???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14150
Tipo do documento: Tese
Título: Formação de grupo de apoio na escola: ferramenta para mudanças e transformações nas práticas educacionais
Título(s) alternativo(s): Support team work
Autor: Pinheiro, Sonia Regina Potenza Guimarães 
Primeiro orientador: Lessa, Angela Brambila Cavenaghi Themudo
Resumo: Este trabalho tem por objetivo investigar a formação de um Grupo de Apoio (GA) em uma escola, considerado como instrumento e sistema de atividade que propicia um importante contexto para a construção colaborativa e partilhada de conhecimentos e transformação de práticas na comunidade escolar. As perguntas que nortearam esta pesquisa são: Nas atividades de um Grupo de Apoio: 1-Que papéis e divisão de trabalho são compartilhados e transformados? 2-Que conhecimentos são construídos, partilhados e transformados? Seguindo uma linha etnográfica crítica de cunho colaborativo (Magalhães, 1994, 1996a, 1996b, 2000, 2002, 2003); (Magalhães & Celani, 2005); (Magalhães et al., 2006); (Magalhães & Fidalgo, 2008), os dados foram coletados no decorrer de oito reuniões do GA formado em uma escola particular de ensino fundamental e médio, na periferia da zona Sul de São Paulo. Além da pesquisadora que exerce o papel de diretora e mantenedora da escola, participaram da pesquisa pais de alunos, professores, coordenadores pedagógicos, funcionários e alunos. A pesquisa ancora-se nos pressupostos teórico-filosófico-metodológicos da Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural (TASHC) (Vygotsky, 1932, 1934; Leontiev,1978, 1981; Engeström, 1987, 1999, 2003, 2008), na perspectiva dialógica da linguagem (Bakhtin/Volochinov, 1929) e na concepção de que a linguagem é uma ferramenta psicológica fundamental no processo de interação, aprendizagem e desenvolvimento entre sujeitos (Vygotsky, 1934; Bernstein, 1987). Apoia-se também nas discussões sobre a formação de grupos colaborativos com a finalidade de problematizar e ressignificar problemas comuns que afligem seus membros (Daniels & Parrila, 2004). Os dados coletados foram analisados a partir das seguintes categorias: pela análise linguística como viés numa perspectiva da Teoria da Atividade (Engeström, 1999), do modelo D-Analysis (Middleton, 2007) e do uso de turnos e palavras (Kerbrat-Orecchioni, 2006). Os resultados apontam para a dificuldade de transformar os papéis e a divisão de trabalho no GA e, portanto, a dificuldade de transformação das práticas. Uma das possíveis explicações para essa conclusão é que o GA se constituiu como um grupo bastante heterogêneo que foi formado pela iniciativa da diretora e do qual participavam membros da comunidade escolar que já tinham lugares diferenciados e hierarquizados. Os resultados mostram que, apesar de haver uma pequena transformação e, portanto, um aparente pequeno deslocamento do objeto do sistema de atividade, o GA pode ser considerado como um instrumento de propulsão. É importante ressaltar que segundo a TASHC, a questão da historicidade somente pode ser considerada se tomarmos como foco um processo de mudanças de práticas e nas práticas que compreendam grandes períodos nos quais as práticas ocorreram e, nesse sentido, pode-se dizer que as pequenas transformações são bastante significativas. Em um âmbito mais abrangente, esta pesquisa poderá ajudar professores, diretores, coordenadores e pais na organização e constituição de espaços nos quais sejam discutidas ações pela negociação de papéis, que venham a contribuir para um ensino que contemple as necessidades da comunidade escolar. Em termos mais específicos, tenciona contribuir para a compreensão do GA como espaço democrático de mediação entre os membros da comunidade escolar visando, em última análise, a formação do nosso aluno como indivíduo bem integrado na sociedade, autônomo, capaz de expressar seus pontos de vista e de tomar iniciativa em conjunto com outros (Vygotsky, 1932)
Abstract: This study aims at investigating the formation of Support Team Work (STW) in a school. STW is considered in this research as a tool and at the same time as a system of activity which serves as an important context for the collaborative construction of knowledge and transformation of practices in the school community. The questions which guide this research are: In the activities of STW: 1- What roles and division of labor are shared and transformed? 2-What knowledge is built, shared and transformed? Following an ethnographic, critical and collaborative approach (Magalhães, 1994, 1996a, 1996b, 2000, 2002, 2003; Magalhães & Celani, 2005; Magalhães et al., 2006; Magalhães & Fidalgo, 2008) the data were collected during eight meetings of the STW, gathered in a private junior and high school, situated in the farthest south zone of São Paulo city. Besides the researcher, which is the director and owner of the school, the other participants were students parents, teachers, other members of the school and students. This research is rooted to the Social Historical Cultural Activity Theory (TASHC) (Vygotsky, 1932, 1934; Leontiev, 1978, 1981; Engeström, 1987, 1999, 2003, 2008), to the dialogical perspective of language (Bakhtin/Volochinov, 1929) and to the conception that language is a fundamental psychological tool for the process of interaction, learning and development (Vygotsky, 1934; Bernstein, 1987). This work is also based on the discussions about the formation of collaborative groups aiming at thinking about, reflecting about and working out troubles that affect their members (Daniels & Parrila, 2004). The collected data were analyzed according to the following categories: by linguistic analyses in the perspective of the Activity Theory (Engeström, 1999), by the D-Analysis model (Middleton, 2007) and by the use of turns and words (Kerbrat-Orecchioni, 2006). The results lead to the difficulty of the transformation of practices. One of the possible explanation for the results is that STW was constituted as a very heterogeneous group, formed by the initiative of the director of the school, in which the participants were members of the school community that have different places and roles which are well marked also by hierarchy. The results showed that there was little transformation, but even this slight movement of the object of the activity can be considered as a propulsion tool. It is important to relate that according to the TASHC, historicity can only be taken into consideration if one focuses on a process of change of practice that comprehend large periods of time in which the practices have occur. This way, it can be said that the little transformations were greatly significative. As far as this research is concerned it will be able to help teachers, students, parents, members of school staff, directors in the organizations and in the constitution of places where actions might be discussed by negotiations of roles, which can contribute to the learning that the community aims for all students. In specific terms this research aims at contributing to the fact that STW can be a democratic place of mediation among members of the school community looking forward to help in the education of all students, in order to make them autonomous citizens, well integrated in the society, able to express points of view and to take initiatives with others (Vygotsky,1932)
Palavras-chave: Grupo de apoio
Trabalho de grupo na educacao
Pratica de ensino
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Lingüística
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Pinheiro, Sonia Regina Potenza Guimarães. Support team work. 2010. 277 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14150
Data de defesa: 26-May-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sonia Regina Potenza Guimaraes Pinheiro.pdf2,3 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.