???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15232
Tipo do documento: Tese
Título: Mulheres à beira de um ataque de nervos: a sobrecarga de funções femininas - uma questão de gênero
Autor: Piola, Maria Apparecida Gomes 
Primeiro orientador: Macedo, Rosa Maria Stefanini de
Resumo: A pesquisa foi realizada em uma ONG localizada em uma cidade no centro-oeste do Estado de São Paulo. Teve como objetivo compreender como foi construída a identidade feminina na família de origem por um grupo de mulheres e como elas vivenciam seu papel de mulher na família atual. Os objetivos específicos foram: refletir sobre os valores envolvidos na construção da identidade feminina; como as mulheres percebem a si mesmas. O interesse pelo tema surgiu a partir das queixas de cansaço e de tensão enunciados por mães que iam buscar seus filhos na ONG, ap6s o trabalho no espaço publico. Além das horas dedicadas ao trabalho remunerado iam, em seguida, para suas casas executar os afazeres domésticos. Participaram da pesquisa quatro mães com filhos entre 5 a 10 anos de idade, alfabetizadas, assalariadas. A idade delas ficou num intervalo entre 22 a 42 anos. O método utilizado baseou-se na pesquisa qualitativa. A base epistemológica foi o construcionismo social com seus pressupostos derivados das trocas conversacionais em que os significados são construídos socialmente e a linguagem e entendida em seu carácter ativo sendo considerada uma pratica social, constituinte da realidade. Para atingir o objetivo foram usados instrumentos: entrevistas individuais e grupais. Com estes instrumentos foram construídas as atividades grupais: História de Vida, Grupo Reflexivo e Grupo Focal. Apontam-se como resultados do cansaço a sobrecarga de trabalho, os salários insuficientes para manterem a família e atenderem os acontecimentos inesperados da vida. Trabalham em seus empregos durante 46 horas semanais, em media. Para os afazeres domésticos empregam 20 horas semanais, em media. Tais dados estão em conformidade com os levantamentos demográficos brasileiros. Constatou-se que seus parceiros dedicam momentos aleatórios para os afazeres domésticos. Elas aprenderam, em suas famílias de origem, as habilidades de donas de casa e o valor que se deve dar ao trabalho remunerado. Outro resultado apontado pela pesquisa consiste na falta de dialogo com sua família de origem sobre as questões de educação da sexualidade. Reconhecem que estão reproduzindo com os filhos e filhas semelhante educação
Abstract: The research was done in an ONG located in a city in central-western of Sao Paulo State. It's goal was to realize how the female identity was built in it's original family and how they live their woman function in their present family. The specific goals were: to think about principIes in the construction of the female identity, how women notice themselves. The interest by this text came because of mothers'complaint about their lives. They must work to survive and after that they need to do a lot of housework at home. Four mothers with children between 5 and 10 years old participated in this research. They were alphabetized and hired. They were from 22 and 42 years old. The method used was based in the qualitative research. Under the focus of social constructionism those assumptions were derived from conversational exchan,ges in which meanings are socially constructed and language is understood in its active character is considered a social practice, constituent of the reality. To achieve the objective instruments were used such as: History Life, Reflection Group, Focal Group. It is showed as results work overload, insufficient wages to keep family and answer the unexpected even:ts of life. They work in their jobs for 46 hours per week and then for doing housework they spend, on average, 20 hours per week. These data are in accordance with Brazilian demographic surveys. It was also showed by the survey the lack of dialogue with their original family about sex education. They know that they are doing the same with their children
Palavras-chave: Identidade feminina
Gênero
Afazeres domésticos
Sobrecarga de trabalho
Construcionismo social
Female identity
Gender issue
Housework
Work overload
Social constructionism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Piola, Maria Apparecida Gomes. Mulheres à beira de um ataque de nervos: a sobrecarga de funções femininas - uma questão de gênero. 2012. 324 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15232
Data de defesa: 5-Nov-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Apparecida Gomes.pdf3,91 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.