???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13874
Tipo do documento: Dissertação
Título: Letramento, alfabetização e trabalho do professor representados nos PCNs
Autor: Correia, Adriana Paes de Jesus
Primeiro orientador: Machado, Anna Rachel
Resumo: O objetivo desta pesquisa é verificar de que forma a questão do letramento e da alfabetização é abordada nos Parâmetros Curriculares Nacionais PCNs (Brasil, MEC/SEF, 2000) e as representações sobre o trabalho do professor em relação ao letramento e a alfabetização construídas nesse documento. Esse documento foi escolhido como objeto de análise por considerarmos que o trabalho do professor é regido e influenciado por textos prefigurativos, nos quais as instâncias superiores lhe indicam o que deve realizar, e porque os PCNs constituem-se como o texto prefigurativo que é referencial para organização curricular do Sistema Educacional no Brasil. Inicialmente, apresentamos as principais discussões teóricas sobre a questão do letramento, para, a seguir, recorrermos a uma visão ampliada de trabalho do professor, oriunda da Ergonomia da Atividade (Amigues, 2002, 2004; Saujat, 2004; Faïta, 2004) e da Clínica da Atividade (Clot, 1999), que permitiu-nos ampliar o quadro teórico-metodológico geral adotado: o Interacionismo Sociodiscursivo - ISD (Bronckart, 1997/2003; 2004; 2006), que se propõe a desenvolver uma Ciência do Humano , tomando o agir como unidade de análise e atribuindo à linguagem papel fundamental no funcionamento e no desenvolvimento humano. Os procedimentos metodológicos incluíram a contextualização sócio-histórica interacional da produção dos PCNs, o levantamento de suas características globais, a seleção de segmentos que abordam a questão do letramento e da alfabetização e a análise desses segmentos nos níveis organizacional, enunciativo e semântico, a partir das categorias de análise fornecidas pelo próprio quadro teórico-metodológico (ISD), incluindo os procedimentos recentemente desenvolvidos por Machado & Bronckart (2005) e seus colaboradores. Os resultados das análises mostraram que o letramento é representado nos PCNs como produto de uma prática social relacionada à leitura e escrita. Contudo, o termo não é recorrente nos PCNs, não sendo tratado como tema principal. Para o trabalho com letramento em sala de aula não há, nos segmentos analisados, a atribuição de um papel específico ao professor. Por outro lado, a questão da alfabetização é tratada de forma mais ampla, ora associada ao uso da linguagem em práticas de compreensão ativa, expressão e comunicação, ora relacionada à aquisição da escrita alfabética. O papel do professor, em relação à alfabetização, pode ser inferido quando se indicam as finalidades das práticas de ensino e algumas das funções do professor, mas não são tematizadas as diferentes fases possíveis do trabalho docente, nem o modo como ele deve desenvolver as atividades e nem os procedimentos a serem adotados para alcançar as finalidades tão bem explicitadas. Concluímos, enfim, que o que se prescreve ao professor, predominantemente, é um agir cognitivo, propondo-se que ele assuma uma concepção de ensino-aprendizagem considerada inovadora e mais adequada pelos PCNs, que é apresentada como se fosse a única possível e verdadeira
Abstract: This research aims at checking the way literacy is approached on the National Curricular Parameters PCNs (Brazil, MEC/SEF, 2000) and the representations about the work of the teacher in relation to literacy built on this document. This document was chosen as analysis object because we think the work of the teacher is conducted and influenced by prefigurative texts, in which high-ranking staff members show them what to do, and also because the PCNs are regarded as the referencial prefigurative text for the curricular organization of the Educational System in Brazil. Initially, we present the main theoretical discussions about the question of literacy so that we can, afterwards, resort to a wider vision on the work of the teacher, derived from Activity Ergonomy (Amigues, 2002, 2004; Saujat, 2004; Faïta, 2004) and from Clinique de l activité (Clot, 1999), which allowed us to amplify the general theoretical/ methodological framework adopted: the Sociodiscursive Interactionism - ISD (Bronckart, 1997/2003; 2004; 2006), which proposes to develop a Human Science , taking acting as unit of analysis and attributing to language a fundamental role in human functioning and development. The methodological procedures included the interactional social-historical contextualization for the production of PCNs, a survey of their global characteristics, the selection of segments which approach the question of literacy and the analysis of these segments at organizational, enunciative and semantic levels, from the analysis categories supplied by the theoretical-methodological framework itself (ISD), including the procedures recently developed by Machado & Bronckart (2005) and their academic collaborators. The analysis results showed that literacy is represented on the PCNs as a byproduct of a social practice related to reading and writing. However, the term is not recurrent on the PCNs, not being regarded as main topic. For the work with literacy in the classroom there is, in the analysed segments, no attribution of a specific role to the teacher. On the other hand, the question of literacy is taken widely, either associated with the use of language in active comprehension, expression and communication practices, or related to literacy acquisition. The teacher s role in relation to literacy can be inferred when the teaching practice aims and some of the teacher s functions are indicated, but neither the possible different phases of the teacher s work are thematized, nor the way the teacher should develop his/her activities and the procedures to be adopted to reach such aims are made explicit. We conclude, after all, that the teacher is prescribed, predominantly, a cognitive acting, being proposed to adopt a teaching-learning conception considered innovative and more adequate by the PCNs, which is presented as the only possible and true one
Palavras-chave: Letramento
Alfabetização
Literacy
Parametros Curriculares Nacionais (Brasil)
Alfabetizacao -- Brasil
Letramento -- Brasil
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Correia, Adriana Paes de Jesus. Letramento, alfabetização e trabalho do professor representados nos PCNs. 2007. 187 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13874
Data de defesa: 3-May-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriana P J Correia.pdf1,15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.