???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18804
Tipo do documento: Dissertação
Título: Políticas públicas para o ensino de História: legislação e o currículo na Cidade de São Paulo
Autor: Ferreira, Alcir Vanderlei 
Primeiro orientador: Silveira, Nadia Dumara Ruiz
Resumo: O Objetivo desta pesquisa é analisar a concepção de currículo proposta na legislação para a área de História e discutir o significado das Políticas Públicas nessa especificidade. Elegemos para analise, os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), as Orientações Curriculares: Proposição de expectativas de aprendizagem – Fundamental II – História (OCs) e as Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, por serem considerados os veios de legislação que definem esse currículo no país. O presente estudo foi desenvolvido com utilização da abordagem qualitativa e análise documental como procedimento metodológico. Temos como pressuposto básico que as Políticas Públicas para a educação brasileira, e em especial para a área de História, devem ser entendidas a partir do contexto de sua elaboração e implementação. Os resultados obtidos demonstram que, ao longo da História, foram observados diferentes objetivos para o ensino de história tais como: a valorização do padrão cultural europeu; a criação de uma identidade nacional e de seus heróis; a formação do cidadão crítico e participante na sociedade. Estas intervenções do Estado na educação estão inseridas na legislação específica, resultando em concepções de currículos diferenciadas. O currículo deve ser entendido, a partir de uma visão polissêmica o lugar onde se cruza a prática e a teoria educacional. Nesta perspectiva crítica, o currículo está em constante construção através do diálogo, da consideração do multiculturalismo e da desconstrução das fronteiras culturais. A determinação sobre o que ensinar implica na necessidade de compreensão dos principais componentes que caracterizam a Escola como: as ideologias socioculturais e econômicas, suas histórias internas, demandas e demais singularidades. Este contexto determina a natureza do currículo colocado em prática, destacando-se para a área de História que a educação não se converte em mera mercadoria e o professor em um burocrata responsável apenas em relatar os fatos históricos, mas sim um criador de possibilidades para a construção do conhecimento
Abstract: The objective of this work is to analyze the conception of curriculum proposed in on legislation for the area of the History and to discuss the meaning of public policy in this specificity. They are elect for analysis the National Curriculum Parameter, the Curriculum Guindance: Proposition of Learning Expectations – Elementary II – History and the National Curriculum Guidelines of basic education, because are considered the way of legislation if define this curriculum in the country. The work was developed using the qualitative approach and documental analysis with methodological procedure. We have as basic supposition that the public policy for the Brazilian education, and in particular for the History, should be understood starting in the context of your working up and implementation. The results shows that, as long of History, was observed differents objectives for the teaching of history, for example: the valorization of the European cultural pattern; the creation of a Nacional identity and his heroes; the formation of critical and citizen and participant in society. This interventions of State in education are added in the particular legislation; showing others views of curriculum. The curriculum need be understood, starting of a polissemic vision the place where it crosses the educational practice and theory. In this critical perspective, the curriculum is in constant making through a dialogue, consideration of multiculturalism and deconstruction of cultural boundaries. The determination about what teach imply in to stand in need of understanding of principals components featuring the School as: economic and sociocultural ideologies, their internal stories, demand and others singularities. This context sets the nature of the curriculum put into practice, highlighting to history area that education dont turn in simple goods and the teacher in a responsible bureaucrat for just report the historical facts, but in a creator of possibilities for a building knowledge
Palavras-chave: Políticas públicas
Currículo de História
Legislação
Public policy
Curriculum of History
Legislation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Ferreira, Alcir Vanderlei. Políticas públicas para o ensino de História: legislação e o currículo na Cidade de São Paulo. 2016. 119 f. Dissertação (Mestrado em Educação: Currículo) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18804
Data de defesa: 18-Mar-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alcir Vanderlei Ferreira.pdf993,3 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.