Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19256
Tipo do documento: Dissertação
Título: A poética modernista em Azulejos de Nascimento Morais Filho
Autor: Garrido, Natércia Moraes
Primeiro orientador: Malufe, Annita Costa
Resumo: Esta dissertação visa demonstrar como se constrói a escrita poética modernista na obra Azulejos (1963), corpus deste trabalho, do poeta maranhense Nascimento Morais Filho. Em um primeiro momento falaremos sobre o período do Modernismo no Brasil, enfatizando as gerações poéticas que se desenvolveram no período entre 1900 e 1950, bem como seus contextos histórico-sociais. Abordaremos desde os anos pré-modernistas, em que percebemos as primeiras tentativas de transgressão artística, passando pelo evento da Semana de Arte Moderna e chegando às décadas de 1930, 1940 e 1950, décadas em que ocorrem a consolidação e o amadurecimento do fazer poético. Em seguida traçaremos um percurso da literatura maranhense durante o mesmo período – 1900 a 1950 – destacando alguns aspectos historiográficos que permitem uma possível explicação para as razões de um tardio desenvolvimento do Modernismo no Maranhão ao longo do século XX. Destacaremos a importância da Geração do poeta maranhense Bandeira Tribuzzi, porém enfatizando a presença de Nascimento Morais Filho e sua produção literária dentro deste contexto de renovação. O segundo momento deste trabalho, que se constitui o principal, se dedica a analisar os poemas de Azulejos, tanto sob o plano linguístico – o da oralidade – quanto sob o plano temático – a infância – observando os procedimentos de escrita adotados pelo autor e que nos permite situar a obra no contexto modernista. Para realizar esta pesquisa, buscamos principalmente a fundamentação teórica nos pensamentos de estudiosos como Ávila (1975), Vieira Filho (1979), Corrêa (1989, 2001), Benjamin (2002, 2013), Andrade (2010), Cândido (2010) e Paz (2012)
Abstract: This dissertation aims to demonstrate how modernist poetic writing is built in Azulejos (1963), corpus of this work, by maranhense poet Nascimento Morais Filho. In the first part, we will talk about the Modernist period in Brazil, emphasizing the poetic generations that developed between 1900 and 1950, as well as their historical and social contexts. We will approach since pre modern years, when we notice the first attempts of artistic transgression, going through Semana de Arte Moderna event and arriving at 1930’s, 1940’s and 1950’s decades, period in which poetic writing achieves its consolidation and maturity. Next, we will trace a path of maranhense literature during the same period – from 1900 to 1950 – pointing out some historiographical aspects that allow us to possibly explain the reasons for a late development of Modernism in Maranhão throughout twentieth century. We will highlight the importance of maranhense poet Bandeira Tribuzzi’s generation, although emphasizing the presence of poet Nascimento Morais Filho and his literary production inside this renewal context. The second part of this work, which is the main part, is set to analyze Azulejos’ poems, considering their linguistic level – oral procedures – as well as their thematic level – childhood – by observing the author’s writing procedures, that allow us to insert this literary work in the modernist context. To carry out this research, we found theorical foundation in scholars’ thoughts such as Ávila (1975), Vieira Filho (1979), Corrêa (1989, 2001), Benjamin (2002, 2013), Andrade (2010), Cândido (2010) and Paz (2012)
Palavras-chave: Modernismo no Brasil
Escrita poética
Procedimentos de escrita
Brazilian Modernism
Poetic writing
Writing procedures
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Garrido, Natércia Moraes. A poética modernista em Azulejos de Nascimento Morais Filho. 2016. 105 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19256
Data de defesa: 29-Ago-2016
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Natércia Moraes Garrido.pdf723,1 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.