Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19961
Tipo do documento: Dissertação
Título: A linguagem dos reality TV shows norte-­americanos: análise e classificação
Autor: Araújo, Rafael Fonseca de 
Primeiro orientador: Sardinha, Antonio Paulo Berber
Resumo: O presente trabalho apresenta uma Análise Multidimensional (BIBER, 1988 et seq.) do Corpus of American Reality TV Shows (CARTS). Reality TV shows podem ser descritos como programas de televisão sem roteiro, com atores não profissionais sendo observados por câmeras em ambiente pré-­configurados (KAVKA, 2012) e apesar de ser um gênero de televisão relativamente novo é considerado um marco na programação da televisão nos EUA, uma vez que reinventou a cultura da televisão (MURRAY e QUELLETTE, 2004). O principal objetivo do estudo é fornecer uma descrição dos padrões léxico-­gramaticais da linguagem verbal dos Reality TV shows. Os objetivos específicos foram comparar o CARTS com as cinco principais dimensões de variação da Língua Inglesa (BIBER, 1988 et seq.), bem como em contraste com as quatro dimensões de variação de registro da televisão norte-­americana (BERBER SARDINHA e VEIRANO PINTO, no prelo). O CARTS é formado por 780 textos extraídos de 39 reality TV shows norte-­americanos populares, totalizando cerca de 6 milhões de palavras. Os textos do corpus foram classificados em quatro principais categorias Competição, Documentário, Talento e Profissão, e Transformação que, por sua vez, foram subdivididas em 13 subcategorias nomeadas: celebridades, namoro, jogo-­documentário, novela-­documentário, câmeras escondidas e portáteis, reality sitcom, business, culinária, moda, artistas de palco, orientação de especialistas, melhoria pessoal e experimento social. O corpus foi balanceado para que cada categoria tivesse a mesma quantidade de textos, etiquetado gramaticalmente com o Biber Tagger e processado pelo Biber Tag Count que calcula a frequência normalizada das 128 variáveis linguísticas consideradas no estudo. Os resultados da Análise Multidimensional demonstram como os reality TV shows se assemelham ou se diferenciam dos demais registros da Língua Inglesa propostos por Biber (1988) em seu estudo seminal, tal como as várias manifestações de Reality TV se comparam aos registros da televisão norte-­americana. Uma vez que não há precedentes de estudos, dentro da Linguística de Corpus, dedicados à investigação do perfil léxico-­ gramatical dos reality TV shows em uma perspectiva multidimensional, a presente pesquisa pretende preencher esta lacuna
Abstract: This thesis presents a Multi-­dimensional (MD) analysis (Biber, 1988 et seq.) of a Corpus of American Reality TV Shows (CARTS). Reality television can be described as unscripted television shows with non-­professional actors being observed by cameras in preconfigured environments (Kavka, 2012) and despite of being a relatively new TV genre is a cornerstone of contemporary US television programming, since according to some critics it has remade television culture (Murray and Quellette 2004). The major goal of the study was to provide a lexical-­grammatical description of the verbal language of Reality TV shows by investigating a corpus of 780 texts taken from 39 popular American Reality TV shows, totaling over 6 million tokens. The specific goals were to compare CARTS against the four dimensions of general English register variation as well as against the five dimensions of American television register variation (Berber Sardinha;; Veirano Pinto, in press). CARTS texts were classified into four main program types (Competition, Documentary, Talent and Professional, and Transformation) and into 13 sub-­program types, namely, celebrities, dating, gamedoc, docusoap, hidden cameras, reality sitcoms, business, cooking, fashion, performing, expert guidance, self-­improvement and social experimental. The corpus was balanced so that each major category had the same number of texts. CARTS was tagged for part of speech with the Biber Tagger and analyzed by the Bibber Tag Count which calculated the normalized frequencies of the 128 linguistics features considered in the research. The results present the additive MD analysis by showing how reality TV shows are similar or different from others spoken and written English registers (from Biber seminal 1988 study), as well as how the various manifestations of Reality TV compare to television registers on US. Since there is no precedent for studies within Corpus Linguistics dedicated to researching the lexical-­grammatical profile of Reality TV Shows in a multidimensional perspective, this research intends to fill this gap
Palavras-chave: Reality-Shows (Programas de televisão)
Reality TV shows norte-­americanos
Linguística de corpus
Corpus of American Reality TV Shows
Corpus linguistics
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Araújo, Rafael Fonseca de. A linguagem dos reality TV shows norte-­americanos: análise e classificação. 2017. 242 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19961
Data de defesa: 30-Mar-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rafael Fonseca de Araújo.pdf9,54 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.