???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18180
Tipo do documento: Tese
Título: Conhecimento,tecnologia e futuro: análise do cenário de inovação dos países emergentes
Autor: Silva, Diogo Cortiz da 
Primeiro orientador: Santaella, Lucia
Resumo: Esta pesquisa discute o papel que a inovação tecnológica tem para garantir o crescimento econômico e a autonomia das nações. Para isso, investiga-­‐se sobre o processo atual de desenvolvimento tecnológico e o seu relacionamento com a ordem cientifica do momento. Considera-­‐se o conhecimento científico como um dos principais pilares em qualquer processo de inovação, pois ainda que o acaso possa estar sempre permeando um ambiente de criação, é a ciência que permite encontrar, identificar e extrair valor de novos fenômenos. Parte-­‐se da hipótese de que, apesar da Internet ter criado uma rede global de troca de informação, ainda há certo grau de concentração da dinâmica cientifica em determinadas localidades, como nos Estados Unidos, na Europa e em alguns países da Ásia, o que limita a inovação em outros continentes. Essa situação acontece porque o conhecimento tácito, aquele que depende da experiência e é o grande propulsor da inovação, demanda tempo, interação e experimentação para a sua transferência e aquisição, o que demonstra a limitação da Internet, mas não a elimina por completo como um serviço para propagação do conhecimento. O recorte desta pesquisa enquadra, como objetos de estudos, os Estados Unidos, União Europeia e os países emergentes que formam o bloco BRICK (Brasil, Rússia, Índia, China e Coréia do Sul), levantando dados sobre a produção científica e inovação de cada um deles, possibilitando identificar os principais fatores e estratégias que colocam algumas dessas nações na posição de liderança em inovação, enquanto outras são deixadas na retaguarda do desenvolvimento tecnológico. Esta pesquisa aponta que o Brasil apresenta um frágil ecossistema de inovação por ter baixos indicadores de produção científica, baixa qualidade de educação e principalmente ausência de planejamento a longo prazo para áreas prioritárias. Por fim, aponta-­‐se algumas tendências como empreendedorismo, educação interdisciplinar e pesquisas colaborativas para criar possibilidades de aquisição e compartilhamento de conhecimento, o que é essencial para estimular a inovação em uma nação emergente
Abstract: This research discusses the role of technological innovation to ensure economic growth and the autonomy of nations. For these purposes, it investigates the current process of technological development and its relationship with the current scientific model. This work considers scientific knowledge as a key pillar in any innovation process, once it is responsible for finding, identifying and extracting value from new phenomena. It starts with the hypothesis that there is still a degree of concentration of scientific dynamics in certain locations, such as in the United States, Europe and some Asian countries, despite the fact that Internet have created a global network for information exchange. This situation occurs because tacit knowledge one kind of knowledge that depends on experience and is the major driver of innovation demand time, interaction and experimentation for its transfer and acquisition, which demonstrates the limitations of the Internet. This research focuses on the United States, European Union and emerging countries that are part of the BRICKs (Brazil, Russia, India, China and South Korea), collecting data on scientific production and innovation of each one of them, making it possible to identify the key factors and strategies that put some of these nations in the leading position in innovation. This research shows that Brazil has a fragile ecosystem of innovation due to low scientific production indicators, low quality of education system and especially absence of long-­‐term planning to priority areas. Finally, we point out some trends such as entrepreneurship, interdisciplinary education and collaborative research to create possibilities for acquiring and sharing knowledge, which is essential to stimulate innovation in an emerging nation
Palavras-chave: Inovação tecnológica
Dinâmica científica
Conhecimento
Futuro
Technological innovation
Scientific dynamic
Knowledge
Future
Área(s) do CNPq: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Mídias Digitais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital
Citação: Silva, Diogo Cortiz da. Conhecimento,tecnologia e futuro: análise do cenário de inovação dos países emergentes. 2015. 177 f. Tese (Doutorado em Mídias Digitais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18180
Data de defesa: 15-Jun-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diogo Cortiz da Silva.pdf3,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.