???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15908
Tipo do documento: Tese
Título: Desurdir a lógica do gênero
Autor: Donini, Angela A. 
Primeiro orientador: Rolnik, Suely Belinha
Resumo: O que me mobiliza para a escrita desta tese são certas situações cotidianas que vivemos em nossos próprios corpos e que, ao se apresentarem para nossa sensibilidade, provocam atritos e desejo de ruptura com a lógica do gênero e de sua dominação sobre a experiência da sexualidade. Sem guia, deixei-me levar pela exploração de movimentos nos quais tal atrito se produz e que, ao mesmo tempo e de forma imanente, provocam a modulação da sexualidade nos campos político, social e subjetivo. Da ação biopolítica depende a lógica do gênero. Tal ação intensifica e provoca a normatização da sexualidade, bem como uma apropriação intensa da vida por meio de farmacotecnologias. Na sociedade do sexo, promovida e produzida pelo biopoder, podemos notar que há uma proliferação dos discursos a respeito desse tema: ele ocupa incessantemente os espaços sociais, políticos e legislativos. Tal produção discursiva é parte dos mecanismos de controle e censura que agem por meio do par cinismo - piedade. A ruptura com os mecanismos de controle relacionados ao gênero e à sexualidade, levados a cabo por complexas operações de microterrorismo, são os principais elementos da cartografia dessa trajetória. Assim, este trabalho procura tecer conexões que convoquem possibilidades de transformação na experiência da sexualidade e de sua inserção no cenário político, econômico, social e de direitos
Abstract: What mobilized me to write this thesis are certain daily situations that we live in our bodies that, when perceived by our senses, provoke friction and a desire to rupture with the logic of gender and its domination over the experience of sexuality. Without a guide, I explore the movements produced by these frictions that immanently and simultaneously provoke the modulation of sexuality in political, social, and subjective fields. The logic of gender depends on biopolitical action. This action is intensified and provoked by the normatization of sexuality, as well as an intense appropriation of life through pharmatechnologies. In the sex society, promoted and produced by biopower, we can note that there is a proliferation of discourses about this topic: it incessantly occupies social, political, and legislative spaces. This discursive production is part of the control mechanisms and censorship that act through the pair of cynicism - pity. The rupture of the control mechanisms related to gender and sexuality, brought about by complex operations of microterrorism, are the principal elements of the cartography of this trajectory. Therefore, this work seeks to weave connections that convene possibilities of transformation in the experience of sexuality and its insertion in the rights and political, economic, and social scenario
Palavras-chave: Biopolítica
Gênero
Sexualidade
Biopolitics
Gender
Sexuality
Psicologia clinica da saude
Vida
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Donini, Angela A.. Desurdir a lógica do gênero. 2010. 130 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15908
Data de defesa: 29-Apr-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANGELA A DONINI.pdf635,21 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.