???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16931
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os sentidos do sofrimento ético-político na população LGBT em situação de rua em um centro de acolhida da cidade de São Paulo
Autor: Salgado, Fernanda Maria Munhoz 
Primeiro orientador: Sawaia, Bader Burihan
Resumo: A condição de se estar em situação de rua atrelada à vivência das sexualidades não hegemônicas (lésbica, gay, bissexuais, travestis e transexuais), produz situações específicas de sofrimento social pouco estudadas pela academia. Baseado na perspectiva da Psicologia Socio-Histórica, este trabalho tem como objetivo conhecer a dimensão ético-política do sofrimento da população LGBT que se encontra em situação de rua e a vivência destas sexualidades neste espaço social. Para tanto, utilizou-se procedimentos que permitiram analisar os afetos que tecem as relações de servidão geradoras de sofrimento nas vidas destas pessoas como: a compreensão da construção e vivência da sexualidade destes sujeitos imersos neste cenário, por observações, entrevistas e conversas com os mesmos. A coleta de dados foi realizada num centro de acolhida da cidade de São Paulo, onde foram realizadas onze entrevistas semidirigidas com frequentadores acolhidos no serviço. Também foram descritas e agregadas à discussão, informações acerca da observação espacial do centro de acolhida, bem como do diário de campo das experiências profissionais da pesquisadora com esta população. Dos onze entrevistados, foram escolhidos três sujeitos que se identificaram como lésbica, gay e travesti. Na análise das informações obtidas, ressaltaram-se cinco categorias de análise dentro da trajetória de vida destes sujeitos. Em cada uma delas, emergiram os núcleos dos sentidos do sofrimento advindos da perda de vínculos, do processo de construção e identificação da sexualidade, das situações de inclusão perversa (preconceito / servidão), mas também de emoções derivadas de alegria ligadas às viabilidades de suas potencialidades de ação. Em termos teóricos, a pesquisa reforça o enfoque à afetividade, pois é ela que expõe, com maior nitidez, como o indivíduo é afetado pelas condições sociais. As reflexões permitem compreender que o sofrimento ético-político da população LGBT em situação de rua advém de uma trajetória de vida permeada por consecutivos processos de inclusão perversa, já que lhes foram socio-historicamente cerceados os acessos a outras possibilidades de espaços sociais, sendo designado a eles o lugar do abjeto. Todavia, percebe-se que as redes socioassistenciais apresentam paralelamente ao papel de reprodutora da política dominante de afetividade, a possibilidade de se tornar um espaço relevante de possíveis modificações desse cenário, por meio do reconhecimento e promoção da afetividade na trajetória de vida destes sujeitos. Ressalta-se que a Psicologia pode contribuir diretamente na construção de políticas públicas norteadas a partir dos fatores apresentados nesta dissertação, trazendo consigo a concepção de afeto como fenômeno ético-político para ser agregado às ações socioassistenciais
Abstract: The condition of becoming homeless tied to the experience of non-hegemonic sexualities (lesbian, gay, bisexual and transgender), produces specific situations of social distress that have been little studied by academia. Based on the perspective of the Sociohistorical Psychology, this study aims to evaluate the ethical-political dimension of the suffering of LGBT people that are homeless and the living in of these sexualities in the streets. To this end, we used procedures that allowed us to analyze the affects that weave relations of servitude that caused suffering in the lives of these people as: understanding the construction and experience of sexuality of these persons immersed in this scenario by observations, interviews and conversations with them. Data collection was performed in a reception center in São Paulo, where eleven semi directed interviews were conducted with goers welcomed into the service. Were also described and aggregated in the discussion, information about the spatial observation of this place, as well, the field diary of the researcher's professional experiences with this population. Of the eleven interviewees, three were chosen as persons who identified themselves as lesbian, gay and transvestite. In the analysis of the information pointed to five categories of analysis inside the life trajectory of these subjects. In each of them emerged the nuclei of the meanings of suffering arising from the loss of the links, the construction process as identification of sexuality, the situations of perverse inclusion (prejudice / servitude), but also of emotions related to happiness derived from its potential viability of action. In theoretical terms the research reinforces the focus on affection, for it is that more clearly exposes how the individual is affected by social conditions. These reflections enable us to understand that the ethical-political suffering of LGBT people that are homeless comes from a trajectory of life imbued by consecutive processes of perverse inclusion, since they were socio-historically constrained to the possibilities of access to other social spaces, being designated to them the place of the abject. However, it is clear that the social networks present, parallel to the reproductive role of the dominant political affection, the possibility of becoming a relevant area to possible modifications of this scenario, through the recognition and promotion of affection in the life trajectory of these subjects. It is emphasized that psychology can contribute directly to the construction of public policies guided from the factors presented in this thesis, bringing the concept of affect as an ethical-political phenomenon to be added to the social assistance actions
Palavras-chave: População LGBT
Situação de rua
Sofrimento ético-político
Exclusão/inclusão
Sexualidade
Potência de ação
LGBT people
Homeless
Ethical-political suffering
Exclusion/inclusion
Sexuality
Power of action
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Salgado, Fernanda Maria Munhoz. Os sentidos do sofrimento ético-político na população LGBT em situação de rua em um centro de acolhida da cidade de São Paulo. 2011. 135 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16931
Data de defesa: 20-Jun-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernanda Maria Munhoz Salgado.pdf1,08 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.