???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17043
Tipo do documento: Tese
Título: A maldição da individuação: reflexões sobre o entrelaçamento prazer-medo e a expressão literária
Título(s) alternativo(s): The curse of the individuality: a thought about the relation between pleasure-fear and the literary expression
Autor: Franciscatti, Kety Valéria Simões
Primeiro orientador: Sawaia, Bader Burihan
Resumo: Esta pesquisa de doutoramento, com base na teoria crítica da sociedade, tem como objetivo discorrer sobre o paradoxo da maldição da individuação os sofrimentos vividos por se estar entre as (im)possibilidades de sofrer o outro e se diferençar como decorrência do fracasso da cultura que impede e mutila o movimento formativo do amor, focalizando sua reflexão no entrelaçamento do prazer e do medo e nas potencialidades da expressão literária. As argumentações sobre estes dois focos podem ser descritas em duas perspectivas que se entrecruzam. A primeira busca evidenciar os danos da repressão sexual e da renúncia erótica ao processo de formação do indivíduo, problematizar e pensar as manifestações de destruição como proveniente dos impedimentos culturais ao movimento do amor, da não fruição da beleza, da mutilação dos sentidos, da estupidez da razão e do conseqüente endurecimento do ego. A segunda procura mostrar a experiência estética proporcionada pela literatura (do artista e do receptor) como condição privilegiada de contato e de reflexão sobre o objeto desta pesquisa (a maldição da individuação), e considerar o potencial da expressão literária, sem recair no psicologismo, como um movimento que envolve três dimensões concomitantes: como testemunho, por manifestar os sofrimentos injustificados, como resistência, por conter o ódio (a destruição do objeto), e como possibilidade de transformação do existente, por também guardar estilhaços que podem iluminar saídas deste estado, centelhas e vestígios para se ir além da destruição. Estão predominantemente sistematizadas formulações teóricas dos autores frankfurtianos Adorno, Horkheimer e Marcuse; de Freud; e selecionados trechos literários de escritores da língua portuguesa: do Brasil, Clarice Lispector e Caio Fernando Abreu; de Portugal Fernando Pessoa (ele mesmo e sob os heterônimos de Álvaro de Campos e Bernardo Soares) e José Saramago. Entretanto, o status conferido aos escritores é diferenciado. Os trechos literários de Lispector estão no centro das reflexões; busca-se a interlocução dos outros escritores citados, com destaque para Abreu, para articular a discussão e a consecução do objetivo proposto. Também por esse motivo, há uma certa relevância na presença de um outro escritor: Fernando Sabino, com o qual Lispector trocou correspondência durante anos. Não há pretensão de discutir a totalidade da obra destes escritores, os trechos destacados (contos, romances, poesias e cartas) são trabalhados como representantes da expressão artística nas dimensões já mencionadas. Com o objetivo enunciado, a proposição dessas argumentações e das reflexões (teóricas e literárias) indicadas, pretende-se expor a tese de que a maldição da individuação é referente, em sua base, à mutilação do movimento do amor ocasionada pelos impedimentos culturais que danificam os sentidos e a razão formação obstada que dificulta a instauração da fruição como modo de vida e que prende o entendimento e a possibilidade da beleza ao enfrentamento de sofrimentos em grande parte injustificados diante das condições materiais existentes e que este momento mimetizado na obra literária pela expressão artística proporciona experiências fundamentais para a contenção, a reflexão sensível e a busca de possíveis saídas do estado de destruição e da ordem da barbárie, uma vez que na arte alguns, ao representar todos os homens (em meio a cicatrizes e fragmentos) expressando o aprisionamento entre o querer e o não conseguir viver, realizam obras na esperança desesperada de poder enfim viver, livre e feliz.
Abstract: This PhD research, on the basis of Critical Theory of Society, has the target to show the paradox of the curse of the individuality the sufferings lived between the (im)possibilities of other s suffering and to become different as a result of the culture failure which impeaches and cut off the formative movement of the love, focusing its thought in the relation of pleasure and fear and in the potentialities of literary expression. The argumentations about these two focus can be described in two perspectives which are intersected. The first tries to put in evidence the sexual repression damage and the erotic renounce to the process of the person s formation, to raise the problems and to think about the destruction manifestations as a result of the cultural impeachments to formative movement of love, of no-fruition of the beauty, the mutilation of the senses, the foolishness of the reasoning and of the consequent hardness of the ego. The second focus tries to show the esthetic experience provided by literature (from the artist and from the receptor) as a privileged condition of contact and thought about the object of this research (the moment of the curse of the individuality), considering potentially the literary expression, without decreasing it to the psychologism, in three dimensions at the same time: as a testimony and manifestation of the unjustified sufferings, as resistance, because it contains hate (destruction of the object), and possibilities of changes the existent, because they can keep small parts which can lighten some exits from this state, alternatives to go further the destruction. The theoretical formulations from the authors of Frankfurt Adorno, Horkheimer and Marcuse; Freud; and selected literary parts from Portuguese language writers: from Brazil, Clarice Lispector and Caio Fernando Abreu; from Portugal, Fernando Pessoa (he himself and under the heteronames of Alvaro de Campos and Bernardo Soares) and José Saramago are predominantly systematized. However, the given status to the writers is different. The Lispector literary parts are in the center of the thoughts; the interlocution of other mentioned writers is aimed, emphasizing Abreu, in order to construct the discussion and the consecution of the proposed target. Also because of this reason, there is a certain relevance in the presence of another writer: Fernando Sabino, with whom Lispector exchanged letters during some years. There is no intention to discuss the work of these writers in its totality, the emphasized parts (tales, novels, poetry and letters) are worked as a representation of artistic expression in the dimensions mentioned before. With this announced target, the proposal of these argumentations and these indicated thoughts (theoretical and literacy), is intended to show the thesis that the curse of the individuality is related to, in its basis, the mutilation of the movement of love caused by cultural impeachments which damage the senses and the reasoning harmed formation which makes more difficult the installing of fruition as a way of life, which sticks the understanding and the possibility of beauty to face the sufferings mostly unjustified, in face of the existing material conditions and in that moment expressed in the literary work by the artistic expression, provides fundamental experiences to the contention, the sensitive thought and the search for possible exits from the destruction state and from the barbarous ness order, once in the art some, representing every men (among scars and fragments) expressing the prison between the desire and not getting to live, accomplish works in a desperate hope of, finally, having a free and happy life.
Palavras-chave: Teoria Crítica da Sociedade
Formação/Sexualidade
Violência/Barbárie
Liberdade/Felicidade
Amor/Ternura
Ódio/Crueldade
Critical Theory of Society
Formation/Sexuality
Violence/Barbarity
Freedom/Happiness
Love/Tenderness
Hate/Cruelty
Individuação (Psicologia)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Franciscatti, Kety Valéria Simões. The curse of the individuality: a thought about the relation between pleasure-fear and the literary expression. 2005. 231 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17043
Data de defesa: 4-Apr-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A Maldicao da Individuacao - Parte 1.pdf56,67 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.