???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18220
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mobile Learning: o aprendizado do século XXI
Autor: Cônsolo, Angeles Treitero García 
Primeiro orientador: Santaella, Lucia
Resumo: Desde o surgimento da Internet com os recursos da WWW (World Wide Web), não cessam de emergir e se expandir novos caminhos para o acesso à informação. Hoje, estamos vivendo uma nova etapa com o surgimento das mídias móveis, dos computadores coletivos móveis (CCm) que se estabelecem com a computação ubíqua sem fio. Esses são recursos que englobam dispositivos tais como: telefones celulares, PDAs (Personal Digital Assistance), MP3, MP4, palm-tops, pagers, games etc. São equipamentos que nos convidam quase em tempo integral a nos integrar na sociedade da informação, em que estar conectado faz parte da nossa existência. Muitas coisas estão sendo realizadas com os dispositivos móveis, tais como: arte, música, sons, novas formas de controle social, e muito mais. Porém o que não podemos esquecer é que eles estão produzindo uma nova linguagem, um novo olhar para a arte e a cultura, uma nova forma de aprender e de ensinar. Nesse contexto, esta pesquisa está voltada para o levantamento do estado da arte dos dispositivos móveis, tendo em vista chamar atenção para o potencial que eles apresentam para o desenvolvimento cognitivo e para a aprendizagem tanto informal quanto formal. Para atingir esse objetivo, no primeiro capítulo, colocaremos em discussão as principais teorias da aprendizagem, para constatar, nas várias correntes teóricas, como se dá a evolução das teorias e como cada teórico analisa os estudos referentes aos processos cognitivos. No segundo capítulo, faremos um levantamento do estado da arte dos dispositivos móveis, tais como: aparelhos celulares; games; MP3; MP4; iPod; PDAs, etc, com o objetivo de levantar os conceitos que lhes são específicos, tais como: mobilidade, portabilidade, conectividade, interatividade e ubiqüidade, cibridismo (interconexão entre redes on e off-line), nomadismo etc. Ou seja, visamos apresentar o cenário em que eles estão inseridos e sua inserção nos estudos científicos. Por fim, no terceiro capítulo, pretende-se realizar uma síntese reflexiva entre os capítulos anteriores. Essa síntese estará voltada para a seleção das teorias da aprendizagem que apresentam mais sintonias com o potencial cognitivo dos equipamentos móveis, juntamente com a reflexão sobre as necessárias transformações nas concepções tradicionais de aprendizagem que as revoluções tecnológicas estão acarretando. Essas reflexões servirão de base para a apreciação de projetos emergentes que se aproveitam dos dispositivos móveis para fins educativos. Como se pode ver, a fundamentação teórica está baseada nas contribuições de algumas teorias construtivistas que foram selecionadas por considerarem que a aprendizagem é um processo de conhecimento, de compreensão de relações, em que as condições externas atuam mediadas pelas condições internas. Para tanto, foram utilizadas a teoria sociocultural do desenvolvimento e da aprendizagem ou teoria da mediação de Vygotsky e a Teoria do Desenvolvimento Cognitivo de Piaget. A parte do estudo relativa aos dispositivos móveis está apoiada em pesquisadores que têm se dedicado à criação e pesquisa na área da mobilidade tais como: Giselle Beiguelman, Lucia Santaella, André Lemos, entre outros. A metodologia é exploratória, baseada em dados bibliográficos. A pesquisa empírica está voltada para a seleção de dados teóricos que atuam na linha dos processos de aprendizagem, no desenvolvimento das estruturas cognitivas e dos pesquisadores que voltam seus estudos para os dispositivos móveis, com o objetivo de interpretar tais dados tendo por base o que está sendo estudado. Essas foram as bases para as reflexões sobre as contribuições que a mobilidade pode trazer para o aprendizado
Abstract: Since the appearance of Internet with the WWW (World Wide Web), resources do not stop to emerge and expand new paths to information. Today, we are living a new stage with the emergence of mobile media, the collective mobile computers (CCM) settle down with the mobile computing ubiqua. This is resources that include devices such as: cellular, PDAs (Personal Digital Assistance), MP3, MP4, palm-tops, pagers, games etc. Those equipments included us in real time to join into the information society, be connected its a part of our existence. Many things are making with the mobile device such as art, music, sounds, new forms of social control, and much more. However, we don t forget they are producing a new language, a new look at art and the culture, a new form to learn and teach. In that context, this research is focused in the device mobile and how they help to develop cognitive structures in the formal and inform learning. To achieve this goal, in the first chapter we ll discute the main learning theories and how and how each theoretical analyses the studies relating the cognitive processes. In the second chapter, we ll study the mobile device and yours specific concepts such as, interactivity, ubiquity, interconnection between networks on and offline, nomadism, etc. So we ll to present where they are inserted both in society and scientific studies. Finally, in the third chapter, seeks to realize the synthesis reflexive between the previous chapter. In this chapter we ll be the selection theory learning which has more syntony with the cognitive potential of mobile device united with the transformations reflections in the learning theories because the new technologies. So, the theoretical foundation is based in the contributions of some theories constructivists selected because the learning is knowledge process, relationships understanding whose the external conditions act mediated to internal condition. For this, sociocultural theory of development and learning or Vygotsky s theory mediation and Piaget s theory development cognitive. The study concerning to mobiles devices be based on dedicated researchers to creation and search in the mobile area such as Giselle Beiguelman, Lucia Santaella, André Lemos, among others. The methodology is exploratory, based bibliographic data. The empirical research geared towards the selections Theoretical data act in the learning process, develop cognitive structures and scientist s mobile device. This is the bases the reflections concerning the mobile contributions can to bring for the learning
Palavras-chave: Mobilidade
Conectividade
Acessibilidade
Mobility
Leaning
Connectivity
Accessibility
Aprendizagem
Sistemas de comunicacao movel em educacao
Interconexao em rede (Telecomunicacoes)
Área(s) do CNPq: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Mídias Digitais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital
Citação: Cônsolo, Angeles Treitero García. Mobile Learning: o aprendizado do século XXI. 2008. 114 f. Dissertação (Mestrado em Mídias Digitais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18220
Data de defesa: 1-Sep-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Angeles Treitero Garcia Consolo.pdf604,09 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.