???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13991
Tipo do documento: Tese
Título: Uma criação em processo: Ignácio de Loyola Brandão e Não verás país nenhum
Autor: Salles, Cecilia Almeida 
Primeiro orientador: Santaella, Lucia
Resumo: Esse trabalho tem por meta a compreensão do processo de criação artística, tentando livrá-lo da mística difusa em que costuma ser envolvido. Analisamos, especificamente, o processo através do qual Ignácio de Loyola Brandão passou para chegar à produção de seu livro "Não Verás País Nenhum". Para tal análise, partimos da observação das marcas concretas deixadas pelo escritor ao longo do processo, isto é, os diários, anotações, rascunhos, fotos, mapas e artigos de jornal utilizados pelo escritor para a produção de seu romance. Recorremos, ao mesmo tempo, à teoria sobre o processo criativo fornecida pelos próprios criadores de diversas manifestações artísticas através de entrevistas, depoimentos, poéticas e, também, através de suas próprias obras que surgem, por vezes, como verdadeiros tratados teóricos revestidos de arte. Adotamos a teoria semiótica de Charles Sanders Peirce como arcabouço teórico para esta análise. O intrincado conjunto de conceitos abstratos, gerais e formais que esta teoria fornece funcionam como ferramentas de indagações para a produção de conceitos singulares evidenciadores do funcionamento do sistema concreto de signos que tínhamos em mãos. A pesquisa está dividida em quatro capítulos. Tratamos nos dois primeiros capítulos de características mais gerais da criação. No Capítulo l, abordamos o processo criativo como um complexo caminhar em direção a uma meta - um processo de causação final; no Capítulo II, discutimos a manifestação, ao longo do processo de criação, da continuidade do signo literário através da presença de futuros leitores-a criação como um ato comunicativo. Nos capítulos seguintes, analisamos aspectos mais específicos do processo criativo de Ignácio de Loyola para "Não Verás", quando estudamos, no Capítulo III, o comportamento de diferentes linguagens (visual, musical, cinematográfica, jornalística e verbal) ao se cruzarem durante a gestação desta criação específica. No último capítulo, a gênese de "Não Verás" é observada em sua especificidade literária - como os elementos, mais prioritariamente, literários foram tomando corpo ao longo do processo. Por fim, apresentamos as conclusões às quais chegamos sobre o engendramento do processo de criação artística após esse mergulho no mundo criativo de Loyola
Abstract: The objectiveaf this researchis to understand the artistic process of creation trying to eliminate the mystic cloud in which this process is almost always involved. We have analysed, specifically, the process thraugh which Ignácio de Loyola Brandão has gane through to reach the production af his book "Não Verás País Nenhum". Our starting point for this analysis was the observation of the concrete footsteps af the process left by the writer - i.e. the diaries, notes, drafts, photographs, maps and newsoaper articles the writer made use to write his novel. We have also appealed to the theory about the creative process provided by the creators of different artistic manifestations through interviews, testimonies, poetics and also through some of their own works that are sometimes real theoretical treatises. We have adopted the semiotic theory of Charles Sanders Peirce as the theoretical framework for this analysis. His abstract, general and formal concepts worked as tools of investigation for the production af singular concepts that revealed how the concrete sign system we had in hand operated. The thesis is divided into four chapters. In the first two chapters, the more general characteristies of the process of creation are analysed. In Chapter I, this process is analysed as a complex path towards an aim - a process of final causation; in Chapter II, we discuss the manifestation, in the creative process, of the continuation of the literary sign through the presence of the future readers - the creation as a communicative act. We have analysed, in the other chapters, more specific aspects of the prccess of creation of Ignácio de Loyola Brandão for "Não Verás". We ahserved, in the third chapter, the behaviour of different lanquages (visual, musical, cinematographic, journalistic and verbal) when they enconter during the pregnancy of this specific creation. In the lastl chapter, the birth of "Não Verás" is analysed in its literary materalization - how the literary elements werei built up ouring the process. Finally, we present the conclusion we reached about the proceeding of the artistic process of creation after our immersiun in the creative world of Loyola
Palavras-chave: Criacao (Literaria, artistica, etc.)
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Salles, Cecilia Almeida. Uma criação em processo: Ignácio de Loyola Brandão e Não verás país nenhum. 1990. 255 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1990.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13991
Data de defesa: 22-Jun-1990
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cecilia Almeida Salles.pdf16,63 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.