???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15561
Tipo do documento: Dissertação
Título: Pensamento e produção de subjetividade: problematizações entre a clínica e a política
Autor: Araújo, Marcos Guilherme Belchior de
Primeiro orientador: Rolnik, Suely Belinha
Resumo: O presente trabalho procura estudar o campo problemático que envolve pensamento e produção de subjetividade e suas implicações para os planos da clínica e da política, tomados aqui num mesmo circuito de múltiplas interferências. A pesquisa segue uma orientação teórico-conceitual e está distribuída em três momentos. Na fase inicial, fez-se necessário reposicionar a questão do pensamento e de seus desdobramentos epistemológicos, filosóficos, éticos e políticos que, na esteira da modernidade, forjaram uma leitura naturalizante do manancial humano, subtraindo-o do tempo e dos acontecimentos do mundo. Partimos dessa imagem do pensamento, consoante ao propósito cartesiano de um estatuto universal e invariável da figura do sujeito-pensante e do próprio pensar, para outra perspectiva que confere ao pensamento uma propriedade de comunhão com a realidade em toda a sua fluidez, imprevisibilidade, impessoalidade. O pensamento em sua condição de abertura e estreita relação com o exterior nos possibilita descortinar uma paisagem coletiva que revela todo o seu potencial na construção de realidades e na correspondência que estabelece com as políticas de subjetivação de seu tempo. Nesse sentido, e adentrando no segundo momento deste escrito, apresentamos um sumário diagnóstico sobre certos modos de subjetivação em nosso cenário contemporâneo, a fim de situar alguns territórios de referência no campo da produção de subjetividade e suas articulações com processos e ações específicas pressuposto fundamental para a terceira parte do trabalho, que se debruça sobre a análise da extensão dos processos coletivos no campo da clínica. Buscamos ampliar a dimensão da clínica, tanto a partir de uma desconstrução de seus contornos habituais (médicos, privados, institucionais), quanto pelo mergulho e diálogo com o tecido político que, de igual modo, fora transmutado de um circuito de representação (partidos, sindicatos etc.) para um circuito das ações e dos encontros entre os corpos. Nesse percurso, tivemos a oportunidade de contemplar centelhas de alteridade que compareceram aqui nos provocando a levantar questões, a problematizar nosso mundo e a reclamar a todo o instante nossa reinvenção cotidiana nos olhares, nos saberes e nas práticas
Abstract: The present paper eagers to study the problematic field that involves thought and production of subjectivity and their implications for the plans of the clinic and the politics, taken here in one exact circuit of multiple interferences. The research follows a theoreticianconceptual orientation and it is distributed among three moments. In the initial phase, it has become necessary to re-position the question of the thought and its epistemological, philosophical, ethical and political unfoldings that, in the mat of modernity, had forged a natural reading of the human source, deducting it from the time and the events of the world. Taking into consideration this image of the thought, consonant to a cartesian intention of a universal and invariable statute of the figure of the thinking-human being and the thinking in itself, for another perspective that confers to the thought a property of communion with the reality in all its fluidity, umpredictability, impersonality. The thought in its condition of opening and narrow relation with the outer space makes it possible for us to disclose a collective landscape that shows all its potential in the construction of realities and in the established correspondance to the politics of subjectivation of its time. This way, and delving into the second moment of this writing, we present a disgnostic summary on certain ways of subjectivity in our contemporary scene, in order to point out some territories of reference in the field of the subjectivity production and its specific joints with processes and actions - basic rule for the third part of the work, that leans over on the analysis of the extension of the collective processes in the field of the clinic. We expect to extend the dimension of the clinic, either from the reconstruction of its habitual contours (doctors, privates, institucio nals), or from diving and dialoguing with the political issue that, is rebuilt from a representative circuit (partnership, unions etc.) to a circuit of the actions and appointments among bodies. In this passage, we had the chance to contemplate flashes of alterity that had appeared here to make us raise questions, complicate our world and complain, all the time, about our daily recreation - in glances, knowledge and practice
Palavras-chave: pensamento
produção de subjetividade
clínica
política
thought
production of subjectivity
clinic
politic
Subjetividade
Pensamento
Diferenca (Filosofia)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Araújo, Marcos Guilherme Belchior de. Pensamento e produção de subjetividade: problematizações entre a clínica e a política. 2006. 94 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15561
Data de defesa: 27-Oct-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PCL - Marcos Guilherme B de Araujo.pdf246,9 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.