Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15587
Tipo do documento: Dissertação
Título: Escolha do terapeuta associada à denominação religiosa
Autor: Coliath, Andréia Aparecida de Melo
Primeiro orientador: Ancona-Lopez, Marília
Resumo: A partir da observação de que clientes evangélicos pentecostais tendem a procurar psicólogos da mesma religião, este estudo visa compreender os sentidos desta escolha e seus efeitos na configuração do setting terapêutico. Para chegar a uma possível compreensão deste fenômeno, realizou-se uma pesquisa qualitativa de cunho fenomenológico, valendo-se de conceitos e propostas da abordagem Cognitiva Comportamental. O caso escolhido para o estudo foi o de uma pessoa atendida em Terapia Cognitiva Comportamental e que teve como condição para escolha do psicólogo o fato dele pertencer e praticar a religião evangélica pentecostal. Foi realizada uma entrevista sobre as razões dessa escolha, complementada por um relato de seu processo terapêutico. A análise da entrevista, e o relato permitiram desenvolver uma reflexão sobre os efeitos dessa escolha na definição do setting terapêutico. O trabalho permitiu evidenciar que a busca por um psicólogo da mesma religião busca garantir um mesmo universo de interpretação, observando-se fantasias exacerbadas em relação ao poder atribuído ao trabalho do profissional. Aponta, também, para o despreparo dos psicólogos em lidar com estas questões. O trabalho demonstra que é possível o diálogo entre os campos de Psicologia e Religião na clínica, guardados os devidos cuidados e precauções
Abstract: This study s objective is to discuss the meanings and therapeutic setting configuration for pentecostal evangelical clients whose choice for a psychologist is the condition of being from the same religion they are. To better understand this phenomenon, a qualitative research was made with a case study and analysed through the phenomenological perspective. The person whose case was used was a clinical patient, treated by the cognitive therapy, and the main condition to participate in this study was to be an active pentecostal evangelical. A direct interview was made about the reasons for this choice, and complemented by her therapeutic history. The analyses of the interview and patients history led us to reflect about the consequences of this choice in the therapeutic setting. This study demonstrated that the search for a psychologist from the patient s same religion is the patient s search to try to guarantee the same interpretation universe, and at the same time avoid questions about his or hers presumptions and beliefs, and also noted exaggerated fantasies related to the power given to the psychological professional. We were also able to see the unpreparedness of some psychologists to work this matter. This work conclusion´s points to the possible relation between Religion and Psychology in the clinical practice, always considering the necessary care and precautions
Palavras-chave: Clientes evangélicos pentecostais
Pentecostal evangelical clients
Psicologia e religiao
Terapia cognitiva
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Coliath, Andréia Aparecida de Melo. Escolha do terapeuta associada à denominação religiosa. 2007. 98 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15587
Data de defesa: 29-Mai-2007
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Andreia.pdf444,65 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.