???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13688
Tipo do documento: Dissertação
Título: Da colaboração confortável para colaboração crítica com um grupo de trabalho constituído por professores de inglês
Autor: Gatto, Margareth Guidara 
Primeiro orientador: Liberali, Fernanda Coelho
Resumo: O objetivo desta pesquisa foi analisar criticamente tanto os sentidos de colaboração que circulam em um grupo de trabalho constituído por professores de inglês, como ações que contribuem para a construção de colaboração crítica neste grupo de trabalho. Foi realizada uma pesquisa de intervenção formativa em que, segundo Engeström (2011), a formação e a mudança de conceitos envolvem confronto e contestação assim como negociação. Como perspectiva norteando este trabalho, está a Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural, tal como discutida nos trabalhos de Vygotsky (1930/2008; 1934/2001), Leontiev (1977) e Engeström (1987; 1999; 2001/2005); nos conceitos de colaboração e reflexão discutidos por Magalhães (2003/2007; 2007; 2009; 2010); e, nas discussões sobre argumentação em contexto escolar propostas por Liberali (2004a) e Leitão e Damianovic (2011). Inicialmente, foi aplicado, aos participantes, um questionário sobre o sentido de colaboração para eles, tendo sido enviado e respondido por e-mail. Foram realizadas e áudiogravadas sessões reflexivas com os participantes, após observação de aulas entre eles. Os dados foram analisados a partir das categorias desenvolvidas por Liberali (2013), Magalhães (2004), Orsolini (2005), Pontecorvo (2005), Brookfield e Preskill (2005), Magalhães e Fidalgo (2007), quanto à linguagem usada pelos sujeitos no decorrer de toda a intervenção, observando se as perguntas da pesquisa foram respondidas e se ocorreu a reorganização da prática, para a construção de colaboração crítica. Os dados apontam que o sentido de colaboração que circulava no grupo de professores de inglês na escola onde a pesquisa foi realizada era o de colaboração confortável, e revelam que as ações da professora-pesquisadora e dos demais professores começaram a despertar no grupo o sentido de colaboração crítica
Abstract: This paper aims at critically analyzing the senses of collaboration which are spread in a work group that is composed by English teachers, as well as critically analyzing actions that contribute to the construction of critical collaboration in this group. A formative intervention research was carried out in such a way that, according to Engeström (2011), the construction and change of concepts involve confrontation, questioning and negotiation. This work s theoretical framework is founded on the Social-Historical-Cultural Activity Theory, as discussed by Vygotsky (1930/2008; 1934/2001), Leontiev (1977) and Engeström (1987; 1999; 2001/2005); on the concepts of collaboration and reflection discussed by Magalhães (2003/2007; 2007; 2009; 2010); and, on the discussions about argumentation in school contexts proposed by Liberali (2004a) and Leitão & Damianovic (2011). A questionnaire about collaboration was applied to the participants, who received and answered it by email. Reflexive Sessions among participants, held after class observation, were audio-recorded and transcribed. The data were analyzed according to categories that were developed by Liberali (2013), Magalhães (2004), Orsolini (2005), Pontecorvo (2005), Brookfield and Preskill (2005), Magalhães e Fidalgo (2007), concerning the language used by the subjects throughout the intervention. The analysis of the data shows that the sense of collaboration spread in the group of English teachers at the school where the research was done, was the sense of comfortable collaboration. The results also reveal that the actions taken by the teacher-researcher and other participants started to awaken the sense of critical collaboration in the group
Palavras-chave: Teoria da atividade sócio-histórico-cultural
Colaboração crítica
Colaboração confortável
Social-historical-cultural activity theory
Comfortable collaboration
Critical collaboration
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Gatto, Margareth Guidara. Da colaboração confortável para colaboração crítica com um grupo de trabalho constituído por professores de inglês. 2014. 151 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13688
Data de defesa: 15-Aug-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Margareth Guidara Gatto.pdf589,56 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.