Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18906
Tipo do documento: Dissertação
Título: A identidade miscigenada em Tenda dos milagres, de Jorge Amado
Título(s) alternativo(s): The miscegenated identity in Tent of miracles (Tenda dos milagres), Jorge Amado
Autor: Rodrigo Rainho da Silva 
Primeiro orientador: Junqueira, Maria Aparecida
Resumo: Este trabalho estuda o romance Tenda dos milagres, de Jorge Amado, publicado em 1969. Tem como objetivos apreender as diferentes vozes que se cruzam na narrativa, para inscrever a utopia de uma civilização brasileira miscigenada, assim como refletir sobre a construção narrativa que opera o passado e o presente em busca de uma identidade nacional. Para atingir esses objetivos, selecionaram-se os questionamentos: até que ponto a narrativa multifacetada e não linear de Tenda dos milagres inscreve uma perspectiva miscigenada, híbrida, para a sociedade brasileira? Como a narrativa constrói essa utopia? Orientam a reflexão as seguintes hipóteses: Tenda dos milagres articula o caráter negativo da miscigenação, operando uma consciência coletiva na construção de uma sociedade fraterna; a duplicidade de narradores em dialogia constrói uma narrativa miscigenada de vozes em contraponto; a personagem Pedro Archanjo sintoniza o pensamento do narrador/autor na construção de uma sociedade híbrida, utópica. O trabalho faz um recorte sobre miscigenação, racismo e formação histórica brasileira, apresenta também a visão da crítica literária sobre a obra e seu escritor, assim como mostra o posicionamento crítico de Jorge Amado. A fundamentação teórica centra-se em estudiosos como: Sérgio Buarque de Holanda, Kabengele Munanga, Antonio Candido, Fernando Segolin, Roland Barthes, Paul Zumthor. Entre as considerações finais, ressalta-se a construção de uma tenda amadiana – transgressora e libertadora, resistente e resiliente, insistente e persistente – a pregar uma identidade híbrida possível para a sociedade brasileira
Abstract: This work analyzes the novel Tent of miracles (Tenda dos milagres), by Jorge Amado, published in 1969. It aims to grasp the different voices that cross the narrative, to insert the utopia of the mixed-race Brazilian civilization and to ponder on the narrative construction that deals with the past and the present, in search of a national identity. In order to achieve this objective, some questions arose: to what extent the multifaceted and non-linear narrative of Tent of miracles (Tenda dos milagres) creates a hybrid, mixed-race perspective for the Brazilian society? The following assumptions guide the reflection: Tent of miracles (Tenda dos milagres) articulates the negative aspect of miscegenation, operating a collective consciousness to build a fraternal society; the duplicity of dialogic narrators creates a plot with mixed voices in counterpoint; the character Pedro Archanjo tunes the mind of the author/narrator in the construction of a hybrid utopian society. The work makes a portrait of the miscegenation, racism as well as of the historical formation of Brazil. It also presents the vision of literary criticism regarding both the novel and the author, showing at the same time the critical viewpoint of Jorge Amado. The theoretical framework is centered on scholars such as: Sérgio Buarque de Holanda, Kabengele Munanga, Antonio Candido, Fernando Segolin, Roland Barthes, Paul Zumthor. Among the final considerations, it is emphasized the construction of an Amadian tent - a transgressive and liberating, tough and resilient, insistent and persistent work - preaching a hybrid identity possible for the Brazilian society
Palavras-chave: Amado, Jorge (1912-2001) --Tenda dos milagres -- Crítica e interpretação
Memória
Identidade
Tent of Miracles
Vocality
Identity
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Rodrigo Rainho da Silva. A identidade miscigenada em Tenda dos milagres, de Jorge Amado. 2016. 124 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18906
Data de defesa: 17-Mar-2016
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rodrigo Rainho da Silva.pdf991,01 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.