???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1985
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sofrimento e sentido: uma clínica fenomenológica de Ivan Karamázov
Título(s) alternativo(s): Suffering and meaning: a clinical practice of phenomelogy of Ivan Karamázov
Autor: Rivas, Márcia Guimarães
Primeiro orientador: Ponde, Luiz Felipe
Resumo: Nesta dissertação buscamos compreender a relação entre sofrimento e sentido da condição humana, em que pudéssemos transpor a questão para o sofrimento do homem moderno, com a finalidade de encontrar um lugar de contribuição da clínica fenomenológica, em seu entendimento. Para tal, utilizamos o método da fenomenologia existencial de compreensão do fenômeno, de busca de compreensão de intencionalidade. No primeiro capítulo, buscamos a compreensão da ortodoxia e da obra dostoievskiana, através dos autores que trabalham estas questões, focando-nos mais detidamente na leitura do sofrimento, do cristianismo e da condição humana. O segundo capítulo foi uma compilação descritiva da vida de Ivan Karamázov e a subseqüente análise fenomenológica da personagem, quando pudemos testemunhar o fracasso da mentira de suficiência do homem, esquecido de sua sobrenatureza, desaguando em cisão e despedaçamento, no evitamento de suportar suas paixões. Por fim, trabalhamos a tessitura da discussão entre o pensamento dostoievskiano, a personagem na obra e o homem na modernidade, à luz do sofrimento e sentido. Após ter feito este percurso e concluído os resultados, podemos afirmar que o sentido do sofrimento está na atitude que temos diante dele, de enfrentamento ou negação, de aceitação ou revolta. O que nos transforma não é o sofrimento, mas o sentido que damos a ele. Mas, sem sombra de dúvidas, o sofrimento é necessário para que possamos dar sentido e nos transformar em pessoas melhores. O sofrimento existe, é necessário, e negá-lo é garantia de um sofrimento maior ainda, um sofrimento infernal. Portanto, para esta aceitação e transformação pelo sofrimento, o resgate da condição de sobrenatureza é imprescindível. A psicoterapia pode contribuir quando em seu processo de desvelamento o individuo dá seu primeiro passo: o de não mentir a si mesmo
Abstract: The present dissertation seeks to grasp the relation between suffering and meaning in the Human condition in Dostoiévski s The Brothers Karamázov , with a particular emphasis on its significance to modern man as well as the purpose of finding a place for a possible contribution from the clinical practice of phenomenology. For that purpose I make use of the method of existential phenomenology in an effort to grasp the intentionality issues involved. In the first chapter I strive to understand Dostoiévski s work in the light of its Russian Orthodox sources, dealing with the authors who studied and commented it and concentrating in further detail on the reading of such categories as suffering, Christianity and Human condition as they appear in this masterpiece of Russian Literature. The Second Chapter is a descriptive compilation of the life of Ivan Karamázov (the main carachter of the book) followed by a phenomenological analysis of his personality and actions, whereby one is led to see how the failure of the notion of Man s sufficiency, which the carachter embodies, and his increasing alienation from the supernatural source of his being, is likely to tear him apart as he seeks to avoid the Human consequences of his passions. Finally, in Chapter 3, I endeavour, in the light of my prime subjects, i.e., suffering and meaning, to establish how Dostoiévski s thought, the main carachter of his book and modern man may be referred to each another, what leads me to the conclusion that the meaning of suffering resides not in suffering itself, but in Man s attitude towards it, be it one of confrontation or denial, acceptance or revolt. Although it in fact exists, is necessary and cannot be denied (denial of suffering is dangerous as it may lead to greater, infernal suffering), suffering is no drive to transformation apart from the diverse meanings which may be attributed to it. Nevertheless, for its acceptance and transformation to be operative, the supernatural aspect in the Human condition must be incorporated. Psycotherapy may contribute to this process of Man s self-revelation by facilitating the first step: not lying to one s self
Palavras-chave: Desvelamento
Sentido
Suffering
Man s self-revelation
Confrontation
Meaning
Dostoievski, Feodor 1821-1881 Os irmaos Karamazov -- Critica e interpretacao
Ivan Karamazov (Personagem literario) -- Critica e interpretacao
Sofrimento
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Rivas, Márcia Guimarães. Suffering and meaning: a clinical practice of phenomelogy of Ivan Karamázov. 2006. 187 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1985
Data de defesa: 20-Jun-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCIA GUIMARAES RIVAS.pdf1,2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.