???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16094
Tipo do documento: Dissertação
Título: O corpo do aluno no cotidiano escolar: sentidos e significados atribuídos por um grupo de professores
Autor: Lebkuchen, Marcia de Oliveira Pasetto 
Primeiro orientador: Aguiar, Wanda Maria Junqueira de
Resumo: O objetivo geral desta pesquisa foi o de compreender como o corpo do aluno é significado pelos docentes da Rede Pública na cidade de São Paulo. Para tanto, o trabalho encontrou suporte teórico nos pressupostos da linha Sócio-Histórica por preconizar um processo de análise e interpretação dialético e profundo considerando a história de vida e as condições institucionais e sociais do sujeito de modo a ampliar a discussão e compreensão da gênese do fenômeno. Particularmente, o trabalho fundamentou-se na área de pesquisa que se estrutura por meio de uma abordagem Sócio-Histórica Aguiar (2006). A questão central dessa área se dá por entendermos que o indivíduo se tornar humano a partir do social em que está inserido, ou seja, dele se humanizar. Os trabalhos centrais da área, com relevância para o projeto, são as pesquisas baseadas em Lev S. Vigotski e seus seguidores por defenderem a ideia de contínua interação entre social e histórico, que é mutável, e a relação com a base biológica do comportamento humano. Partindo do corpo, estrutura orgânica elementar e dependendo das experiências sociais a que é exposto se formam complexas funções mentais, as chamadas funções mentais superiores. Embora haja uma série de publicações e trabalhos na área Sócio-Histórica, há poucas pesquisas em Educação sobre as significações do docente em relação ao corpo de seus alunos. Esta pesquisa buscou atender essa demanda na medida em que, apoiada na abordagem Sócio-Histórica, objetivou ampliar os debates sobre a importância do corpo no momento de aprendizagem. Além desses pressupostos, o projeto fundamentou-se na Motricidade Humana. Há vários trabalhos que lidam com a questão da Motricidade e Corporalidade, tais como os apresentados por Sérgio (1994), Kolyniak (2001), Negrão (2008) e Melani (2006). Entretanto, apenas o trabalho de Carlini (1993) enfocou o problema da formação dos educadores para constituir a concepção do corpo dos educandos, conforme proposto aqui. Dessa forma, acreditamos que este projeto tenha contribuído com os estudos sobre os aspectos constitutivos da formação profissional docente e a prática educativa do cotidiano escolar, na medida em que amplia a proposta de Carlini (1993) e acrescenta os estudos de Motricidade Humana. Nossas questões de pesquisa foram concebidas em geral e as questões específicas, são elas: A questão geral é: (1) Como o corpo do aluno é percebido no cotidiano escolar? As questões específicas são: (2) Como o professor planeja ou não as atividades realizadas com o aluno considerando seu Corpo? (3) O ambiente escolar é adequado ou não ao desenvolvimento mediado pela Motricidade Humana considerando o espaço educativo? Os dados coletados revelaram que a Corporalidade do discente não é significada de maneira efetiva pelo docente quando, nem mesmo quando esse planeja as atividades que fará com seu aluno e, ainda, que ela não é considerada como uma linguagem importante à aprendizagem. No momento de nosso trabalho não encontramos nenhum trabalho nessa área desse modo e esperamos que nosso trabalho seja uma contribuição útil è reprodução de novos estudos no futuro que superem as limitações que encontramos nesta pesquisa
Abstract: The general purpose of this research is to comprehend how the student s body is meant by the teachers from the public network in São Paulo. To do so, the paper found theoretical basement in the Socio-Historical assumptions in which recommend an analysis and interpretation processes must overcome appearances and in a dialectic way, under the light of information about life history, institutional and social conditions of the subject, broadening the discussion and understanding the phenomena genesis. The main matter directs itself to make the individual, from its social environment, becomes human. The main papers on the area, concerning the project, are the research based on Lev S. Vigotski and his followers, who defend the idea of a continuous interaction between social and historical, which is mutable, and the relation with the biological basis of the human behavior. Starting from the body, elementary organic structure and depending on the social experiences to which the individual is exposed, complex mental functions appear, the so-called higher mental functions. Although there is a series of publications and papers in the Socio-Historical area, there are few researches on Education about the significance of the teacher concerning the student s body. This research tried to fill in the gap, supported by the Socio-Historical approach, broadening the debates about the importance of the body during the learning process. Besides the Socio-Historical assumptions, the project was also based on the Human Movement Science. There are many papers concerning Movement and Corporality, such as the ones presented by Sérgio (1994), Kolyniak (2001), Negrão (2008) and Melani (2006). In spite of this, only Carlini s work (1993) focused on the problem of teacher formation to constitute body conception to students, as proposed here. Thus, the project tried to make an original contribution to the study of constitutive aspects in the professional teacher formation and the educational practice in school, broadening Carlini s proposal (1993) and adding Human Movement studies. The main question proposed by the research were the following: (1) How does the teacher plan the given activities considering the student s body? And some specifics questions are: (2) What is the space available in the school environment to develop body activities? (3) Is the school environment appropriate for the development of Human Movement? It is expected that this paper contributed for Educational Psychology by showing results that indicated that the student s body is not meant effectively and considered an important learning language. The paper still presents and discusses the limitations of the research and possible future studies, besides suggestions of pedagogical approaches of its results
Palavras-chave: Corpo
Psicologia da educação
Sócio-histórico
Motricidade humana: Concepção de desenvolvimento do homem
Body
Educational psychology
Socio-historical
Human movement
Human development concept
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Lebkuchen, Marcia de Oliveira Pasetto. O corpo do aluno no cotidiano escolar: sentidos e significados atribuídos por um grupo de professores. 2013. 120 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16094
Data de defesa: 26-Jun-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcia de Oliveira Pasetto Lebkuchen.pdf928,09 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.