???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16131
Tipo do documento: Tese
Título: Química orgânica: proposta de ensino com base no modelo de equivalência de estímulos
Título(s) alternativo(s): Organic Chemistry: teaching proposal on the basis of stimulus equivalence model
Autor: César, Marcelo de Abreu 
Primeiro orientador: Moroz, Melania
Resumo: A Análise do Comportamento vem desenvolvendo estudos, fundamentados no modelo de equivalência de estímulos, para a compreensão de diversos repertórios acadêmicos. Considerando que, no Brasil, o ensino de Química continua sendo um grande desafio, o presente trabalho avaliou uma programação de ensino de química orgânica, elaborada com base no modelo de equivalência de estímulos e implementada em espaço coletivo, com o auxílio de software. Participaram alunos da 2ª série do Ensino Médio. Foram realizados dois experimentos, ambos com Pré-Teste, Intervenção e Pós-Teste. No Experimento 1, ensinou-se a oralizar os elementos químicos, a partir de suas representações simbólicas, números e modelos atômicos. Os estímulos utilizados foram nome impresso (A), símbolo (B), número atômico (C) e modelo atômico (E) de elementos químicos. Foram ensinadas as relações AB, BC e BE, e testadas às relações BA, CB, AC, CA, EB, AE, EA, CE, EC e a oralização do elemento químico a partir do símbolo (BD), do número atômico (CD) e do modelo atômico (ED). No Experimento 2, ensinou-se a oralizar os diferentes tipos de fórmulas de cadeias carbônicas; identificar as diferentes fórmulas de uma mesma cadeia carbônica, e; a classificar as cadeias carbônicas quanto à existência ou não de extremidades livres, quanto ao tipo de ligações existentes entre os átomos de carbono e quanto à presença ou não do heteroátomo. Os estímulos foram nome ditado do tipo de fórmula (I), representação do tipo de fórmula (II), nome impresso do tipo de fórmula (III), fórmula estrutural plana (A), fórmula de linha (B), fórmula estrutural condensada (C), fórmula molecular(D), nome impresso da extremidade (E1), nome impresso do tipo de ligação (E2), nome impresso referente à existência ou não de heteroátomo (E3). Iniciou-se pelo ensino da relação I-II, sendo testadas as relações II-III, III-II e a oralização a partir do tipo de fórmula (II-O). Em sequência, foram ensinadas as relações AB e AC, testando-se BC, CB, BA e CA; a relação AD, testando-se DA, BD, DB, CD, DC; a relação CE1, testando-se E1C, AE1, E1A, BE1, E1B, DE1, E1D; a relação CE2, testando-se E2C, AE2, E2A, BE2, E2B, DE2, E2D; a relação CE3, testando-se E3C, AE3, E3A, BE3, E3B, DE3, E3D. Foi realizado Teste de Generalização para Novas Cadeias Carbônicas. Os resultados indicaram que os participantes submetidos ao ensino atingiram o patamar de desempenho esperado em todas as relações ensinadas e testadas e que, a partir das relações ensinadas, emergiram novos repertórios, incluindo a oralização e a construção (desenho) do tipo de fórmula. O desempenho no Pós-Teste foi superior ao apresentado no Pré-Teste, e houve generalização do repertório, evidenciando a eficácia da programação avaliada para o ensino de conteúdo de química orgânica
Abstract: The Behavior Analysis has developed studies based on stimulus equivalence model for understanding diverse academic repertoires. Whereas in Brazil, teaching chemistry remains a major challenge, this study evaluated a program for teaching organic chemistry, which is based on stimulus equivalence model and implemented in the collective space, with the aid of a software. Participating students were in the 2nd year of high school. Two experiments, both with Pre-Test - Intervention and Post Test, were performed . In Experiment 1, it was taught to verbalize chemical elements based on their symbolic representations, numbers and atomic models. The stimuli were: printed name (A), symbol (B), atomic number (C) and atomic model (E) of chemical elements. The AB, BC and BE relations were taught, and tested to BA, CB, AC, CA, EB, AE, EA, CE, EC, and naming the chemical element from the symbol (BD), atomic number (CD) and atomic model (ED). In Experiment 2, it was taught to verbalize different types of carbon chains formulas, to identify the different formulations of the same carbon chain and also to classify the carbon chains as to whether or not the existence of free extremities related to existing connections between the carbon atoms and the presence or not of the heteroatom. Stimuli stated the type of formula (I) the type of formula representation (II), printed name of the type of formula (III), flat structural formula (A), formula line (B), condensed structural formula (C), molecular formula (D), printed name of the extremity (E1), printed name of the connection type (E2), printed name referring to the existence of atom (E3). It began by teaching the relation I-II, and by testing relations II-III, III-II and also the verbalization of the type of formula (II-O). In the sequence, the AB and AC relations were taught, and the BC, CB, BA and CA relations were tested; the AD relation, testing DA, BD, DB, CD, DC; the CE1 relation, testing E1C, AE1, E1A, BE1, E1B, DE1, E1D; compared to CE2, testing E2C, AE2, E2A, BE2, E2B, DE2, E2D, the CE3 relations, testing E3C, AE3, E3A, BE3, E3B, DE3, E3D. Generalization test was conducted for the New Carbonic Chains. The results indicated that participating students reached the expected level of performance in all the taught and tested relationships and that, new repertoires arose from these relations, including verbalization and construction (design) of the type of formula. Performance in the Post-Test was higher than in the Pre-Test, and there was widespread repertoire, demonstrating the effectiveness of the evaluated program for the organic chemistry teaching
Palavras-chave: Química orgânica
Equivalência de estímulos
Discriminação condicional
Software educativo, Contexto coletivo
Organic chemistry
Stimulus equivalence
Conditional discrimination
Educational software
Collective context
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: César, Marcelo de Abreu. Organic Chemistry: teaching proposal on the basis of stimulus equivalence model. 2014. 371 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16131
Data de defesa: 11-Apr-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcelo de Abreu Cesar.pdf7,5 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.