???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13468
Tipo do documento: Tese
Título: Um estudo sobre a autonomia docente e o trabalho do professor universitário
Autor: Melo, Glenda Cristina Valim de 
Primeiro orientador: Machado, Anna Rachel
Resumo: A autonomia é um requisito exigido no mercado de trabalho atual dos profissionais de diversas áreas. Na Educação, a autonomia do aprendiz é vista como objetivo a ser alcançado para que o aluno possa aprender com qualidade e melhor. Na Linguística Aplicada, especificamente no ensino de Língua Estrangeira, o termo é utilizado para referir-se à autonomia do aprendiz e à autonomia docente. Nesta pesquisa enfocamos apenas a autonomia docente, investigando as representações de autonomia docente em textos produzidos por professores universitários que utilizam as Tecnologias de Informação e Comunicação no trabalho. Partindo desse objetivo amplo, os objetivos específicos são: primeiro, buscar estabelecer uma possível relação entre a autonomia docente e o uso das TICs no trabalho docente; segundo, identificar os mecanismos linguísticos e discursivos utilizados para representar a autonomia docente; terceiro, verificar o tipo de trabalho que os docentes consideram realizar com as TICs em sala de aula; e quarto, identificar os mecanismos linguísticos e discursivos utilizados para representar esse tipo de trabalho. O embasamento teórico-metodológico é oriundo do Interacionismo Sociodiscursivo, das teorias de trabalho propostas pela Ergonomia e Clínica da Atividade e das teorias de autonomia docente encontradas na Linguística Aplicada. Participaram dessa pesquisa seis docentes universitários de Língua Inglesa, que lecionam há mais de cinco anos em universidades públicas ou privadas. A coleta de dados foi realizada pela internet via e-mail ou pelo programa Moodle. Cada docente produziu dois textos, um sobre a autonomia docente e outro a respeito de sua vivência profissional e uso das TICs. A análise, feita com o programa Tropes, se baseou nas propostas de Bronckart (1999, 2006, 2008), Bronckart & Machado (2004), Maingueneau (2008), Charaudeau (2008) e Machado & Bronckart (2009). Os resultados mostraram que as representações sobre a concepção de autonomia docente são apresentadas em forma de características como: controle, capacidade e influência das prescrições e das instituições de ensino. Além disso, observamos que as TICs podem contribuir para o exercício da autonomia docente, mas também gerar dependência das mesmas. Quanto ao tipo de trabalho realizado com as TICs, as representações encontradas nos textos mostram que as ferramentas computacionais seriam utilizadas para atividades e tarefas no trabalho, em tarefas realizadas em contextos presenciais e a distância. Por último, os mecanismos linguísticos e discursivos empregados pelos participantes, tanto para representarem as concepções de autonomia docente como os tipos de trabalho, sofreram influências das instruções oferecidas pela pesquisadora e pelo contexto de produção, que eram semelhantes para todos os participantes
Abstract: Autonomy is a requirement in many areas of current work contexts. In education, learner autonomy is understood as an objective to be attained by students in acquiring a better education. In Applied Linguistics, specifically in teaching a foreign language, the term refers to learner and teacher autonomy. The present research focuses on teacher autonomy, investigating the representation of teacher autonomy in texts written by university professors who use Information Technology and Communication (ITC) in their work. Based on this general objective, specific objectives are, first of all, to establish the relationship between teachers‟ autonomy and the use of ITC in teachers‟ work; secondly, to identify linguistic and discourse mechanisms used to represent teacher autonomy. The third specific objective is to analyze what is accomplished in the classroom when ITC is used; the fourth, to identify linguistic and discourse mechanisms used to represent this kind of work. The theoretical background of the research is based on Socio-discursive Interaction work theories as developed in Clinical Activity and Ergonomics as well as theories dealing with teacher autonomy found in Applied Linguistics. Six English language professors participated in the research project. They have taught five or more years at public or private universities. Data were collected via internet, through e-mail or Moodle. Each participant provided two texts. The first text reflected on teacher autonomy and the second on their lived experiences and the use of ITC. The Trophes program was used to analyze the data based on theory proposed by Bronckart (1999, 2006, 2008), Bronckart & Machado (2004), Maingueneau (2008), Charaudeau (2008) e Machado & Bronckart (2009). Results indicate that representations of autonomy reflect characteristics such as: control, capability and influence of prescriptions and institutional requirements. Additionally, it was observed that ITCs can contribute to teacher autonomy, but it may also cause dependence from them.Teachers using ITCs suggest that computers can be used in tasks carried out in classroom activities as well as in distance learning. Finally, the influence of the researcher‟s instructions was apparent in the discursive and linguistic activity of participants writing about their conceptions of teacher autonomy
Palavras-chave: Autonomia docente
Docente universitário de língua inglesa
Trabalho docente
Tecnologias de informação
Comunicação
Teachers autonomy
English language professors
Teachers work
Information technology
Communication
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Melo, Glenda Cristina Valim de. Um estudo sobre a autonomia docente e o trabalho do professor universitário. 2010. 197 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13468
Data de defesa: 20-Sep-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Glenda Cristina Valim de Melo.pdf3,85 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.