???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16100
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sentido e significado de violência na escola para o aluno de 8ª série
Título(s) alternativo(s): sense and signification of the violence inside school
Autor: Malavolta, Letícia Zavitoski
Primeiro orientador: Aguiar, Wanda Maria Junqueira de
Resumo: A sociedade contemporânea tem se defrontado, cada vez mais, com os problemas da violência no seu cotidiano. O aumento dos casos de violência tem levado algumas pessoas a desenvolver alguns padrões de comportamento. Entre esses padrões percebe-se que os jovens têm inspirado medo na sociedade e vêem sendo culpabilizados pela crescente onda de violência. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo geral de contribuir em parte para a compreensão da violência, questão tão complexa e presente em todos os espaço. Neste sentido, o foco deste trabalho é a violência dentro do espaço escolar. A escola, instituição, que apesar de ainda ser conhecida como um lugar protegido, tem se preocupado, cada vez mais com a indisciplina e a violência de seus alunos. O referencial teórico-metodológico utilizado neste estudo é o da Psicologia Sócio-Histórica, baseado em Lev S. Vigotski, que compreende o homem historicamente inserido na cultura, ou seja, produto e produtor da sociedade em que vive. Especificamente, esta pesquisa se propôs a investigar o sentido e o significado da violência dentro da escola, a partir do olhar dos alunos. Dar voz a esses jovens, saber deles o que pensam sobre esta situação. Realizamos, então, um grupo focal com 12 alunos das 7ª e 8ª series do ensino fundamental de uma escola municipal em Pirituba, bairro periférico da cidade de São Paulo. Escolhemos um sujeito, entre os alunos do grupo focal para entrevistar. Efetuamos uma entrevista semi-dirigida, pautada nos objetivos da pesquisa de recuperar a história de vida de uma adolescente aluna da 8ª serie de uma escola municipal. Os resultados da análise da entrevista, bem como as informações trazidas pelo grupo focal nos possibilitam compreender uma pequena parte desta questão. A percepção de que os jovens estão imersos em violências em quase todas das esferas da sua vida, além da própria escola. Estão imersos em violência nas relações familiares, nos relacionamentos amorosos e de amizade, no cotidiano de preconceito por sua classe social e etnia.
Abstract: Each time more, the contemporary society has being confronted, everyday, with the problems of the violence in yours lives. The increase of the violence cases has taken some people to develop some standards of behavior. Between these standards it is perceived that the young has inspired fear in the society and the society put the blame on the young by the increasing wave of violence. This work was developed with the general purpose to contribute, in part, for the understanding of the violence, so complex and present question in all the space. In this direction, the focus of this work is the violence inside the school. The school, institution, that although still to be known as a protected place, is worry with both the insubordination and the violence of its pupils. The social-historical psychology is the methodology used in this study it was on the grounds of Lev S. Vigotski theory, that historically understands the man inside the culture, or either, product and producer of the society where he lives. Specifically, this research is intend to search the sense and signification of the violence inside school by the pupils eyes. To give voice to these young, to know from them what they think about this condition one study of a focal group was developed with 12 pupils of 7ª and 8ª grade of the basic education of a municipal school in Pirituba, outlying area of the city of São Paulo. A citizen was chose, enters the pupils of the focal group to interview. A half-directed interview was developed within the objectives of the research to recoup the history of the life of an adolescent pupil of 8ª grade of a municipal school. With the results of the analysis of the interview, as well as the information from the focal group it was possible then to understand a small part of this question. The perception that the young is immersed in violence in almost all of the spheres of life, beyond the proper school. They are immersed in violence in the familiar relations, the loving relationships and friendship, in the daily one of the preconception for their ethnical and social class.
Palavras-chave: Escola
Violência
adolescência
violence
school
adolescent
Violência nas escolas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO EM PERIFERIAS URBANAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Malavolta, Letícia Zavitoski. sense and signification of the violence inside school. 2005. 154 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16100
Data de defesa: 24-Nov-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao LETICIA ZAVITOSKI MALAVOLTA.pdf592,91 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.