???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14071
Tipo do documento: Tese
Título: A (re)construção do trabalho do professor de inglês pela linguagem
Autor: Tognato, Maria Izabel Rodrigues 
Primeiro orientador: Machado, Anna Rachel
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo principal contribuir para a compreensão do trabalho do professor de Língua Inglesa de Ensino Médio e Fundamental de Escola Pública, no interior do Estado do Paraná. Para isso, desenvolvemos uma análise lingüístico-discursiva de um texto co-produzido por um professor da rede estadual de ensino em colaboração com o pesquisador e fizemos o levantamento das (re)configurações construídas sobre o agir educacional, no e por esse texto. Para chegarmos a nosso objetivo, adotamos pressupostos teórico-metodológicos do interacionismo sociodiscursivo (ISD) (principalmente em BRONCKART, 1999/2003/2007, 2004, 2006, 2008), vertente interdisciplinar da Psicologia, que atribui ao agir e à linguagem um papel fundamental no desenvolvimento humano. Além disso, assumimos aportes teóricos da Ergonomia da Atividade Francesa (AMIGUES, 2004; SAUJAT, 2002, 2004) e também da Clínica da Atividade que se fundamenta na Psicologia do Trabalho (cf. CLOT, 1999/2006; FAÏTA, 2002, 2004, 2005; ROGER, 2007; SCHELLER, 2003). A opção por esses pressupostos teórico-metodológicos de origens diversas justifica-se na medida em que todos esses autores tomam a teoria vigotskiana sobre o desenvolvimento e a concepção de linguagem de Voloshínov/Bakhtin como base de seus estudos. De um lado, o ISD nos permite tomar a linguagem como foco de nossos estudos e analisar os textos de forma bem instrumentada, pois é nos e pelos textos que se constroem as (re)configurações sobre o agir humano e, portanto, também sobre o trabalho. De outro lado, os aportes da Ergonomia da Atividade e da Clínica da Atividade, pelo maior número de pesquisas que focalizam as situações de trabalho, nos permitem construir uma visão mais ampliada sobre o trabalho docente, em suas diferentes dimensões e elementos constituintes. Além disso, é nessas disciplinas que encontramos mais suporte para a idéia de que a descrição do próprio agir, de suas dificuldades e das soluções encontradas, pelos próprios trabalhadores e, no caso, pelo professor, pode nos apontar, de modo mais claro, as diferentes formas de se (re)configurarem os elementos constitutivos desse trabalho, suas relações e suas diferentes dimensões. A nosso ver, isso permite que essas (re)configurações sejam postas em debate, aumentando o grau de possibilidades do agir do trabalhador e, assim, colaborando para seu desenvolvimento e de seu métier, considerando-se o trabalho como uma forma de agir, que tanto pode levar ao desenvolvimento quanto à amputação do poder de agir do trabalhador. A coleta de dados foi realizada por meio do procedimento das Instruções ao Sósia, em que instruções sobre como agir no trabalho são fornecidas à pesquisadora pelo professor participante da pesquisa em uma situação hipotética de substituição, co-produzindo-se o texto que foi por nós analisado no nível organizacional, enunciativo e semântico, conforme proposta de Machado (no prelo). Nele pudemos identificar diferentes figuras do agir , distribuídas em três temporalidades distintas: em momentos anteriores às aulas ministradas, no momento das aulas e em momentos posteriores a elas. Assim, o trabalho docente focalizado se mostra como um agir criativo e auto-prescritivo de preparação de aulas, de atividades e avaliações, como um agir prescritivo para o comportamento e as atividades dos alunos, como um agir organizador do meio ambiente e social; como um agir instrumentalizado, com o uso de diferentes instrumentos, dentre os quais o uso da língua portuguesa como instrumento mediador do ensino de Inglês, e, finalmente, como um agir avaliador das atividades desenvolvidas pelos alunos, envolvendo a correção de trabalhos e testes com a finalidade de retornar aos alunos um feedback sobre suas dificuldades de aprendizagem. Os resultados das análises revelam ainda que a (re)configuração do agir docente mostra seu trabalho de modo genérico, sem especificação dos procedimentos particulares de ensino em sala de aula. Os protagonistas postos em cena na atividade linguageira que se desenvolve durante o procedimento de instrução ao sósia são apenas o professor e a pesquisadora, mas muitos outros aparecem quando se trata da tematização da atividade docente: os alunos, seus pais, a supervisão, os professores da escola, outros professores em geral, o que mostra, assim, um trabalho em que a interação é um dos elementos mais fortes. Com isso, nossa pesquisa aponta para a necessidade de se desenvolver mais estudos, investigações e pesquisas sobre o trabalho do professor, pelo uso desse procedimento
