???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19790
Tipo do documento: Tese
Título: Relações entre deglutição e qualidade vocal: análise ultrassonográfica e perceptiva
Autor: Freitas, Andréa Baldi de 
Primeiro orientador: Camargo, Zuleica Antônia de
Resumo: Introdução: com o propósito de estudar a deglutição, vários métodos de investigação por imagem têm sido utilizados. Dentre as técnicas de avaliação da função da deglutição, a ultrassonografia (USG) ganha destaque, por não expor o sujeito à radiação, ter baixo custo e propiciar a oferta de alimento na situação habitual. Até o momento, não foram encontrados estudos que esboçam relação entre a deglutição e a qualidade vocal, utilizando a técnica de ultrassonografia. Objetivo: investigar a deglutição do ponto de vista fisiológico (ultrassonografia) relacionando aos achados perceptivos de ajustes de qualidade vocal, buscando descrever o comportamento laríngeo, faríngeo e de tensão muscular em diferentes tarefas. Métodos: foram coletadas amostras ultrassonográficas de deglutição e de fala de 28 sujeitos adultos saudáveis, na faixa etária de 18 a 66 anos, ambos os gêneros. Para a análise dos dados de ultrassonografia relacionados à deglutição, utilizamos proposta modificada para medidas de duração e de excursão do osso hioide (elevação, anteriorização e retorno). Para a análise perceptiva, as sentenças referentes ao corpus de fala foram analisadas por um juiz com formação no uso do roteiro Vocal Profile Analysis Scheme - VPAS-PB da qualidade vocal e elementos de dinâmica vocal. Os dados de deglutição e de fala foram tratados estatisticamente, por meio da análise de natureza multivariada. Resultados: para as medidas de duração e de excursão do osso hioide e qualidade vocal, encontramos dados que relacionam positivamente os achados. Da mesma forma, os achados de qualidade vocal referentes aos ajustes de altura de laringe, fonatórios (de modos de vibração de pregas vocais) e de tensão muscular do trato vocal também mostraram correlação positiva com as medidas ultrassonográficas da deglutição. Conclusão: pela ultrassonografia foi possível avaliar a deglutição de indivíduos sem queixas e relacionar com os ajustes de qualidade vocal. Há a necessidade de ampliar o banco de dados para possibilitar a criação de um sistema de classificação clínica da medida de excursão do osso hioide relacionando com os ajustes de qualidade vocal dos sujeitos com alteração de deglutição
Abstract: Introduction: several methods of imaging have been used to investigate the swallowing process. Ultrasound images (USG) have stood out among the different techniques to assess the swallowing function, since it does not expose subjects to radiation, is low-cost, and enables the offering of food in usual situations. To our knowledge, to the present time there are no studies that establish a relation between swallowing and vocal quality using ultrasound images. Objective: to investigate swallowing from the physiological perspective (ultrasound) and relate findings to the perceptive findings of vocal quality adjustments, seeking to describe larynx, pharynx, and muscular tension behaviors in different tasks. Method: swallowing and speech ultrasound samples were collected from 28 healthy adults, with ages ranging from 18 to 66 years of age, both male and female. To analyze ultrasound data related to swallowing, we used a modified proposal for measures related to duration and excursion of the hyoid bone (elevation, anteriorization and return). For the perceptive analysis, utterances regarding the speech corpus were analyzed by a juror trained in elements of vocal dynamics and in the Vocal Profile Analysis Scheme - VPAS-PB script of vocal quality. Swallowing and speech data were investigated statistically based on multivariate analysis. Results: the data found for duration and excursion of the hyoid bone and vocal quality measures can be positively related to findings. Likewise, vocal quality findings regarding adjustments in larynx height, speech (of vocal fold vibration modes) and muscular tension adjustments of the vocal tract showed positive correlations with swallowing ultrasound measures. Conclusion: ultrasound imaging enabled assessing swallowing of individuals with no particular complaints and relate findings to vocal quality adjustments. It is necessary to expand the existing database to have access to a system to clinically classify hyoid bone excursion measures, relating them to vocal quality adjustments of subjects with swallowing alterations
Palavras-chave: Fonética
Deglutição
Laringe
Phonetics
Swallowing
Larynx
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Freitas, Andréa Baldi de. Relações entre deglutição e qualidade vocal: análise ultrassonográfica e perceptiva. 2017. 121 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19790
Data de defesa: 10-Mar-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andréa Baldi de Freitas.pdf2,87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.