???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15136
Tipo do documento: Tese
Título: Dos poros ao sopro: uma crítica ao paradigma identitário
Autor: Pacheco, Elizabeth Medeiros 
Primeiro orientador: Rolnik, Suely Belinha
Resumo: A pesquisa busca acolher, sem hierarquia, as ressonâncias entre a experimentação estética, as investigações da física e a fisiologia corporal dos afetos a partir de uma possível interlocução de seus discursos. Essa parece ser uma aposta política da mestiçagem entre campos que se anuncia desde a aurora do séc. XX com a crise dos fundamentos. O séc. XIX já havia destituído Deus do monopólio do Outro, agora a física subatômica injeta incerteza na substância, e o homem contraindo só dissonância com os saberes sobre si, já que o positivo no regime do entendimento se torna intolerável no regime da experiência. Com a quebra dos padrões identitários se estendendo das fronteiras dos países à memória das células, as diferenças deixam de ser essências para serem abordadas como aquilo que se produz entre os corpos; o que passa a interessar são os processos de diferenciação. Como garantir que efêmero serei mais forte do que tudo o que eterno foi sempre em mim (Lucio Cardoso)? Esta é a pergunta do poeta. Mais vivo do que nunca, não pelo corpo, mas pelo pensamento
Abstract: The research seeks to accommodate, without hierarchy, the resonances between the aesthetic experimentation, the investigations of the physics and the corporal physiology of the affects from a possible dialogue of their speeches. This seems to be a political gamble in the mixing between this fields that arises since the dawn of the XX century with the crisis of fundamentals. The XIX century had already removed God from the monopoly of the Other. Now subatomic physics faces the uncertainty of the substance, and man is more and more dissonant with all the knowledge about himself, since the positive in the field of cognition becomes intolerable in the field of his experience. As the breaking of identity patterns extending from the borders of the countries till the memory of the cells, the differences are no more treated as essences. The difference begins to be addressed as what is produced between the bodies; what become interesting are the processes of differentiation. How to ensure that "ephemeral I will be stronger than everything that the eternal had always been in me? (Lucio Cardoso). This is the most alive question ever, not by the body, but by the thought
Palavras-chave: Corpo
Porosidade
Ritmo
Respiração
Body
Porosity
Rhythm
Breathing
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Pacheco, Elizabeth Medeiros. Dos poros ao sopro: uma crítica ao paradigma identitário. 2012. 153 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15136
Data de defesa: 28-May-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elizabeth Medeiros Pacheco.pdf60,4 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.