???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1872
Tipo do documento: Dissertação
Título: O caminho do Nèi jìng para o ocidente: continuidades e rupturas de uma obra de medicina chinesa antiga e suas traduções para os idiomas europeus
Título(s) alternativo(s): The Nèijìng way to the west: continuities and ruptures of an ancient work of chinese medicine and its translations into european languages
Autor: Dulcetti Junior, Orley 
Primeiro orientador: Usarski, Frank
Resumo: O presente trabalho científico investiga objeto composto do texto original de medicina chinesa antiga do taoismo, em chinês arcaico, o Clássico Interno do Imperador Amarelo e as traduções europeias em inglês, português, de Veith; em francês de Ung e Chamfrault. Procurou-se manter a legitimidade do texto de origem na tradução para o idioma português feito pelo autor da tese. Foram extraídos excertos temáticos do dào, yīnyángqì, wǔxíng do Clássico Interno comparado às versões europeias por recursos de cotejos que receberam comentários sistematizados. Sendo que, ambas as textualidades são produtos da fecundidade da inteligibilidade de duas culturas distintas, a da chinesa antiga e a europeia atual. Por essa razão remeteu-se ao estudo dos problemas das diferenças culturais com as dimensões que implicam no âmbito filosófico, linguístico e estético. Realizou-se a elaboração conceitual para se explicitar os fenômenos culturais envolvidos na transformação na transladação do hipertexto ao hipotexto. Foram feitas concretização das diferenças culturais fundamentando-se nas teorias da difusão cultural de Montgomery, aculturação de Bastide, globalização, polarização, hibridação de Holton, hibridação e neo-figurismo de Lacnker, fecundidade cultural de Jullien, intertextualidade de Genette e Kristeva. O resultado da pesquisa permitiu concluir que a tradução ao português procurou preservar a autenticidade da fecundidade cultural e textual do livro de origem. A translocação da obra de origem, da China Antiga para a Europa atual recebeu modificações em dimensões culturais, filosóficas semântico-linguísticas, estéticas ocorridas nas traduções dos sinogramas antigos polissêmicos do taoismo descontextualizados na recepção dos textos de acolhida por outra cultura distinta da anterior, a europeia que conduz a fraseados, significações recorrentes, familiares na cultura dominante ocidental de chegada sobre a chinesa antiga, da ancestralidade do Imperador Amarelo
Abstract: The present scientific work investigates the composed object from the original Taoist Ancient Medicine text in archaic Chinese, The Yellow Emperor s Inner Classic , and the European translations into English, Portuguese, by Veith, and into French, by Ung and Chamfrault. There has been an attempt to keep the legitimacy of the source of the text in the translations into the Portuguese language, made by the author of the thesis. Thematic excerpts of dào, yīnyángqì, wǔxíng of the The Yellow Emperor s Inner Classic have been taken and contrasted to the European versions by means of comparisons that have been given systematized commentaries. Because both textualities are products of the fecundity and intelligibility of two distinct cultures, ancient Chinese and current European cultures, there is reference to the study of the problems of the cultural differences with the dimensions that have implications in the Philosophical, Linguistic and aesthetics scopes. A conceptual elaboration has been performed in order to explain the cultural phenomena involved in the transformation and in the translocation of the hypotext into the hypertext. The cultural differences have been made concrete based on Montgomery s cultural diffusion theories, Bastide s acculturation, globalization, Holton s hybridization, Lackner s hybridization and neo-figurism, Julien s cultural fecundity, Genette and Kristeva s intertextuality. The result of the research has led to the conclusion that the translation into Portuguese sought to preserve the authenticity of the original book s cultural and textual fecundity. The translocation of the original text from ancient China to current Europe has received modifications in cultural, philosophical, semantic-linguistic and aesthetic dimensions that took place in the translations of the ancient polysemic sinograms of taoism. These were decontextualized in the entrance of the received texts in another culture, the European culture, which is distinct from the former. It conduces to phrasing and recurrent significations, which are familiar in the receiving Western culture that overpowers the ancient Chinese, belonging to the ancestry of the Yellow Emperor
Palavras-chave: Clássico Interno
Medicina chinesa antiga
Taoismo antigo
Tradução
Diferenças culturais
Difusão cultural
Descontextualização
Inner Classic
Ancient chinese medicine
Ancient taoism
Translation
Cultural differences
Cultural diffusion
Decontextualization
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Dulcetti Junior, Orley. O caminho do Nèi jìng para o ocidente: continuidades e rupturas de uma obra de medicina chinesa antiga e suas traduções para os idiomas europeus. 2012. 234 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1872
Data de defesa: 23-Oct-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Orley Dulcetti Junior.pdf3,08 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.