???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1844
Tipo do documento: Dissertação
Título: O mal como condição humana: a negação da morte e seus desdobramentos em Ernest Becker
Autor: Guzman, Soemis Martinez 
Primeiro orientador: Ponde, Luiz Felipe
Resumo: Ernest Becker dedicou-se à compreensão da condição humana afirmando ser o medo da morte a instalação do terror nas bases psicológicas do homem. A partir dessa constatação, produziu um trabalho constituído por uma síntese de pensamentos com base na filosofia Kierkegaardiana, na psicanálise Freudiana e de seus colaboradores, destacando Otto Rank e a uma visão darwinista evolutiva caracterizando sua interdisciplinaridade. Acreditava ser necessária a percepção do ser e da sociedade para a base geradora de conhecimento verdadeiro na descrição da motivação que nos leva à nossa condição. Para tanto, sugeriu ser o medo da morte e a sua negação fatos fundamentais universais para toda atividade da vida humana, e o heroísmo produzido a partir desse medo, é o principal problema humano. Usa como ponto de partida a problemática do heroísmo na sociedade contemporânea e mostra a negação da finitude na cultura moderna. Assim, na busca pela transcendência, a humanidade cria símbolos que a distancia, cada vez mais, da percepção da sua realidade enquanto espécie. O mal aparece devido ao surgimento da violência e da aniquilação humanas, que nascem dessa dinâmica de negação da mortalidade
Abstract: Ernest Becker targeted to understand the human condition by stating that the fear of death is the terror installation at the psychological base of man, from this realization he produced a work constituted by a synthesis of thoughts based on Kierkegaardian philosophy and psychoanalysis derived from Freud and his collaborators, with emphasis on Otto Rank, and a Darwinian evolution approach thus characterizing his interdisciplinarity. He believed it to be necessary the perception of being and society the true knowledge base in the description of the motivation that takes us to our condition. For this, he suggested that the fear of death and its denial are universal fundamental facts for every human activity and that the heroism product of this fear is the main human problem. As a starting point he uses the problem of heroism in contemporaneous society and shows the denial of finitude in modern culture. So, in its quest for transcendence, humanity creates symbols which further distances, from its perception of reality as species
Palavras-chave: Ernest Becker
Mal
Negação da morte
Heroísmo e darwinismo
Ernest Becker
Evil
Denial of death
Heroism and Darwinism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Guzman, Soemis Martinez. O mal como condição humana: a negação da morte e seus desdobramentos em Ernest Becker. 2011. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1844
Data de defesa: 7-Dec-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Soemis Martinez Guzman.pdf552,57 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.