???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17415
Tipo do documento: Dissertação
Título:  ...Mas a gente não sabe que roupa dever usar : um estudo sobre a prática do psicólogo no Centro de Referência de Assistência Social
Autor: Araujo, Fabiana Itaci Corrêa de 
Primeiro orientador: Sawaia, Bader Burihan
Resumo: A presente pesquisa tem como objetivo analisar a prática do psicólogo nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) em sua implicação com a subjetividade como dimensão de ação da Política de Assistência Social. Trata-se de um estudo qualitativo desenvolvido a partir do referencial teórico-metodológico da Psicologia Social crítica, de base materialista histórica dialética. Para tanto, foram entrevistados (entrevista semi-dirigida) três psicólogos, servidores públicos municipais, trabalhadores do CRAS, há, no mínimo, seis meses. A partir dos relatos produzidos com as entrevistas foram levantadas as unidades de sentido de cada sujeito. Essas foram confrontadas tendo como referência as normatizações da Assistência Social e os pressupostos da Psicologia Social Crítica, em diálogo com as pesquisas já desenvolvidas pelo NEXIN com uma temática próxima à desta. Nesse processo destacam-se a importância atribuída aos conhecimentos e práticas desenvolvidas pelo Serviço Social ao atendimento cotidiano às demandas da população, a importância do grupo como unidade de trabalho privilegiada e a finalidade atribuída pelo psicólogo para sua prática profissional neste espaço sócio-ocupacional. Os resultados apontam para o caráter processual da construção de um lugar próprio da Psicologia na Assistência Social e as dificuldades encontradas de ordem política, de formação e de organização do trabalho, na consecução dos objetivos da proteção social básica. Essa construção é atravessada pelas contradições que determinam a Assistência Social como área da política pública, entendida no movimento de produção e reprodução da vida social, e da constituição histórica da Psicologia como área do conhecimento e prática profissional
Abstract: The present research aims to analyze the pratical of psychologists of Social Assistance Centers (CRAS) in its implication with the subjectivity as a dimension of action in the Social Security Politics. The qualitative study was developed from the perspective of the Critical Social Psychology Theory, with a historical dialectical materialist basis. In order to accomplish our objective, three psychologists had been interviewed (half-directed interview). They worked at the public, municipal service, servers of the CRAS for, at least, six months. From the stories produced with the interviews, units of sense had been raised. Hence, those units were collated having as reference the norms of Social Security and the principles of Critical Social Psychology. This was done in dialog with others researches of NEXIN that were about similar themes. In this process it is evident the importance attributed to the practical knowledge developed by the Social Service, the daily attendance to the demands of the population, the importance of the group as privileged unit of work and the purpose attributed for the psychologist for its practical professional in this social-occupational space. The results point the character of process in the construction of a proper place of Psychology in the Social Assistance, and demonstrate the political difficulties joined during the formation and organization of the work of accomplishing the objectives of the basic social protection. This construction is crossed by the contradictions that determine the Social Assistance as an area of public politic, understood in the movement of the production and reproduction of the social life, and of the historical constitution of Psychology as an area of knowledge and practical professional
Palavras-chave: Psicologia e assistência social
Subjetividade e assistência social
Projeto ético-político do psicólogo
Psychology and social assistance
Subjectivity and social assistance
Psychologist professional pratical
Etical-political project of the psychologist
Psicologos -- Pratica profissional
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Araujo, Fabiana Itaci Corrêa de. ...Mas a gente não sabe que roupa dever usar : um estudo sobre a prática do psicólogo no Centro de Referência de Assistência Social. 2010. 249 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17415
Data de defesa: 30-Jul-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fabiana Itaci Correa de Araujo.pdf2,3 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.