???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14137
Tipo do documento: Tese
Título: Subjetivação, jornalismo e ética: uma abordagem dialógica
Título(s) alternativo(s): Subjectivation, journalism and ethics: a dialogic approach
Autor: Magalhães, Anderson Salvaterra 
Primeiro orientador: Brait, Elisabeth
Resumo: Esta tese discute a complexidade da questão autoral na imprensa e demonstra que o exercício jornalístico responsável implica não o apagamento, mas a gestão das relações intersubjetivas inerentes ao uso da linguagem. O estudo mostra também que mesmo o material jornalístico sério é produto de subjetivação ao refletir valores culturais vigentes e vetor de subjetivação ao refratá-los, delineando uma maneira de tratar as tensões éticas próprias da esfera discursiva em que se insere. Para isso, descreve-se o modo como o jornal O Dia, no percurso de reconstrução identitária institucional em direção à seriedade, articula os sujeitos enunciativos em textos premiados. As matérias jornalísticas configuram unidades comunicativas do ponto de vista dialógico bakhtiniano, que concebe a interação como o princípio fundador da linguagem, atualizada numa cadeia discursiva, cujos elos são os enunciados. Nessa condição, entende-se que as notícias, reportagens, entre outros tipos de textos do jornalismo, fundamentam-se sobre relações intersubjetivas que realizam a comunicação humana e que se constroem sócio-historicamente, não se restringindo à situação imediata de uso da linguagem, mas regulando o funcionamento cultural. Dessa perspectiva teórica, as noções de autoria, locutor, destinatário e objeto funcionam como categorias de análise que dão acesso aos fenômenos discursivos que mobilizam e são mobilizados pelos processos de subjetivação. O corpus selecionado é composto por três séries de reportagens premiadas em concursos especializados e por textos prescritivos do trabalho jornalístico, a saber: reformulações da lei de imprensa, o Código de Ética dos Jornalistas, o manual de redação da editoria e as normas dos concursos. A escolha pela situação de premiação se deve ao fato de ali o trabalho jornalístico constituir objeto do discurso. Assim, os diálogos que se entretecem entre a prescrição e a premiação desvelam valores referendados na e pela esfera jornalística. A análise mostra uma tendência da editoria O Dia em dar tratamento diferenciado às personagens que compõem o objeto discursivo. Essa maneira de gerir conflitos éticos ora corrobora uma postura identitária editorial legitimadora de valores vigentes, ao aderir ao discurso hegemônico, ora funciona como mecanismo de resistência, ao instituir espaço para negociação de valores e transformação social. Por um lado, as formas demonstrativas do enunciado evidenciam comprometimento do jornal com a esfera, por outro, os movimentos de adaptação discursiva nos diferentes concursos mostram influência do funcionamento cultural contemporâneo, que não pressupõe estabilidade identitária
Abstract: This thesis discusses the complex issue of authorship in the press and demonstrates that a responsible performance of journalism does not imply deletion, but management of intersubjective relations inherent to language use. The study also shows that even serious journalistic material is a product of subjectivation when it reflects cultural values in effect, and it is a subjectivation vector when it refracts them, designing a manner of treating the ethical tensions proper of the discursive sphere in which it is inserted. In order to do that, the way how the newspaper O Dia articulates the utterance subjects in awarded texts in the process of rebuilding its institutional identity towards seriousness is described. Journalistic texts consist of communicative units from the Bakhtinian dialogic point of view, which conceives interaction as the founding principle of language, updated in a discursive chain, the links of which are the utterance. In this condition, it is understood that news and reportage, among other types of journalistic texts, are founded on intersubjective relations that realize human communication and that are socially and historically built. Those relations are not limited to the immediate situation of language use, and they rule cultural operation. From this theoretical perspective, the notions of authorship, speaker, addressee and object work as categories of analysis which give access to discursive phenomena that mobilize and are mobilized by subjectivation processes. The selected corpus is composed of three series of reportage awarded in specialized contests and of prescriptive texts of the journalistic work, namely: reformulations of the press law, the Ethical Code of Journalists, the writing manual of the newspaper and the norms of contests. The choice of the awarding situation is due to the fact that in this context the journalistic work constitutes an object of discourse. Thus, dialogues established between the prescription and the award unveil values attested in and by the journalistic sphere. The analysis shows a tendency of O Dia to treat the characters which compose the object of discourse differently. This manner of managing ethical conflicts sometimes corroborates a legitimating editorial identity posture, when it joins hegemony discourse, and some other times it functions as a resistance mechanism, making room for negotiation of values and social change. On the one hand, the demonstrative forms of utterance prove the commitment of the newspaper with the sphere. On the other hand, the movements of discursive adaptation in different contests show the influence of contemporary cultural operation, which does not presuppose identity stability
Palavras-chave: Processos de subjetivação
Ética
Dialogic discourse analysis
Subjectivation processes
Ethics
O Dia (Jornal)
Analise do discurso
Jornalismo
Reportagens e reporteres
Subjetividade
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Magalhães, Anderson Salvaterra. Subjectivation, journalism and ethics: a dialogic approach. 2010. 292 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14137
Data de defesa: 27-Jan-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Anderson Salvaterra Magalhaes.pdf27,12 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.