???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19962
Tipo do documento: Dissertação
Título: A visão da escola sobre a inclusão de crianças com autismo
Título(s) alternativo(s): The school’s view on inclusion of children with autism
Autor: Tenente, Luiza Bonemer 
Primeiro orientador: Lessa, Angela Brambilla Cavenaghi Themudo
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo discutir qual a visão das escolas sobre a inclusão de crianças que têm o Transtorno do Espectro Autista (TEA). O assunto mostra-se relevante diante do crescente número de alunos com deficiência nas escolas comuns e na obrigatoriedade da inclusão deles na educação. Para investigar a questão, esta pesquisa qualitativa, de cunho interpretativista, analisa quatro entrevistas semiestruturadas realizadas com professores e gestores de duas escolas públicas e de duas particulares da cidade de São Paulo (SP). A partir desta coleta de dados, as informações foram organizadas segundo o conteúdo temático. As categorias definidas circundam quatro eixos: a relação da escola com os familiares e os profissionais de saúde da criança com autismo, o preparo dos docentes, o aprendizado e a socialização dos alunos e as formas de interferência do TEA no processo de inclusão. A discussão dos dados é estabelecida segundo a fundamentação teórica, que versa sobre as diferentes interpretações do conceito de inclusão e sobre as definições de aprendizagem e desenvolvimento de Vygotsky. Após a análise, conclui-se que os entrevistados demonstraram preocupação com o ingresso dos alunos com autismo, mas a permanência destes estudantes no colégio ainda é um desafio. Os docentes mostram uma sobrecarga emocional diante do dever de modificar as aulas e as tarefas da turma e revelam sentir medo do comportamento dos alunos autistas. Eles parecem experimentar um fracasso pessoal quando não veem mudanças positivas nos estudantes – e sentem orgulho quando notam algum tipo de conquista. Acerca da compreensão do conceito de inclusão, esta dissertação revela que existem divergências sobre os reais objetivos de se receber um aluno autista na escola – é comum focar apenas na socialização, sem o mesmo afinco no aprendizado da criança
Abstract: This research aims at discussing how schools view the inclusion of children with Autism Spectrum Disorder (ASD). The topic is relevant once the number of students with special needs in regular schools has increased and there is now mandatory inclusion of these students in the education system. To investigate this issue, this qualitative research, of interpretative nature, analyses four semi structured interviews conducted with teachers and managers of two public schools and two private schools in São Paulo (SP). Based on this data, the information was organized according to its theme. The defined categories are around four axis: the relationship between the school, the family and the healthcare professionals of the autistic child; the teachers' preparedness; the learning process; the socialization of the students; the ways ASD interferes in the process of inclusion. The discussion of the data is established according to theoretical foundation, which debates over the different interpretations of the concept of inclusion and over Vygotsky's definitions of learning and development. After the analysis, it is concluded that the interviewees worried about the admission of students with autism, though the permanence of the students in school is still a challenge. The teachers show an emotional response facing the duty of modifying the classes and their tasks and they fear the autistic students' behavior in the classroom. These teachers seem to experience a personal failure when they don't see positive changes in the students and feel proud when notice some sort of achievement. As far as the comprehension of the concept of inclusion is concerned, this essay reveals that there are divergences between the real objectives of receiving na autistic student in class. It is common for the school to focus on socialization only, without showing the same diligence when it comes to the child's learning process
Palavras-chave: Inclusão escolar
Autismo em crianças
Deficientes - Integração social
Scholar inclusion
Autism Spectrum Disorder
Special needs
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Tenente, Luiza Bonemer. A visão da escola sobre a inclusão de crianças com autismo. 2017. 190 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19962
Data de defesa: 27-Mar-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luiza Bonemer Tenente.pdf1,12 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.