Prado Júnior (1907-1990) about the Brazilian history, from colony to 1960s, based on the vicious circle, in its historical specificities, over which the Brazilian sociability was built and restored. It is the necessary enlargement of the study developed in the master´s dissertation (The Brazil of Caio Prado Jr. in the Revista Brasiliense 1955-64, presented in 2004), since although considered classic, the historian from São Paulo is known very little by his own texts. Besides that, his huge intelectual works about the Brazilian reality can offer vast elements of research not yet exhausted. To elaborate this study it was adopted as analitical parameter the imanent analysis of his works, which implies the apprehension of the central nexes which support the author´s thinking, trying to respect the nature itself of his production, that is, the way he conceived and expressed it. In the investigation of his works about Brazil, it was verified a remarkable aspect in all of them: the reiteration of the vicious circle commonly denounced, that is, it was an exogenous economy considered as a priority to the detriment of the domestic interests. Product of the colonial statute in its origin and which became crystallized along the years, configurating an unequal and subordinate growth, which endangered a self-sustained development and also obstructed the country´s transition from a colonial economy to a national economy. Vicious circle which along history, was made of several elements and circumstances but which kept its essencial basis, the exclusion of the working classes from the results of the wealth produced and from the political processes, the hard living conditions of popular classes and the usual violence unleashed against them. It makes clear the presence of the unlucky past in our present which, launched during the colony, it was not defeated in the process of independence and was reaffirmed during the republic
Palavras-chave: História do Brasil
Historiografia brasileira
History of Brazil
Brazilian historiography
Prado Junior, Caio -- 1907-1990 -- Critica e interpretacao
Brasil -- Historia
Brasil -- Historiografia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Souza, Ângela Maria. O Brasil descortinado por Caio Prado Jr.: gênese e reiteração do círculo vicioso. 2009. 299 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13131
Data de defesa: 29-Mai-2009
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Angela Maria Souza.pdf12,8 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.