Abstract: This thesis aimed to contribute to the understanding of English Language teacher s work from Elementary and High School, from Public School, in the interior of Paraná State, in Brazil, through the analysis and interpretation of (re)configurations constructed on educational acting in texts produced by teachers from the state school, about this situation of work. This way, we intend to show how the educational work is (re)configured by its protagonists in texts produced by themselves about their professional activity. To develop this study, we adopt theoretical-methodical presuppositions of the sociodiscursive interactionism (ISD) (BRONCKART, 1999/2003/2007, 2004, 2006, 2008), an interdisciplinary area from Psychology, which attributes a fundamental role in the human development to the acting and the language. Considering the work as a way of acting and a factor which leads to the development and, more specifically, considering the educational work, which is institutionally regulated and that has as an intention to form the citizen, we propose to understand the connections between the language, a constitutive aspect of the human being, and the work, a central point for the understanding of the current society. This research investigates, more specifically, the connections between language and the teacher s work considering the different levels through which this work is constituted. We also assume theoretical aspects from the Sciences of the Work as the Ergonomics of the Activity (AMIGUES, 2004; SAUJAT, 2002, 2004) e, more necessarily, the Clinic of the Activity, based on the Psychology of Work (CLOT, 1999/2006; FAÏTA, 2002, 2004, 2005). This inquiry was carried through the procedure of data collection of the instruction to the double, following the perspective of the Psychology of the Work, Clinic of the Activity and Ergonomics of the Activity, taking as a basis the studies developed by Oddone et al. (1981). This procedure could allow the teacher to search for elements that supply subsidies for a critical analysis of theoretical-methodical presuppositions present at his speech, helping him to perform with a greater scientific ability on educational acting seen as work. The speeches of the investigated teachers had been analyzed according to the methodological procedures of the sociodiscursive interactionism (BRONCKART, 1999/2003/2007, 2004, 2006, 2008), considering the vision of education as a work , inspired by the Ergonomics of the Activity and the Clinic of the Activity for the interpretation of the results. We present, in this research, a synthesis of the pressupositions we assume and some questions such as: a) the work; b) educational work; c) work of English Language teacher; considering its connections in the society contemporary and with the language, beyond the c) questions about the procedure of data collection and analysis as well. Finally, we conclude the texts produced through the procedure of the instructions to the double, by the worker, can offer rich subsidies for the understanding of his situation of work. In the case of the educational work, we can not only understand what the professor carries through as what prevents his professional practice (CLOT, 1999/2006). Thus, understanding the constitutive and representative aspects of this work in a better way, it is possible to be more prepared to know how to deal with the conflicts and the choices in search for alternative solutions
Palavras-chave: Interacionismo sociodiscursivo
ISD
Ensino como trabalho
Linguagem sobre trabalho
Sociodiscursive interactionism
Teaching as work
Language about work
Lingua inglesa -- Estudo e ensino
Professores de ingles
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Tognato, Maria Izabel Rodrigues. A (re)construção do trabalho do professor de inglês pela linguagem. 2009. 337 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14071
Data de defesa: 28-May-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Izabel Rodrigues Tognato.pdf1,89 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.