???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14135
Tipo do documento: Tese
Título: Organismo e sujeito: uma diferença sensível nas paralisias cerebrais
Título(s) alternativo(s): Organism and subjectivity: a distinction which can be clear in brain palsy
Autor: Vasconcellos, Roseli 
Primeiro orientador: Lier-DeVitto, Maria Francisca
Resumo: Esta tese discute a questão da diferença entre organismo e corpo, a partir do atendimento de sujeitos com Paralisia Cerebral (PC) na Clínica de Linguagem. Para falar em corpo, não o corpo-orgânico da Medicina, um diálogo inicial com a Neurologia é desenvolvido. Enfoco, para tanto, investigações recentes em torno da PC e assinalo que os mais novos achados sugerem uma forte convergência entre o novo e o mais antigo, nesse caso. Refiro-me a afirmações feitas há muito por Freud acerca da PC a partir de sua clínica com essas pessoas. Do mesmo modo, assumo a importância da interlocução com o campo da Comunicação Alternativa (CA). Uma breve apresentação do Bliss e do Picture Communication Symbols (PCS) é seguida por pontuações sobre sua importância modo de introdução na Clínica de Linguagem. Dou ênfase, nesta parte, ao distanciamento desta Clínica em relação a todas as outras que operam com a CA. A particularidade da Clínica e Linguagem decorre das concepções de linguagem e sujeito assumidas nesta tese. Com o intuito de delinear a natureza da literatura produzida sobre a CA, em nosso país e em âmbito internacional, ofereço um panorama de trabalhos representativos e de interesse para a Clínica de Linguagem com pacientes com PC. A direção teórica assumida, que tornou possível abordar a distinção entre corpo-orgânico e corpo-linguagem ou corpo pulsional, parte dos estudos desenvolvidos no interior da Clínica de Linguagem, pelo grupo de pesquisa liderado por Maria Francisca Lier-DeVitto, no LAEL PUCSP. A Clínica de Linguagem tem laço de filiação com o Interacionismo em Aquisição de Linguagem, proposto por Cláudia De Lemos, vertente teórica que, ao aproximar-se do Estruturalismo Europeu através da leitura de Lacan, dispara implicações entre Lingüística e Psicanálise, pondo em questão a relação criança-língua-fala do outro. A diferença tanto teórica, quanto clínica, que introduzo nesta tese, relativamente ao tratamento de pacientes com PC que não oralizam, é iluminada pelos efeitos dessa clínica que inclui a CA e a materialização do significante, que se faz pela via do empréstimo do corpo e da voz do outro-terapeuta. Abordo a heterogeneidade dos efeitos desta Clínica que suscitaram considerações sobre a escuta, sobre a transferência e sobre o prazer ou o conflito que acompanham a produção de certas falas vocalizadas de alguns pacientes. Os dados analisados nesta tese falam a favor da presença de um corpo-linguagem: um corpo que irrompe em manifestações significantes e que fala (como pode) - o que corrobora a afirmação que remete ao título desta tese: a de que sujeito e organismo não coincidem
Abstract: This study discusses issues related to the distinction between the body conceived as an organism and the body approached as parlêtre (Lacan s expression). This subject-matter emerged from my clinical practice carried on with persons with Cerebral Palsy (CP). It is assumed that a theoretical dialogue with the fields of Medicine (Neurology) and with the Speech Pathology and Therapy is necessary and extremely relevant. Therefore, two chapters were dedicated to the literature of those areas. Recent papers and manuals, concerning CP, were selected. It is pointed out that the most recent research conclusions suggest, in fact, a strong convergence between what is taken as new and what is said to be old knowledge in the field of CP. Freud s statement, written in 1897, should, no doubt, be viewed as up-to-date. Some critical comments related to the Alternative Communication Systems (CA) were also included and a brief presentation of the Blissymbols and the Picture Communication Symbols (PCS) were followed by considerations about their importance for the Language Clinic theoretical development. I tried to point to the fact that such a Clinic takes clear distance from all others, since the CA introduction is guided by the specific language and subject conceptions assumed in this study. The theoretical orientation, here assumed, allowed me to address the problematic distinction between organic body and language body. This doctoral dissertation, which departs from the clinical practice with persons with Cerebral Palsy, is committed to the theorization undertaken in the CNPq Research Group, headed by Maria Francisca Lier-DeVitto, at LAEL PUCSP. It must be said that the Language Clinic is affiliated to the Interacionism in Language Acquisition, proposed by Cláudia de Lemos. Such a theoretical framework has strong links with the so called european structuralism as interpreted by Jacques Lacan. Such a theoretical trend triggered the inclusion of the psychoanalytical reflection on the subject speaker and about the relationship between child-language-speech. The difference this study introduces is illuminated by the clinical effects of the implementation of Alternative Communication Systems. It is worth saying that it is the therapist s body and speech that provide and support the materialization of the significant. The heterogeneous clinical effects analyzed led to considerations about the nature of listening, about transference and about the tension between conflict and pleasure that accompany some subtle and fragile vocalized speech. Data were discussed here and the interpretation conveyed sustains, I believe, the clinical and theoretical supposition proposed and advanced in this doctoral dissertation, i. e., that the body as organism and the body as parlêtre do not coincide
Palavras-chave: Clínica de linguagem
Comunicação alternativa
Cerebral palsy
Language clinic
Alternative communication
Aquisicao de linguagem
Disturbios da comunicacao
Pessoas portadoras de deficiencia -- Meios de comunicacao
Paralisia cerebral -- Pacientes
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Vasconcellos, Roseli. Organism and subjectivity: a distinction which can be clear in brain palsy. 2010. 142 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14135
Data de defesa: 26-Feb-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Roseli Vasconcellos.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.