???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14815
Tipo do documento: Dissertação
Título: Personagem e voz na figura feminina dos romances de Ana Miranda e José Saramago
Autor: Abreu, Marizéte Borges de
Primeiro orientador: Bastazin, Vera Lúcia
Resumo: Neste trabalho fizemos uma análise da estrutura narrativa dos romances Desmundo de Ana Miranda e Memorial do Convento de José Saramago e das respectivas personagens Oribela e Blimunda. Utilizamos o método comparativo como instrumento de análise com o propósito de promover o diálogo entre as literaturas brasileira e portuguesa. Os romances fazem uma revisão crítica da história ao dar voz aos esquecidos, àqueles que foram calados pela História oficial. A organização estética, os procedimentos literários comuns ao corpus evidenciam marcas ideológicas de um tempo histórico que se contrapõem ao tempo da escritura. Por outro lado, a construção de personagens femininas que se destacam pelas atitudes e pela forma diferente de pensar e enfrentar a realidade, tornam-nas agentes de transformação social, portadoras de um discurso ideológico que as aproximam da contemporaneidade. É por meio da agudeza do olhar que essas personagens conseguem apreender o real em todas as suas nuanças e perceber aspectos da natureza e das relações humanas, impossíveis de serem captadas por indivíduos cuja visão é embotada pelo processo de automatização social. A sensibilidade, a capacidade de apreensão do mundo e o fato de ter sido calada durante tanto tempo, faz da personagem feminina uma espécie de porta-voz dos excluídos, seu discurso ganha uma dimensão que extrapola os limites do próprio romance. Sua perspicácia e agudeza, assim como a forma como penetra e revela a natureza e as relações humanas materializam-se esteticamente na narrativa. Nosso objetivo, portanto, foi mostrar como os escritores articularam os elementos literários absorvendo traços ideológicos do presente e do passado e revelar de que maneira as protagonistas femininas se desenvolveram como agentes de transgressão social por meio de um discurso literário que esfacela a ideologia dominante
Abstract: In this work, we made a study of novels Desmundo of Ana Miranda and Memorial do Convento of José Saramago, specifically the narrative structure and feminine characters Oribela and Blimunda. The comparative method was used to promoving a dialogue between brazilian and portuguese literature. The authors made a History s critical revision, when through fiction, anonymous and stranger people had opportunity to show a new version of facts. In this way, the forgetful people and everyone who were quiet or had kept in silence by oficial history for years earned voice. The fictional procedures and organization of narratives reveal ideological marks of past that contrast with present, we have the time of history in direct confront with time of writing. Feminine characters are agents of social transformation, too. They keep themselves an ideological speech which approach them to the present. They look into their reality, and thought acute sense show us aspects of nature and human relationship had never seen before. The sensibility, capacity to appreciate the world and years of repression make the feminine characters a spokeswomen of excluded people such as poors, women and jewish beyond all persons who had an inadequate behaviour to pattern of period. Therefore, our purpose was reveal the manner as writters articulated literature elements mixing ideological aspects of present and past, history and fiction to build a ficcional universe which destroy the dominant ideology
Palavras-chave: personagem feminina
discurso histórico e ficcional
ideologia
dialogismo
polifonia
Ana Miranda
José Saramago
feminine character
historical and fictional speech
ideology
dialogism
polyphony
Ana Miranda
José Saramago
Analise do discurso literario
Miranda, Ana -- 1951- -- Desmundo -- Critica e interpretacao
Saramago, Jose -- 1922- -- Memorial do convento -- Critica e interpretacao
Mulheres na literatura
Personagens na literatura
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Abreu, Marizéte Borges de. Personagem e voz na figura feminina dos romances de Ana Miranda e José Saramago. 2007. 91 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14815
Data de defesa: 10-May-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIZETE_BORGES_DE_ABREU.pdf440,63 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.