???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15405
Tipo do documento: Tese
Título: Estéticas do esgotamento: extratos para uma política em Beckett e Deleuze
Autor: Henz, Alexandre de Oliveira
Primeiro orientador: Rolnik, Suely Belinha
Resumo: Esta tese procura construir um habitat com algumas obras de Samuel Beckett enquanto um meio de experimentação com o esgotamento.Trata-se de experimentar o esgotamento - passando também pela pintura de Francis Bacon -, evidenciando passagens de estado, clichês e apontando, a partir do estatuto da imagem em Beckett, para uma perspectiva ético-política do esgotamento. São percorridas agitações e efetuações enfocando especialmente os trabalhos que precedem o período final das peças televisivas de Samuel Beckett. O ensaio L épuisé, de Gilles Deleuze, ganha centralidade nesta pesquisa, matizando traçados na obra de Beckett. Suas configurações inspiram o plano da tese, sustentando a passagem do que serão considerados exemplares para uma experimentação construtiva com o esgotamento. O percurso e a estratégia adotados são o da composição e produção de encontros com algumas das imagens recolhidas na leitura de obras de Beckett. Nos vários andamentos da tese são problematizados rastros de efetuações em fragmentos de romances, pequenas narrativas e peças para teatro ou rádio. No último movimento do trabalho, são viabilizadas alianças ético-estéticas. Problematiza-se a hipótese de uma política em Beckett e Deleuze, uma aposta no impessoal aquém e além de sua configuração parasitada pelo capitalismo contemporâneo, que o reivindica e proclama como um estilo de vida melhor, uma nova aposta mercadológica. Em ruptura com isso, afirma-se uma ética esgotada escrupulosa, desinteressada, aguda e ativa na criação de mini-acontecimentos, de interferências, que conectem um devir imperceptível a uma potência de questionamento, relacionando o estatuto da imagem em Beckett a uma dimensão política possível de estéticas do esgotamento.
Abstract: This thesis aims at building a habitat out of some of Samuel Beckett's works as a means of experimentation with exhaustion. It is a matter of experiencing exhaustion - taking account of Francis Bacon's portrait as well - putting into evidence changes instate, clichés, and pointing out to an ethico-political perspective of exhaustion as viewed from the status of image in Beckett. Agitation and effecting are explored with the focus specially on the works which precede the final period of Samuel Beckett's television plays. The essay "L'Epuisé" by Gilles Deleuze is central to this research by tinging with traces Beckett's work, its configurations inspiring the plan of the thesis and giving support to the passage from what will be considered specimens toa constructive experimentation with exhaustion. The route and the strategy adopted are those of composition and production of appointments with some of the images gathered through the reading of Beckett's works. At the various stages of the thesis tracks of effecting in fragments of novels, short stories and plays for theater or radio are brought to discussion. In the last move of this work ethico-aesthetic alliances are made possible. The hypothesis of a politics in Beckett and Deleuze, a bet on the impersonal inside and beyond its configuration contaminated by contemporary capitalism which demands of it and proclaims it a "better way of life", a new marketing stake. Breaking with it a "scrupulous", "uninterested", exhausted ethics is affirmed. A sharp ethics, active in the creation of small happenings, of interferences which may link an imperceptible becoming to a power of questioning relating the status of image in Beckett to a truly possible political dimension of the aesthetics of exhaustion.
Palavras-chave: Política
Esgotado
Estéticas
exhaustion
aesthetic
political
Beckett, Samuel, 1906-1989 - Crítica e interpretação
Deleuze, Gilles, 1925-1995 - Crítica e interpretação
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Henz, Alexandre de Oliveira. Estéticas do Esgotamento: extratos para uma política em Beckett e Deleuze. 2005. 282 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15405
Data de defesa: 23-Feb-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Esteticas_do_Esgotamento.pdf1,84 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.