???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14715
Tipo do documento: Dissertação
Título: Macunaíma e a cidade de São Paulo: caminhos mutantes
Título(s) alternativo(s): Macunaíma and the city of São Paulo: changing paths
Autor: Ribeiro, Silvia Aparecida da Rocha 
Primeiro orientador: Palo, Maria José
Resumo: O romance Macunaíma, de Mário de Andrade, nos revelou uma nova possibilidade de leitura: Macunaíma e a cidade de São Paulo: caminhos mutantes. Entendemos o termo mutação no sentido de mudança, aquilo que muda e se altera constantemente. O objetivo deste trabalho é evidenciar que a mutação é o elo estrutural entre o romance Macunaíma e a cidade de São Paulo. Ela é a reveladora do contínuo processo de atualização dos dois objetos inseridos no romance: a personagem e a cidade. Como conseqüência, pretendemos demonstrar, no romance Macunaíma, o germe de mutação em qualquer tempo e espaço, visto que, tanto a personagem-herói quanto a personagem-cidade estão em permanente processo de atualização. No primeiro capítulo, abordamos o contexto histórico-cultural dos anos 20, período revelador do projeto estético e ideológico de Mário de Andrade e suas premissas. No segundo capítulo, buscamos apoio em estudiosos tais como: Nicolau Sevcenko e Gaston Bachelard para construir uma analogia entre a linguagem mutante do romance e o insólito rio Tietê, que pode ser visto como parâmetro da construção histórico-cultural da cidade de São Paulo. Teóricos como Claude Lévi-Strauss, Haroldo de Campos, entre outros, foram fundamentais para o estudo e a explanação da presença e o significado do mito em Macunaíma. No terceiro capítulo, traçamos um paralelo entre as mutações da personagem Macunaíma e as mutações da cidade de São Paulo, à luz dos conceitos do flâneur, de Charles Baudelaire e do dérive, de Michel de Certeau. No último capítulo, sob os conceitos de Mikhail Bakhtin, entre outros, abordamos o aspecto do discurso polifônico das mutações que nos revelou que Macunaíma é um romance cuja principal característica é não se fechar em um único aspecto, sua memória inventiva se constrói sob a intertextualidade e a mutação, pilares da estética de Macunaíma e da cidade de São Paulo
Abstract: ABSTRACT Mario de Andrade s novel, Macunaíma, has allowed for yet another interpretation: Macunaíma and the city of São Paulo: changing paths (Macunaíma e a cidade de São Paulo: caminhos mutantes). Here we take the term change in the sense of transformation, whereby something is continuously passing from one state to another. This work s purpose is to show that change is the structural link between Macunaíma and the city of São Paulo. It reveals the ongoing process of updating two entities within the novel: the character and the city. We therefore plan to demonstrate that in the novel Macunaíma, change can originate at any time or place, since both the main character and the city are in a permanent process of renovation. The first chapter touches on the cultural and historical setting of the 20 s, a period of decisive importance for the shaping of Mario de Andrade s aesthetic and ideological project, and thus for the understanding of its premises. In the second chapter, we make use of the ideas of scholars such as Nicolau Sevcenko and Gaston Bachelard to draw an analogy between the changing language of the novel and the remarkable Tietê River, which can be regarded as a parameter for the historical and cultural construction of the city of São Paulo. Theoreticians such as Claude Lévi-Strauss and Haroldo de Campos, among others, were crucial to the study and elaboration of the presence and meaning of myth in Macunaíma. In the third chapter, a parallel is drawn between the changes undergone by the character Macunaíma and by the city of São Paulo, in light of the concepts of flâneur, by Charles Baudelaire and dérive, by Michel de Certeau. The last chapter explores Mikhail Bakhtin and other writers approaches to the concept of change in polyphonic discourse revealing that Macunaíma is a novel whose main attribute is not to fix on any single aspect: its creative memory is built on intertextuality and on change, both of which are aesthetic foundations for Macunaíma and for the city of São Paulo
Palavras-chave: Modernismo brasileiro
Mutação
Mutação-estética
Mutação Urbana
Mito
Memória inventiva
Contemporaneidade
Brazilian modernism
Change
Aesthetic change
Urban change
Myth
Creative memory
Contemporaneity
Andrade, Mario de -- 1893-1945 -- Macunaima -- Critica e interpretacao
São Paulo (cidade)
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Ribeiro, Silvia Aparecida da Rocha. Macunaíma e a cidade de São Paulo: caminhos mutantes. 2005. 138 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14715
Data de defesa: 17-Nov-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Silvia Ap da Rocha Ribeiro.pdf608,5 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.